Abrir menu principal

Wikipédia β

Collide (canção)

canção de Leona Lewis e Avicii

"Collide" é uma canção da cantora britânica Leona Lewis e do DJ sueco Avicii. Foi composta por Tim Berg, Simon Jeffes, Arash Pournouri, Autumn Rowe, Sandy Wilhelm, sendo que a produção ficou a cargo deste último sob o seu nome artístico Sandy Vee e The Young Boys. A música estreou a 15 de julho de 2011 na estação de rádio BBC Radio 1 e foi disponibilizada digitalmente a 2 de setembro do mesmo ano nas lojas iTunes Store e Amazon. Além da versão original, a faixa foi comercializada com remisturas por Afrojack, Cahill, Alex Gaudino e Jason Rooney. A sua gravação ocorreu para integrar no terceiro álbum de estúdio de Lewis, Glassheart, mas não chegou a ser incluída no seu alinhamento final.

"Collide"
Na imagem, com um fundo constituído por paredes com fachadas brancas e pretas, está uma mulher de pele morena e longos cabelos castanhos. Possui um vestido que é metade laranja e rosa, com uma faixa em amarelo dourado a meio na bacia. Tem a sua mão esquerda na anca e a direita no pescoço com o braço levantado à medida. Em letras brancas, no canto superior, está escrito "Leona Lewis", seguindo-se "/Avicii" e abaixo "Collide".
Single de Leona Lewis e Avicii
Lançamento 2 de setembro de 2011 (2011-09-02)
Formato(s) Descarga digital
Género(s) House
Duração 3:59
Editora(s) J, Syco
Composição Tim Berg, Simon Jeffes, Arash Pournouri, Autumn Rowe, Sandy Wilhelm
Produção Sandy Vee, The Young Boys
Cronologia de singles de Leona Lewis
Cronologia de singles de Avicii

Após o seu lançamento, Avicii afirmou que Leona e a sua editora discográfica Syco Music tinham utilizado amostras da sua obra "Penguin" sem a sua autorização e acusou-os de plágio. Antes de que a queixa, movida pelo DJ e pela sua equipa chegasse aos tribunais, a Syco anunciou que o tema passaria a ser uma parceria entre os dois músicos. A nível musical, a canção possui o género musical house e a sua melodia é composta através de vocais, juntando acordes de guitarra e piano. Liricamente, a cantora fala sobre o amor e a forma de permanecer junto a alguém que se ama através das mudanças na vida. Os críticos não foram unânimes nas suas análises, sendo que alguns elogiaram o desempenho vocal de Leona e compararam a "Firework" por Katy Perry, no entanto, criticaram negativamente a sua estrutura musical. Comercialmente, atingiu as cinco melhores posições em tabelas musicais de países como a Escócia, Irlanda e Reino Unido, conseguindo chegar à liderança da Billboard Dance/Club Play Songs dos Estados Unidos.

O vídeo musical, dirigido por Ethan Ladder, foi gravado em Malibu, na Califórnia. Estreado a 26 de agosto de 2011, foi descrito como "uma bela peça cinematográfica que mostra a beleza natural" da artista, além de ser adjetivado de "convidativo, sensual e orgânico". A faixa recebeu várias interpretações ao vivo como parte da sua divulgação, como no programa do Reino Unido Red or Black? e na discoteca londrina G-A-Y, além de ter sido incluída no alinhamento da digressão Glassheart Tour. Na cerimónia de prémios Grammy Awards de 2012, a remistura por Afrojack estava nomeada na categoria "Best Remixed Recording", mas acabou por perder para a mistura de Skrillex em "Cinema" de Benny Benassi.

