Abrir menu principal

Coca-Cola Zero

Versão sem açúcar do refrigerante coca-cola
Coca-Cola Zero
Coca-Cola Zero logo.svg

CocaColaZero.jpg
Tipo Refrigerante Zero
Edulcorante(s) Aspartame

Ciclamato de sódio

Sacarina de sódio

Conservante(s) benzoato de sódio
Fabricante The Coca-Cola Company
Slogan Prove que é possível
Quanto mais (150 nomes próprios brasileiros comuns), melhor!
Origem  Estados Unidos
Introduzida 2005 (14 anos)
Cor Caramelo
Sabor Noz-de-cola
Variante(s)
Relacionada(s) Ice Cola, Coca-Cola, Fanta, Sprite, Kuat, Pepsi-Cola
Website

Coca-Cola Zero é a marca de um refrigerante com sabor de noz-de-cola, sem adição de açúcar pertencente à The Coca-Cola Company que comercializa em 90 países.[1]

HistóriaEditar

A Coca-Cola Zero corresponde a melhora da fórmula da Coca-Cola Diet, passando a ser livre de açúcar.

  • 2005 – em junho a Coca-Cola Zero é lançada no mercado americano.[2]
  • 2009 – Na Venezuela, no dia 11 de junho, através do seu Ministro da Saúde, Jesús Mantilla, a comercialização de Coca-Cola Zero foi proibida com a justificação de que um dos componentes poderia ser prejudicial a saúde.[3][4]

Coca-Cola Zero no BrasilEditar

  • 2007 – Coca-Cola Zero foi lançada em janeiro, inicialmente na cidade de Porto Alegre.[5] [nota 2]
  • 2009 – No dia 22 de setembro a Coca-Cola Zero lançou o filme publicitário “Happy Kingdom”,[7]
  • 2012 - Em julho deste ano, a Coca-Cola Zero lançou embalagens com estampas de 150 nomes de pessoa comuns no Brasil entre jovens e adultos. Esta ação faz parte da campanha "Descubra sua Coca-Cola Zero"[8].

Coca-Cola Zero em PortugalEditar

  • 2007 – No dia 16 de maio a Coca-Cola Zero foi lançada em Portugal, em evento realizado no Centro Cultural de Belém em Lisboa.[9][10]
  • 2008 – É lançada a campanha publicitária em animação 3d, apresentada pelos personagens línguas e olho, com as vozes dos atores Paulo Oom, Luís Mascarenhas e António Feio dão.[11]
  • 2019 – É lançada uma nova imagem, sendo a denominação Coca-cola ZERO açúcares trocada por Coca-cola sem açúcar.[12]

IngredientesEditar

O refrigerante Coca-Cola na sua versão Zero, não possui na sua composição quantidades significativas de proteínas, gorduras totais, gorduras saturadas, gorduras trans e fibras alimentares.

Informação nutricional de Coca-Cola Zero
Porção de: 200 ml (1 copo)
Quantidade
por porção
VD%
Sódio 28 mg 1

Os ingredientes são formados por água gaseificada, extrato de noz de cola, cafeína,aroma natural, edulcorante artificial ciclamato de sódio (48 mg /200 ml), sacarina de sódio (14 mg/200 ml), aspartame (24 mg / 200ml), e acessulfame de potássio (30 mg / 200 ml); conservador benzoato de sódio e estabilizante citrato de sódio.[5]

O edulcorante «Ciclamato de Sódio» está terminantemente proibido pela agência FDA (Food and Drugs Administration, o organismo máximo de controle de alimentos e drogas dos Estados Unidos) por comprovados efeitos na gênese de tumores cancerígenos, e mais, o Ciclamato é muito mais barato que o aspartame (à razão de 10 dólares por quilo do Ciclamato contra 152 dólares/kg).

