Abrir menu principal

Conclave de janeiro de 1276

Conclave de janeiro de 1276
O Papa Inocêncio V
Data e localização
Pessoas-chave
Decano Pedro Julião
Camerlengo Raynaldus Marci
Protodiácono Riccardo Annibaldi[1][2]
Eleição
Eleito Papa Inocêncio V
(Pierre de Tarentaise)
Participantes 15 (13 presentes)
Escrutínios 1
Cronologia
Eleição papal de 1268–1271
Conclave de julho de 1276
Brasão papal de Sua Santidade o Papa Inocêncio V

O conclave papal ocorrido entre 21 a 22 de janeiro de 1276 resultou na eleição do cardeal Pierre de Tarentaise como Papa Inocêncio V depois da morte do Papa Gregório X[1]. Foi o primeiro conclave da história.

Ubi periculumEditar

Esta foi a primeira eleição papal celebrada sob as normas da constituição apostólica Ubi periculum emitida pelo Papa Gregório X em 1274, que estabelecia as normas para os conclaves papais. De acordo a Ubi periculum, os cardeais ficariam reclusos em uma área fechada, que não teria sequer alguma habitação separada. Além disso, nenhum cardeal teria permitido o acompanhamento de mais de um servidor, a menos que o prelado se encontrasse enfermo. A comida era ministrada por uma janela: depois do terceiro dia de reunião, os cardeais receberiam somente um prato ao dia, depois do quinto dia, só receberiam pão e água. Durante o conclave, o cardeal não podia receber seus recursos eclesiásticos.

Ainda que em várias ocasiões anteriores quando ocorria a eleição de um novo papa era feito em circunstâncias similares às descritas pela Ubi periculum, pela primeira vez esta seria feita formalmente sob a lei da Igreja. Por esta razão, esta eleição papal é considerada o primeiro conclave papal na história no sentido estritamente jurídico.[1]

Sacro ColégioEditar

O Papa Gregório X morreu em 10 de janeiro de 1276, em Arezzo. No momento de sua morte, provavelmente havia 15 cardeais no Colégio Cardinalício, mas só 13 deles participaram do conclave. Destes, 7 deles foram criados pelo Papa Urbano IV, 4 pelo Papa Gregório X e 1 pelo Papa Gregório IX. Entretanto, dois cardeais estavam ausentes, entre eles um criado por Urbano IV e outro pelo Papa Inocêncio IV.[1]

Cardeais presentesEditar

AusentesEditar

ConclaveEditar

No primeiro escrutinio do primeiro dia de isolamento, foi eleito por unanimidade o cardeal francês Pierre de Tarentaise, bispo de Ostia e Velletri, que tomou o nome de Inocêncio V. Ele foi o primeiro Papa da Ordem Dominicana ou dos Pregadores.[1]

Referências

Ligações externasEditar

BibliografiaEditar