Índice

Antecedentes e lançamentoEditar

Leona começou a planear o seu terceiro álbum Glassheart em junho de 2010, após concluir a sua primeira digressão como cabeça de cartaz, The Labyrinth.[1] A 14 de julho de 2011, a cantora anunciou através da sua conta oficial no Twitter que a canção iria estrear no dia seguinte através do programa de rádio da BBC Radio 1, The Scott Mills Show. "Estou entusiasmada para saber o que vão achar quando amanhã sintonizarem o programa de Scott Mills na Radio One para ouvirem em exclusivo o meu single de verão 'Collide'", afirmou na rede social.[2][3] No que diz respeito à música, Lewis falou sobre a sua escolha como primeira faixa de trabalho, afirmando o seguinte:[3]

A obra foi enviada para as rádios australianas a 22 de agosto de 2011,[4] sendo disponibilizada a 2 de setembro do mesmo ano na iTunes Store de vários países em formato digital em forma de extended play (EP). Além da versão original, o conjunto contém remisturas realizadas por Afrojack, Cahill, Alex Gaudino e Jason Rooney.[5] Na Alemanha, o single apenas foi comercializado através da sua variante normal em conjunto com a mistura por Afrojack.[6] Glassheart tinha lançamento planeado para novembro de 2011 sucedendo-se a "Collide",[7] no entanto, foi adiado por diversas vezes até ao início do ano de 2012,[8] cancelado posteriormente até ao verão,[9] antes de ser anunciado para Outubro do mesmo ano.[10]

Controvérsia com AviciiEditar

 
O DJ e produtor sueco Avicii (foto) acusou Lewis e a sua editora de utilizarem amostras da sua obra "Penguin" sem a sua autorização.

Logo após a estreia de "Collide" nas rádios britânicas, a canção recebeu várias comparações à faixa instrumental "Penguin" do DJ e produtor sueco Avicii,[11] que por sua vez usa demonstrações de "Perpetuum Mobile" por Penguin Cafe Orchestra.[11][12] Originalmente, o single apenas creditava Lewis como única artista, o que motivou uma ação judicial contra a cantora e a sua editora discográfica Syco Music, sendo que Avicii alegou que tinham utilizado a sua versão sem a sua permissão. De acordo com Ash Pournouri, agente do DJ, este pensou que a intérprete apenas iria utilizar os arranjos originais da orquestra.[11] "Estávamos com a impressão de que estavam a utilizar o original. Acabaram por copiar a nossa versão. Nós nunca permitimos que a Syco a utilizasse. Os direitos [de autor] da primeira amostra pertencem a Simon Jeffes (Penguin Cafe Orchestra) e aprovação para o uso da sua composição não está sob o nosso controlo", afirmou o profissional.[11] Como parte do processo iniciado por não receber créditos em "Collide", Avicii tentou suspender o lançamento da música até ser alcançado um acordo entre ambas as partes.[13]

Após o caso chegar ao tribunal, Lewis recorreu à sua conta no Twitter e afirmou que o sueco estava plenamente consciente que estavam a ser utilizadas demonstrações da sua obra, e a artista ainda relatou que o produtor estava ciente e concordou que os lucros da publicação fossem divididos consigo e com a sua gerência. "Apaixonei-me por completo pela sua versão e acho que ele é super-talentoso", afirmou.[14] A Syco também respondeu à alegação, afirmando que a ideia sempre foi que os dois artistas colaborassem e fossem ambos creditados na faixa.[14] Em resposta, Avicii acusou Leona e a sua editora de estarem a mentir sobre o facto de terem trabalhado em conjunto, e referiu o seguinte através da mesma rede social: "Obrigado por me acusarem de mentir e falar em meu nome. Uma vez que nunca nos conhecemos ou mesmo falámos, por favor, deixe-me saber, a mim e ao meu agente, quem vos disse isso e que tipo de confirmação vos deram".[15] Horas antes de ambas as organizações discográficas aparecerem na audiência em tribunal, a Syco divulgou um comunicado a revelar que tinham chegado a um acordo e que Avicii seria creditado como convidado em "Collide", enquanto que Lewis permanecia como principal.[11] O DJ ficou satisfeito com o resultado final, afirmando que "estava feliz por ter resolvido tudo com Leona". "A música é a resposta... Chegámos finalmente a um acordo sobre as nossas questões... [Estou] tão feliz de seguir em frente e concentrar-me em fazer-mos sucesso juntos", considerou o sueco.[16] Lewis salientou que Avicii é um talento, e que consideraram que "deve ser-lhe dado o justo crédito por ter criado este sucesso".[15]

Estilo musical e letraEditar

 
Demonstração de 28 segundos de "Collide", definida no tempo de assinatura moderado com um metrónomo de 128 batidas por minuto.

