Cinecastro

Cine Castro foi um estúdio de dublagem brasileiro, com sedes em São Paulo e no Rio de Janeiro.[1][2]

Cinecastro
Estúdio de dublagem
Slogan Versão Brasileira: Cinecastro, Rio de Janeiro e São Paulo
Fundação 1959
Sede Brasil Rio de Janeiro, RJ
Pessoas-chave Aloísio Leite Garcia
Carla Civelli
Produtos Dublagem

Fundado por volta de 1959, localizava-se no bairro de Humaitá, na cidade do Rio de Janeiro. Fundado por Aluísio Leite Garcia, tinha Carla Civelli como diretora de dublagem, Alberto Elias como técnico de som, e Spyros Saliveros como mixador.

Em 1971, Aluísio convidou o dublador Emerson Camargo a abrir uma filial paulista da Cine Castro, na qual gerenciou até 1973, deixando a nas mãos de José Miziara, que veio do Rio de Janeiro para substitui-lo. A sede de São Paulo localizava-se no segundo andar de um edifício no bairro do Grajaú, mudando-se posteriormente para o bairro da Lapa.

Em 1973, a Cine Castro foi vendida para Paulo Amaral, e em 1974, passou a se chamar Televox, o qual a vendeu em 1976, virando Telecine, que fechou em 2006.


Principais trabalhos dublados pela CinecastroEditar

SériesEditar

▪ Série de TV os intocáveis

Thunderbirds (1ª dublagem, redublado posteriormente pela Herbert Richers (estúdio))[3]

DesenhosEditar


Referências

  1. Leonardo, Hugo (14 de maio de 2004). «A história da dublagem - Parte 2». ohaYO!. Consultado em 15 de janeiro de 2013 
  2. Roosevelt Garcia (12 de Setembro de 2018). «Os grandes estúdios de dublagem do passado». Veja SP!. Consultado em 28 de janeiro de 2019 
  3. «Thunderbirds». RetrôTV. 1 de maio de 2012. Consultado em 15 de janeiro de 2013. Arquivado do original em 28 de março de 2013 
  4. «Ultraseven». RetrôTV. 3 de setembro de 2011. Consultado em 15 de janeiro de 2013. Arquivado do original em 15 de novembro de 2012 
  5. «"National Kid" e "Ultraman" - A dublagem das séries (Parte 1)». ohaYO!. 1 de janeiro de 2008. Consultado em 28 de janeiro de 2019. a dublagem que vamos citar agora é a de Ultraman Jack (Regresso de Ultraman), que consagrou o dublador Ionnei Silva no papel de Hideki Goh. Também dublado na Cine Castro como seus antecessores, e tendo Ionnei a frente da direção 
  6. «Vingadores do Espaço (Ficha Técnica)». RetrôTV. 1 de fevereiro de 2011. Consultado em 27 de janeiro de 2019 
  7. a b c d e «Dublagem: Desenhos Hanna-Barbera – Parte 1». RetrôTV. 22 de janeiro de 2012. Consultado em 15 de janeiro de 2013. Arquivado do original em 28 de março de 2013 
  8. a b «Dublagem: Desenhos Hanna-Barbera – Parte 2». RetrôTV. 22 de janeiro de 2012. Consultado em 15 de janeiro de 2013. Arquivado do original em 28 de março de 2013 
  9. «Relembre o desenho 'Os Herculoides'». Veja São Paulo. Consultado em 27 de janeiro de 2019 
  10. «FANTOMAS (Detalhes da Série)». mofolândia. Consultado em 29 de janeiro de 2019 
  11. «Fantomas (Breve Detalhe da Série)». infantv. Consultado em 29 de janeiro de 2019 
  12. «Super Dínamo (Detalhes da Série)». infantv. Consultado em 29 de janeiro de 2019 
  13. «Super Dínamo, antes do Doraemon». jwave. 26 de outubro de 2009. Consultado em 29 de janeiro de 2019. Exibido na Rede Tupi e na Rede Record, Super Dínamo veio a uma época, ... veio pela Transglobal, e ganhou versão dublada na Cinecastro. 
  14. «Shadow Boy (Ficha Técnica». Memorychips. Consultado em 29 de janeiro de 2019 
  15. «As Aventuras de Shadow Boy (Bouken Shounen Shadar)». Casa da Dublagem. Consultado em 29 de janeiro de 2019