O Colomban Cri-Cri é um avião civil para um tripulante, que entrou para o livro dos recordes por ser o menor avião bimotor do mundo. Foi desenvolvido e produzido na década de 1970 pelo engenheiro aeronáutico francês Michel Colomban.

Colomban Cri-Cri
Colomban Cri-Cri
Um Cri-Cri de uso experimental
Descrição
Tipo / Missão Avião experimental de uso recreativo
País de origem  França
Fabricante Michel Colomban
Primeiro voo em 1973 (51 anos)
Tripulação 1
Especificações
Dimensões
Comprimento 3,9 m (12,8 ft)
Envergadura 4,9 m (16,1 ft)
Altura 3,1 m (10,2 ft)
Peso(s)
Peso vazio 78 kg (172 lb)
Peso máx. de decolagem 170 kg (375 lb)
Propulsão
Motor(es) 2 x JPX Engines PUL 212
Performance
Velocidade máxima 220 km/h (119 kn)
Velocidade de cruzeiro 185 km/h (99,9 kn)
Alcance (MTOW) 463 km (288 mi)
Teto máximo 3 700 m (12 100 ft)
Razão de subida 6.6 m/s

É uma aeronave de asa baixa, com cabine em bolha, com trem de pouso triciclo e dois motores montados no pylon frontal em configuração por tração, com capacidade para fazer acrobacia aérea.

Variantes editar

  • MC-10 Cri-Cri - Modelo com velocidade de cruzeiro de 170km/h (92 nós) e alcance de 750km (405 milhas náuticas).
  • MC-12 Cri-Cri - Modelo com velocidade de cruzeiro de 185km/h (100 nós) e alcance de 500km (270 milhas náuticas).
  • MC-15 Cri-Cri - Modelo com dois motores JPX PUL 212.
  • MC-15J Cri-Cri Jet - versões experimentais com dois motores a jato, modificados por pilotos amadores a partir do modelo comum. Alguns exemplares foram construídos e ainda estão em uso.

Uso editar

Por ser uma aeronave recreativa, existem muitas modificações da aeronave, em 2010, a EADS fez uma versão modificada do Cri-cri com 4 motor elétricos, o que fez do avião ser o menor quarimotor da história.[1], ainda no mesmo ano, a Electravia fez uma modificação com motor eletrico e conseguiu uma velocidade de 262 km/h.

 
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Colomban Cri-Cri

Referências

  1. «Cópia arquivada». Consultado em 29 de junho de 2010. Cópia arquivada em 29 de junho de 2010