Problemas para escutar este arquivo? Veja a ajuda.

"Collide" é uma canção de tempo moderado que incorpora elementos de estilo house,[17] produzida por Sandy Vee e The Young Boys,[18] e com duração de três minutos e cinquenta e nove segundos (3:59).[5] O seu arranjo foi construído com vocais, acordes de guitarra e piano.[19] De acordo com a partitura publicada pela EMI Music Publishing, a música é definida no tempo de assinatura moderado com um metrónomo de 128 batidas por minuto. Composta na chave de fá maior com um alcance vocal que vai desde da nota baixa de fá com quatro oitavas, para a nota mais alta de si bemol de cinco.[19]

A letra foi escrita por Tim Berg, Simon Jeffes, Arash Pournouri, Autumn Rowe e Sandy Wilhelm.[20][21] Liricamente, a cantora fala sobre o amor e a forma de permanecer junto a alguém que se ama através das mudanças na vida, destacado na passagem "Eu vou animar-te quando estiveres em baixo / Estar lá quando mais ninguém estiver por perto / Estou em sintonia com o que sentes / Tudo isto é real / Quando estiveres em lugares estranhos / Conta comigo para as mudanças da vida".[22] Amy Sciarretto, do sítio Popcrush, observou que Lewis parecia estar a conter os seus vocais na música, afirmando que "exerce uma contenção incrível que não a deixa tornar-se notável, [aquela de] encher uma sala, a voz invejável à qual estamos acostumados".[22] Sciarretto continuou a sua análise ao escrever que, no final da canção, a artista não apresenta qualquer limitação, provocada por um dispositivo comum utilizado na produção que permite o cantor criar tensão.[22] A editora concluiu dizendo que Leona, na passagem "Choca comigo / A toda a velocidade", permite não conter o desempenho dos seus poderes vocais e entrega-o com "poder e amplitude".[22]

Receção pela críticaEditar

 
"Collide" recebeu comparações a "Firework" por Katy Perry (foto).

Após o seu lançamento, a canção não recebeu opiniões unânimes por parte dos média especializados. Lewis Corner, do sítio Digital Spy, elogiou o tema, considerando que Leona combina a sua capacidade de transmitir a letra de baladas poderosas numa melodia orientada à dança.[23] O editor notou semelhanças com "Firework" de Katy Perry, produzida também por Sandy Vee, no entanto, assinalou que Lewis canta "Collide" de uma maneira que distancia o nível de comparação.[23] Amy Sciarretto do Popcrush atribuiu três de cinco estrelas possíveis, elogiou os vocais da artista e adjetivou-os de "apelativos e cativantes".[22] Sciarretto afirmou ainda que este estilo era algo que os fãs estavam à espera.[22]

Katherine St. Asaph, do Popdust, foi crítica em relação ao single, pois embora tenha salientado que a cantora se aventurou no estilo de dança, onde músicos como David Guetta e Kylie Minogue tiveram grande sucesso, e que tem uma voz emblemática em relação a ambos, a editora sentiu que faltou entrega.[24] St. Asaph escreveu que "os versos de duas notas letárgicas fazem a sua voz soar menos rouca e depois entediada, uma emoção que single de retorno nunca deve evocar".[24] Michael Cragg, do jornal The Guardian, sentiu que a obra parecia construir-se e soltar-se na hora errada, além de que a sua estrutura não era coesa.[17] Cragg concluiu que Leona faz um "trabalho razoável como uma diva de dança" e notou as semelhanças entre "Collide" e "Penguin".[17] Dara Hickey do portal Unreality Shout classificou a canção com três estrelas de cinco prováveis e também comparou a sua sonoridade à de Perry, contudo, considerou que "se esta é a nova direção que Lewis quer seguir, coloca os benefícios e perdas numa estranha justaposição. Porque, por um lado, poderia pelo menos dar aos ouvintes uma razão para ficar por perto e ouvir os seus anseios vocais omnipotentes, mas por outro, poderia significar que se transformava em outra ingénua a vender o mesmo som que centenas de outras".[25]

