Cine Privé

Sessão de filmes eróticos transmitidos pela Rede Bandeirantes

Cine Privé é uma sessão de filmes eróticos do genêro softcore para maiores de 18 anos, exibida pela Rede Bandeirantes nas madrugadas de sábado para domingo. Seu repertório vai da comédia ao drama, sempre usando de sensualidade e de erotismo, não sendo filmes absolutamente pornográficos.[1][2]

Cine Band Privé
Logotipo do programa
Informação geral
Também conhecido(a) como Sexta Sexy (1993-1995)
Cine Band Privê (1995-2010)
Formato
Duração Variada
País de origem  Brasil
Idioma original português
Exibição
Emissora original Rede Bandeirantes
Formato de exibição 1080i (HDTV)
Transmissão original 1993 – presente

HistóriaEditar

Inicialmente, era exibido às sextas-feiras e era chamado de Sexta Sexy, por volta de 1993.[3] A partir de 1995[4] ganhou o novo nome, permitindo, assim, que a sessão fosse exibida em outros dias da semana. Em seu período de auge, o programa ficou entre as cinco maiores audiências da emissora[5] e atingia picos de audiência no horário.[6]

RepercussãoEditar

Por exibir filmes eróticos, foi uma das sessões mais populares durante o fim dos anos 90 e começo dos anos 2000, e também a mais famosa da programação da Rede Bandeirantes. O sucesso se deu em uma época em que não era tão fácil ter acesso a conteúdos pornográficos, e a internet discada tinha um preço elevado e inacessível para boa parte da população do Brasil, sendo assim acabou tornando-se uma alternativa mais prática e acessível. Por este motivo, garantiu durante o seu auge tendo grandes audiências em um horário onde o número de televisores ligados era pequeno; frequentemente figurava o Top 5 dos programas de maior audiências da emissora e alcançar a liderança não era incomum.[7]

Nos últimos anos de existência, sofreu uma significativa queda de audiência. Já que nessa época, com a popularização da internet, o acesso a conteúdo pornográfico ficou mais fácil.

Esta sessão notabilizou-se pelos reprises de franquias de filmes do gênero "softcore" como Emmanuelle, Justine e Click. A sessão saiu do ar em dezembro de 2010, e em seu lugar, entrou uma sessão de filmes chamada Sábado no Cinema, com filmes variados.[8]

Períodos de exibiçãoEditar

Eu uma primeira fase, a sessão de filmes ficou no ar de 1995 até 2010. Entre os dias 7 de janeiro e 12 de fevereiro de 2012[4], a Band voltou a exibir o Cine Privé.[9] O primeiro filme exibido no retorno da sessão foi "Corpos Ardentes" (Scandal - Body of Love).[10] Saiu do ar novamente devido à baixa audiência. No final de 2012, a Band voltou a exibir filmes eróticos [4] no antigo horário da sessão, mas no Cinema na Madrugada, que exibiu esses filmes durante algum tempo.

Em 2019, a Band anuncia a volta do programa[11], retornando em 31 de agosto nas madrugadas de sábado para domingo[12] com o filme Emmanuelle 2: A Antivirgem.[13][14].

Retorno do Cine Privé pós 2019Editar

Desde que retornou a programação da TV Bandeirantes, o Cine Privé tem exibido bastante filmes protagonizados pelas atrizes Gabriella Hall[15] e Monique Parent [16]. Frenquetemente a sessão também tem se destacado com bons indices de audiência[17] chegando a empatar e até as vezes superar a RedeTV![18] e a RecordTV que exibe programas da Igreja Universal do Reino de Deus [19][20]. De acordo com Kantar IBOPE Media, a Bandeirantes ficou em segundo lugar em audiência em algumas cidades como Belo Horizonte, Porto Alegre, Salvador, Belém e Campinas ficando somente atrás da Rede Globo [21] Em Recife o Cine Privé, chegou a ganhar da Globo em algumas ocasiões.[22]

No dia 6 de novembro de 2021, a Band não exibiu o Cine Privé pois a emissora deixou de transmitir ao vivo os treinos do Grande Prêmio da Cidade do México de 2021 pela Fórmula 1[23] em virtude da exibição do velório da cantora Marília Mendonça que foi transmitido durante uma edição especial do programa Brasil Urgente durante à tarde.[24] A Bandeirantes exibiu ao vivo os treinos da Fórmula 1 pelo BandSports[25] e pela madrugada, por volta das 2h da manhã, horário da sessão de filmes, a emissora reprisou os treinos classsificatórios pela Rede Bandeirantes em TV Aberta.[26]

