Abrir menu principal
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde janeiro de 2014). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Disambig grey.svg Nota: Se procura por outras acepções, veja EADS.

Airbus Group SE (até dezembro de 2013 EADS, que significa European Aeronautic Defence and Space Company) é uma corporação europeia do ramo aeroespacial. O grupo EADS surgiu de uma fusão em 10 de julho de 2000 das empresas DaimlerChrysler Aerospace (DASA) da Alemanha, Aérospatiale da França e Construcciones Aeronáuticas (CASA) da Espanha e, desde então, desenvolveu-se, tornando-se a segunda maior empresa aeroespacial europeia, depois da BAE Systems.

Em julho de 2013, a EADS, através de seu CEO, Thomas Enders[1] anunciou uma reorganização em três divisões e a mudança de seu nome para Airbus, adotando uma aparência semelhante a de sua rival Boeing em uma aposta para se tornar mais competitiva. Na virada de 2013/14, o grupo adquiriu o nome de uma subsidiária Airbus, para enfatizar a sua importância. Até janeiro de 2014, a EADS foi responsável pelo desenvolvimento e venda de aviões civis e militares, assim como mísseis, foguetes espaciais e sistemas relacionados, tendo sido acionista da Indústria Aeronáutica de Portugal (OGMA), entre outras.[2]

Em janeiro de 2014, foi criada a Airbus Defence and Space,[3] divisão da Airbus voltada para os setores aeroespacial, defesa e aviação militar, formada por três das divisões da extinta EADS (Astrium, Cassidian e Airbus Military). Uma outra divisão da EADS, a Eurocopter, passou a ser Airbus Helicopters.

Índice

DivisõesEditar

 
Míssil ar-ar MICA

O Grupo Airbus é formado por três divisões de negócios:[4]

AirbusEditar

 Ver artigo principal: Airbus

Produz a linha comercial de aeronaves do grupo. É a maior divisão em faturamento e número de empregados. Entre seus produtos, estão aeronaves como o A330 e o A380.

Airbus Defence and SpaceEditar

 Ver artigo principal: Airbus Defence and Space

Divisão do grupo formada pelas extintas divisões da EADS, Airbus Military, Astrium e Cassidian. É formada por quatro unidades:

Sistemas espaciaisEditar

Produz satélites para aplicação em defesa e segurança, telecomunicações, proteção ambiental, veículos lançadores e sistemas propulsores. Alguns de seus produtos são o satélite Skynet e o veículo lançador Ariane.

Aviação militarEditar

Produz aeronaves de aplicação militar, como o C-295, A330 MRTT, o A400M e o caça Eurofighter.

Comunicações, inteligência e segurançaEditar

Unidade voltada para equipamentos de segurança de fronteiras, como radares, satélites e VANTs (veículos aéreos não tripulados).

Sistemas eletrônicosEditar

Sistemas de vigilância termo-sensíveis e miras telescópicas.

 
Airbus Helicopters EC-135

Airbus HelicoptersEditar

 Ver artigo principal: Airbus Helicopters

Formada a partir da extinta Eurocopter, produz a linha de helicópteros do grupo, como o Super Puma e EC-135

Referências

  1. Andrew Chuter (31 de julho de 2013). «EADS Announces Name Change, Restructuring» (em inglês). Defencenews 
  2. http://br.reuters.com/article/businessNews/idBRSPE96U01520130731
  3. «Airbus Defence and Space» (em inglês). Airbus Defence and Space. 2014 
  4. «What we do». Grupo Airbus. 2014. Consultado em 30 de julho de 2014. Arquivado do original em 6 de fevereiro de 2015