Além da atenção por parte dos média, a remistura por Afrojack recebeu uma nomeação na categoria "Best Remixed Recording, Non-Classical" na cerimónia anual de 2012 dos Grammy Awards, no entanto, acabou por perder para Skrillex com "Cinema" de Benny Benassi.[26]

Vídeo musicalEditar

O vídeo musical foi dirigido por Ethan Ladder e foi filmado em Malibu, na Califórnia.[27][28] O tratamento para o cenário do projeto foi descrito como "uma bela peça cinematográfica que mostra a beleza natural de Leona Lewis. Vai ser convidativo, sexy e orgânico. Será uma propagação de moda e movimento. É sobre encontrar a beleza nas coisas mais simples da vida. Estamos à procura de homens e mulheres bonitas para ajudar a definir o tom para este vídeo. Estas pessoas precisam de corresponder à vibração de Leona e precisam de serem capazes de se divertirem".[27] O diretor também afirmou que os os modelos que iriam aparecer no trabalho deviam ter um estilo Abercrombie & Fitch e que "pequenas tatuagens" eram aceites.[27] Na maior parte do tempo, a cantora percorre uma praia numa variedade de configurações diferentes, como quando está sentada num velho cabriolet, em que está rodeada pelos seus amigos, com biquíni com bolhas desenhadas.[29] Noutros cenários, a artista a percorrer o areal à beira-mar, bem como sentada em redor de uma fogueira na praia. Ryan Love, do Digital Spy, elogiou o vídeo, dizendo que "mostra Lewis com um novo visual enquanto convive com os amigos na passagem do dia para a noite".[28] Robbie Daw, do Idolator, comparou "a imagem de festa" ao teledisco de Katy Perry para "Teenage Dream".[30]

DivulgaçãoEditar

A primeira interpretação ao vivo da faixa foi no primeiro episódio do game show britânico Red or Black?.[28][31] Nessa mesma noite, a 4 de Setembro de 2011, Leona voltou a cantar "Collide" em conjunto com um mini-alinhamento na discoteca de Londres chamada G-A-Y.[31] O desempenho consistiu em rotinas de dança "atrevidas" com bailarinos masculinos praticamente nus, sendo que a cantora tinha um vestido preto de comprimento até ao joelho, com um emblema em forma de coração vermelho no peito.[32] Nadia Sam-Dalir do jornal The Sun considerou que a artista "tinha trocado a sua imagem recatada" em favor da "sua rotina de dança mais atrevida de sempre, cercada por musculosos pedaços de peito nu".[32] O tema foi igualmente divulgado durante o festival Radio 1's Hackney Weekend a 24 de maio de 2012.[33] Fez parte de uma lista de canções que era constituída por "Coming Home", originalmente de Diddy-Dirty Money e acompanhada em palco pelo rapper Wretch 32, além de outros registos da carreira de Lewis, como "Better in Time", "Bleeding Love", "Run", e uma nova faixa do disco Glassheart, "Come Alive".[33] Por fim, a obra também fez parte do alinhamento da digressão de 2013 intitulada Glassheart Tour, como quarta no alinhamento dos concertos.[34]

Faixas e formatosEditar

A versão single de "Collide" na Alemanha contém duas faixas, a original com duração de quatro minutos e um segundo e uma remistura com cinco minutos e cinquenta e cinco segundos.[6] Na iTunes Store foi lançado um extended play (EP) com cinco músicas.[5]

Descarga digital[6]
N.º Título Duração
1. "Collide"   4:01
2. "Collide" (Afrojack Remix) 5:55
Descarga digital (EP)[5]
N.º Título Duração
1. "Collide" (Radio Edit) 3:59
2. "Collide" (Extended Version) 6:47
3. "Collide" (Afrojack Remix) 5:53
4. "Collide" (Alex Gaudino & Jason Rooney Remix) 7:37
5. "Collide" (Cahill Remix) 6:18