Ver tambémEditar

Referências

  1. «Band: um canal além do esporte (parte 2)». TELE HISTÓRIA: De A a Z, tudo sobre TV [ligação inativa]
  2. «Reestreia do Cine Privê: Band exibe o filme erótico Emmanuelle 2». Revista IstoÉ. 31 de agosto de 2019. Consultado em 5 de dezembro de 2021 
  3. Leandro Sarubo (31 de agosto de 2019). «"Sexta Sexy" era o hit da Band em 1994». Teleguiado. Consultado em 5 de dezembro de 2021 
  4. a b c Gilvan Marques (25 de julho de 2019). «Band ressuscita "Cine Privé" após 7 anos fora do ar». Portal BOL. Consultado em 5 de novembro de 2021 
  5. «Band põe 6 Maracanãs para ver "pornô light" na madrugada». Folha Online 
  6. «Canais eróticos ganham destaque nas tevês pagas do País». Terra TV 
  7. Daniel Castro (15 de março de 1998). «Band lidera com filmes eróticos». Folha de São Paulo. Consultado em 5 de dezembro de 2021 
  8. «Sai do ar "Cine Band Privê"». revistaabsurda.com. Consultado em 29 de outubro de 2012 [ligação inativa]
  9. «Cine Privé - Filmes». www.band.com.br. Consultado em 9 de junho de 2012  [ligação inativa]
  10. «11/02 à 01h30 – Escândalos Sedutores». www.band.com.br. Consultado em 8 de julho de 2012 [ligação inativa]
  11. «Cine Privé volta às madrugadas da televisão». Portal R7/Folha de Pernambuco. 26 de julho de 2019. Consultado em 5 de dezembro de 2021 
  12. «A sessão mais quente da TV está de volta». Portal Band. 26 de julho de 2019. Consultado em 5 de dezembro de 2021 
  13. «Band decide voltar com sessão Cine Privé em agosto». Observatório da Televisão. 25 de julho de 2019. Consultado em 25 de julho de 2019  [ligação inativa]
  14. «Reestreia do Cine Privê: Band exibe o filme erótico Emmanuelle 2». Revista IstoÉ. 31 de agosto de 2019. Consultado em 5 de dezembro de 2021 
  15. «'Convite à Traição' é o filme que vai passar hoje no Cine Privé, da Band». O Reporter. 27 de março de 2021. Consultado em 5 de dezembro de 2021 
  16. «Band exibe 'Sexo, Traições e Mistérios' neste sábado». Portal Enterter-se. 4 de dezembro de 2021. Consultado em 5 de dezembro de 2021 
  17. Ricardo Feltrin (2 de setembro de 2019). «"Cine Privê" da Band tem boa audiência e reestreia em 3º no ibope». Splash UOL. Consultado em 5 de dezembro de 2021 
  18. Matheus Fragata (17 de novembro de 2019). «Band com Cine Privé vence Record e RedeTV! em audiência». Nos Bastidores. Consultado em 5 de dezembro de 2021 
  19. «Com 'Emanuelle', Cine Privê supera audiência do programa de Edir Macedo». Tribuna de Jundiaí. 3 de setembro de 2019. Consultado em 5 de dezembro de 2021 
  20. «Edir Macedo e Cine Privé travarão nova batalha pela audiência nesta madrugada». Diario do Litoral. 21 de setembro de 2019. Consultado em 5 de dezembro de 2021 
  21. Vinicius Andrade (17 de novembro de 2019). «Com filmes eróticos, Band cresce 116% e derrota SBT e Record em quatro capitais». Noticias da TV. Consultado em 5 de novembro de 2021 
  22. «Band ganha da Globo com o Cine Privé em Recife». TVs do RJ. 8 de janeiro de 2021. Consultado em 5 de dezembro de 2021 
  23. «Marília Mendonça: Band e Record derrubam programas para mostrar velório ao vivo.». Noticias da TV. 6 de novembro de 2021. Consultado em 5 de dezembro de 2021 
  24. «Por cobertura da morte de Marília Mendonça, Band não exibe classificação da F1». RacingOnline. 6 de novembro de 2021. Consultado em 5 de dezembro de 2021 
  25. Fernando Silva (6 de novembro de 2021). «Band muda e transmite ao vivo classificação da Fórmula 1 no México no BandSports». Portal Terra. Consultado em 5 de dezembro de 2021 
  26. Nathalia De Vivo (6 de novembro de 2021). «Band muda programação e transmite classificação do GP do México da F1 na BandSports». F1 Mania. Consultado em 5 de dezembro de 2021 

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre a Rede Bandeirantes é um esboço relacionado ao projeto entretenimento. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.