Papa Inocêncio IV

Inocêncio IV
Papa da Igreja Católica
180° Papa da Igreja Católica
Atividade eclesiástica
Diocese Diocese de Roma
Eleição 25 de junho de 1243
Entronização 28 de junho de 1243
Fim do pontificado 7 de dezembro de 1254 (11 anos)
Predecessor Celestino IV
Sucessor Alexandre IV
Ordenação e nomeação
Ordenação episcopal 28 de junho de 1243
Nomeado arcebispo 25 de junho de 1243
Cardinalato
Criação 18 de setembro de 1227
por Papa Gregório IX
Ordem Cardeal-presbítero
Título São Lourenço em Lucina
Papado
Brasão
C o a Fieschi Popes.svg
Consistório Consistórios de Inocêncio IV
Dados pessoais
Nascimento Manarola[1][2], Itália,
1195
Morte Nápoles, Itália
7 de dezembro de 1254 (59 anos)
Nacionalidade italiano
Nome nascimento Sinibaldo Fieschi
Progenitores Mãe: Beatrice Grillo
Pai: Ugo, conte di Lavagna
Sepultura Catedral de Viterbo
dados em catholic-hierarchy.org
Categoria:Igreja Católica
Categoria:Hierarquia católica
Projeto Catolicismo
Lista de Papas

Papa Inocêncio IV (1195 – 7 de dezembro 1254), nascido Sinibaldo Fieschi, foi eleito em 25 de Junho de 1243, depois de dois anos de sede vacante. Lutou duramente contra o imperador Frederico II, Sacro Imperador Romano-Germânico. Por este motivo, teve que abandonar Roma. O imperador faleceu em 1250 e só nessa altura Inocêncio pôde regressar a Roma.[3]

O Papa Gregório IX previamente tinham enviado cartas ordenando a queima de todas as cópias do Talmud pela Europa Cristã. São Luís IX, rei da França, por causa destas cartas, criou um tribunal em Paris em 1240, que julgou o Talmud culpado de 35 acusações. Vinte e quatro carretas de Talmud foram queimadas.

Inicialmente, Inocêncio IV continuou a política de Gregório, ordenando que o Talmud fosse queimado em 1244. No entanto, um argumento foi apresentado alegando que isto era uma negação da política de tolerância da Igreja ao judaísmo. O novo Papa aceitou este argumento e no ano de 1247, reverteu a orientação e escreveu cartas para que o livro fosse censurado ao invés de queimado. Esta posição foi continuada por Papas seguintes.[4][5]

A 15 de Maio de 1252, promulgou a bula Ad extirpanda autorizando a tortura contra os hereges. [6]

Durante seu pontificado, houve a sétima cruzada, terminando com derrota para os cristãos.

Referências


Precedido por
Celestino IV
 
Papa

180.º
Sucedido por
Alexandre IV


O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Papa Inocêncio IV
  Este artigo sobre um papa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.