Desempenho nas tabelas musicaisEditar

A canção fez a sua estreia nas tabelas musicais nos Estados Unidos, onde debutou na Dance/Club Play Songs na trigésima segunda posição na semana com término a 20 de agosto de 2011.[35] Na edição seguinte, conseguiu ascender ao 22.º lugar,[36] seguindo-se o 16.º.[37] A sua entrada nas dez mais vendidas foi a 17 de setembro, alcançando a sexta posição.[38] Na sétima semana de permanência, a música atingiu a liderança da lista, em 1 de outubro, com reconhecimento de melhor desempenho nesse mesmo período.[39] Tornou-se no seu primeiro registo a conseguir o primeiro lugar na Hot Dance Club Songs e apenas o segundo a vigorar na tabela, sucedendo a "Bleeding Love" em 2008.[39] Na Irlanda, estreou na terceira posição a 8 de setembro de 2011,[40] conseguindo a melhor estreia dessa mesma semana.[41]

O seu desempenho comercial revelou-se ainda na Escócia e no Reino Unido,[42][43] onde atingiu o quarto lugar como melhor posição nas respetivas tabelas musicais principais. Em Portugal, "Collide" fez a sua entrada direta para a 25.ª posição da tabela do país.[44]

Histórico de lançamentoEditar

"Collide" estreou nas rádios britânicas a 15 de julho de 2011. Posteriormente, foi enviada para as estações australianas a 22 de agosto de 2011 e disponibilizada na iTunes Store de vários países a 2 de setembro. Exclusivamente, o seu lançamento na Alemanha ocorreu a 16 do mesmo mês mas na loja Amazon.

País Data Formato Editora discográfica
  Austrália[4] 22 de agosto de 2011 Rádio mainstream Syco, Sony Music
  Áustria[49] 2 de setembro de 2011 Descarga digital
  Brasil[50]
  Estados Unidos[51]
  França[52]
  Irlanda[53]
  Itália[54]
  Portugal[5]
  Reino Unido[55]
  Suíça[56]
  Alemanha[6] 16 de setembro de 2011