A substância ciclamato de sódio, presente na composição não é adicionada a Coca-Cola Zero nos Estados Unidos e no México, países que proíbem sua utilização.[13]

No Brasil, a Coca-Cola Zero é comercializada em embalagens de:[14]

  • Vidro de 237 ml e 290ml.
  • Lata de alumínio de 350 ml.
  • Garrafas PET de 400 ml, 600 ml, 1,5 Litro, 1,75 Litro, 2 Litros, 2,5 Litros e 3 Litros.
Ficheiro:CokeCherryZero.JPG
Coca-Cola Cherry Zero.
 
Coca-Cola Zero.

Variantes da MarcaEditar

Ligações externasEditar

Notas

  1. O Site Oficial da Coca-Cola Zero de Portugal ainda não foi lançado. A página da Coca-Cola Portugal traz uma indicação de “Lançamento em Breve”
  2. Todos os produtos e campanhas publicitárias da The Coca-Cola Company, antes de serem lançados no mercado brasileiro são testados no mercado do Rio Grande do Sul, considerado um dos maiores mercados consumidores de Coca-Cola no mundo.[6]

Referências

  1. THE COCA-COLA Company. «Product Descriptions - Coca-Cola Zero». Consultado em maio de 2010. Arquivado do original em 9 de janeiro de 2010  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  2. USA Today online (USA Today, 21 de março de 2005). «Coca-Cola hopes new no-calorie drink Zero is a hero» (em inglês). Consultado em maio de 2010  Verifique data em: |acessodata=, |data= (ajuda)
  3. O GLOBO (11 de junho de 2009). «Coca-Cola Zero sairá da Venezuela em até cinco dias». Consultado em maio de 2010  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  4. ZERO Hora (17 de junho de 2009). «Venezuela suspende venda de Coca-Cola Zero». Consultado em maio de 2010  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  5. a b COCA-COLA Brasil. «Coca-Cola Zero». Consultado em maio de 2010. Arquivado do original em 14 de abril de 2009  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  6. VONPAR (4 de março de 2010). «Coca-Cola Zero foi provado e aprovada no Rio Grande do Sul». Consultado em maio de 2010  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)[ligação inativa]
  7. VONPAR (21 de setembro de 2009). «Coca-Cola Zero lança "Happy Kingdom"». Consultado em maio de 2010  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)[ligação inativa]
  8. Portal Imprensa - UOL (31 de julho de 2012). «Coca-Cola Zero lança campanha com nomes de consumidores em embalagens». Consultado em janeiro de 2013. Arquivado do original em 21 de setembro de 2012  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  9. PACHECO, Felipe (Meio & Publicidade, 18 de maio de 2007). «Coca-Cola Zero pode representar 10%». Consultado em maio de 2010  Verifique data em: |acessodata=, |data= (ajuda)
  10. MARQUES, Rute Gonçalves (Hipersuper, 16 de abril de 2009). «Coca-Cola Zero cresce 37% em 2008». Consultado em maio de 2010  Verifique data em: |acessodata=, |data= (ajuda)
  11. GONÇALVES, Rita (Hipersuper, 14 de abril de 2008). «Coca-Cola Zero ambiciona lugar no Top 10». Consultado em maio de 2010  Verifique data em: |acessodata=, |data= (ajuda)
  12. «Nova imagem de marca totalmente vermelha». 2019. Consultado em 13 de junho de 2019 
  13. SIS Saúde (30 de março de 2009). «Questão dos adoçantes». Consultado em maio de 2010  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  14. VONPAR. «Podutos - Coca-Cola Zero». Consultado em maio de 2010. Arquivado do original em 21 de maio de 2010  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  15. HEIN, Kenneth (29 de janeiro de 2007). «Cherry Coke Gets Fresh Jay-Z Remix» (em inglês). Consultado em maio de 2010. Arquivado do original em 27 de setembro de 2007  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  16. SMART Brief (25 de maio de 2007). «Vanilla Coke is Back» (em inglês). Consultado em maio de 2010. Arquivado do original em 21 de outubro de 2007  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  17. THE COCA-COLA Company. «Product Descriptions – Coca-Cola Vanilla Zero» (em inglês). Consultado em maio de 2010. Arquivado do original em 25 de agosto de 2010  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)

Ver tambémEditar