Referências

  1. «Leona Lewis and Toni Braxton Could Team Up for American Tour» (em inglês). Aceshowbiz. 28 de Maio de 2010. Consultado em 10 de Setembro de 2013 
  2. Ryan Love (14 de Julho de 2011). «Leona Lewis announces new single 'Collide'» (em inglês). Digital Spy. Consultado em 10 de Setembro de 2013 
  3. a b Richard James (15 de Julho de 2011). «Leona Lewis' new single Collide to premiere on Radio 1» (em inglês). Metro. Consultado em 10 de Setembro de 2013 
  4. a b «Issue 850 - Singles» (em inglês). The Music Network. Consultado em 8 de Setembro de 2013. Cópia arquivada em 17 de junho de 2012 
  5. a b c d e «Collide (Remixes) - EP by Leona Lewis / Avicii». iTunes Store. Consultado em 8 de Setembro de 2013 
  6. a b c d «Collide: Amazon.de» (em alemão). Amazon. Consultado em 8 de Setembro de 2013 
  7. «Leona Lewis – Leona Lewis' Album Pushed Back Again» (em inglês). Contact Music. 25 de Janeiro de 2012. Consultado em 10 de Setembro de 2013 
  8. Lewis Corner (20 de Setembro de 2011). «Leona Lewis album Glassheart release date announced» (em inglês). Digital Spy. Consultado em 10 de Setembro de 2013 
  9. DeeKay (25 de Janeiro de 2011). «Leona Lewis' third album 'Glassheart' release pushed back to November» (em inglês). Soul Culture. Consultado em 23 June 2012  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  10. Lewis Corner; Martin Martinovic (23 de Junho de 2012). «Leona Lewis discusses new tracks at Hackney Weekend» (em inglês). Digital Spy. Consultado em 10 de Setembro de 2013 
  11. a b c d e «Leona Lewis backs down over new single Collide» (em inglês). BBC. 16 de Agosto de 2011. Consultado em 17 de Setembro de 2013 
  12. Gordon Smart (16 de Julho de 2011). «Leona and DJ collide over track» (em inglês). The Sun. Consultado em 17 de Setembro de 2013 
  13. Josh Halliday (16 de Agosto de 2011). «Leona Lewis resolves legal dispute with Swedish DJ over new single» (em inglês). The Guardian. Consultado em 17 de Setembro de 2013 
  14. a b Steve Holden (16 de Agosto de 2011). «Leona Lewis' label denies copying Avicii dance track» (em inglês). BBC. Consultado em 17 de Setembro de 2013 
  15. a b «Swedish DJ Tim Berg is fighting to stop the release of her single, Collide» (em inglês). MTV. 7 de Agosto de 2011. Consultado em 17 de Setembro de 2013 
  16. «Leona Lewis resolves dispute with DJ Avicii over new single» (em inglês). The Daily Telegraph. 17 de Agosto de 2011. Consultado em 17 de Setembro de 2013 
  17. a b c Michael Cragg (18 de Julho de 2011). «New music: Leona Lewis – Collide» (em inglês). The Guardian. Consultado em 13 de Setembro de 2013 
  18. «Producer of Leona Lewis' 'Collide' Responds to Plagiarism Rumor» (em inglês). Aceshowbiz. 12 de Julho de 2011. Consultado em 12 de Setembro de 2013 
  19. a b «Collide – Leona Lewis – Digital Music Sheet» (em inglês). Musicnotes. Consultado em 12 de Setembro de 2013 
  20. «COLLIDE» (em inglês). ASCAP. Consultado em 12 de Setembro de 2013 
  21. «COLLIDE (Legal Title)» (em inglês). Broadcast Music Incorporated. Consultado em 12 de Setembro de 2013 
  22. a b c d e f Amy Sciarretto (17 de Julho de 2011). «Leona Lewis 'Collide' – Song Review» (em inglês). Popcrush. Consultado em 12 de Setembro de 2013 
  23. a b Lewis Corner (15 de Julho de 2011). «Can Leona Lewis's 'Collide' put her back on top?» (em inglês). Digital Spy. Consultado em 13 de Setembro de 2013 
  24. a b Katherine St. Aspah (15 de Julho de 2011). «The Single's Bar: Leona Lewis 'Collide'» (em inglês). Popdust. Consultado em 13 de Setembro de 2013 
  25. Dara Hickey (10 de Setembro de 2011). «Single Review: Leona Lewis / Avicii - 'Collide'» (em inglês). Unreality Shout. Consultado em 13 de Setembro de 2013. [web.archive.org/web/20131104211633/http://unrealityshout.com/blogs/single-review-leona-lewis-avicii-collide Cópia arquivada em 4 de novembro de 2013] Verifique valor |arquivourl= (ajuda) 
  26. Scott Shetler (12 de Fevereiro de 2012). «Skrillex Wins 2012 Grammy Award for Best Remixed Recording» (em inglês). PopCrush. Consultado em 13 de Setembro de 2013 
  27. a b c Dean Piper (24 de Julho de 2011). «Leona Lewis casts for the 'Collide' video» (em inglês). Daily Mirror. Consultado em 15 de Setembro de 2013 
  28. a b c Ryan Love (26 de Agosto de 2011). «Leona Lewis debuts beach-themed 'Collide' video» (em inglês). Digital Spy. Consultado em 15 de Setembro de 2013 
  29. «Leona Lewis Flaunts Bikini Body in Collide video» (em inglês). Rap-Up. 24 de Agosto de 2011. Consultado em 15 de Setembro de 2013 
  30. Robbie Daw (26 de Agosto de 2011). «Leona Lewis Collide Video» (em inglês). Idolator. Consultado em 15 de Setembro de 2013 
  31. a b Ryan Love (5 de Setembro de 2011). «Exclusive: Leona Lewis debuts "hypnotic" third album 'Glassheart' title track: Video» (em inglês). Digital Spy. Consultado em 9 de Setembro de 2013 
  32. a b «Leona Lewis's raunchy dance moves» (em inglês). The Sun. 5 de Setembro de 2011. Consultado em 9 de Setembro de 2013 
  33. a b «Leona Lewis: Opening Radio 1's Hackney Weekend was fun» (em inglês). BBC. 24 de Maio de 2012. Consultado em 9 de Setembro de 2013 
  34. Lewis Corner (17 de Abril de 2013). «Leona Lewis begins 'Glassheart' tour in Germany - pictures» (em inglês). Digital Spy. Consultado em 9 de Setembro de 2013 
  35. «Week of August 20, 2011» (em inglês). Billboard. Consultado em 20 de Setembro de 2013 
  36. «Week of August 27, 2011» (em inglês). Billboard. Consultado em 20 de Setembro de 2013 
  37. «Week of September 3, 2011» (em inglês). Billboard. Consultado em 20 de Setembro de 2013 
  38. «Week of September 17, 2011» (em inglês). Billboard. Consultado em 20 de Setembro de 2013 
  39. a b c «Dance/Club Play Songs Songs - Week of October 01, 2011» (em inglês). Billboard. Consultado em 8 de Setembro de 2013 
  40. «Top 50 Singles, Week Ending 8 September 2011» (em inglês). Irish Recorded Music Association. Consultado em 20 de Setembro de 2013 
  41. Ryan Love (9 de Setembro de 2011). «Maroon 5 continue Irish chart reign, Leona Lewis scores highest new entry» (em inglês). Digital Spy. Consultado em 20 de Setembro de 2013 
  42. a b «Archive Chart» (em inglês). The Official Charts Company. Consultado em 8 de Setembro de 2013 
  43. a b «Archive Chart » Singles Chart» (em inglês). The Official Charts Company. Consultado em 8 de Setembro de 2013 
  44. a b Alan Jones. «Portugal Digital Songs 2010-11-27». Artistas&Espectáculos. Consultado em 8 de Setembro de 2013. Cópia arquivada em 4 de Fevereiro de 2012 
  45. «Leona Lewis / Avicii – Collide austriancharts.at» (em inglês). Hung Medien. Consultado em 8 de Setembro de 2013 
  46. «Ultratop.be - Leona Lewis / Avicii – Collide» (em alemão). Hung Medien. Consultado em 8 de Setembro de 2013 
  47. «SNS IFPI» (em eslovaco). IFPI República Checa. Consultado em 8 de Setembro de 2013 
  48. «Best of 2011: Dance/Club Songs (41–50)» (em inglês). Billboard. Consultado em 8 de Setembro de 2013 
  49. «Collide (Remixes) - EP by Leona Lewis / Avicii» (em alemão). iTunes Store. Consultado em 8 de Setembro de 2013 
  50. «Collide (Remixes) - EP de Leona Lewis / Avicii». iTunes Store. Consultado em 8 de Setembro de 2013 
  51. «Collide (Remixes) - EP by Leona Lewis / Avicii» (em inglês). iTunes Store. Consultado em 8 de Setembro de 2013 
  52. «Collide (Remixes) - EP par Leona Lewis / Avicii» (em francês). iTunes Store. Consultado em 8 de Setembro de 2013 
  53. «Collide (Remixes) - EP by Leona Lewis / Avicii» (em inglês). iTunes Store. Consultado em 8 de Setembro de 2013 
  54. «Collide (Remixes) - EP di Leona Lewis / Avicii» (em italiano). iTunes Store. Consultado em 8 de Setembro de 2013 
  55. «Collide (Remixes) - EP by Leona Lewis / Avicii» (em inglês). iTunes Store. Consultado em 8 de Setembro de 2013 
  56. «Collide (Remixes) - EP von Leona Lewis / Avicii» (em alemão). iTunes Store. Consultado em 8 de Setembro de 2013 

Ligações externasEditar