Abrir menu principal
Como ler uma infocaixa de taxonomiaConodonta
Ocorrência: Cambriano Superior - Triássico Superior
Conodontofórido (portador de conodontos)
Conodontofórido (portador de conodontos)
Classificação científica
Domínio: Eukaryota
Reino: Animalia
Sub-reino: Eumetazoa
Superfilo: Deuterostomia
Filo: Chordata
Classe: Conodonta
Ordens
Protoconodonta

Paraconodonta
Euconodonta

Conodonta (do grego kônos, cone + odontos, dentes) é uma classe de vertebrados primitivos, actualmente extintos, que existiu e evoluiu há mais de 540 milhões de anos, entre o Paleozóico e o início do Mesozóico (do Cambriano Superior até ao Triássico Superior).

Os conodontes foram descobertos por Christian Henrich Pander, no Siluriano do Báltico, em 1856, que os atribui a dentes de peixes. Desde então, inúmeras afinidades foram levantadas para o grupo. Em literatura antiga, foram comparados a algas, plantas vasculares e estruturas de invertebrados. Na literatura moderna, os conodontes foram comparados a cordados primitivos, espinhos bucais de quetognatos e estruturas de sustentação interna de órgãos filtradores de lofoforados. Somente em 1983, com a descoberta de um fóssil completo, no Carbonífero Inferior da Escócia por Briggs e colaboradores, que desvendou-se o enigma das afinidades dos conodontes.

Durante mais de um século, chamaram-se conodontes ao que hoje se conhece por elementos conodontes: elementos do aparato bucal deste animal.

Têm o corpo alongado, como vermes, com medidas médias de 2mm de largura por 40mm de comprimento, mas com barbatanas, músculos em forma de V, olhos e dentes – que são os órgãos que mais facilmente se podem encontrar – feitos de apatite (fosfato de cálcio).

Estas características levaram alguns autores a classificar estas formas entre os cordados. Existem várias formas de conodontes que durante algum tempo foram considerados uma linhagem dentro deste grupo:

  • Protoconodontes, os mais antigos
  • Paraconodontes
  • Euconodontes
  • Conodontes, os mais recentes

Uma análise cladística sugeriu que os Euconodontes e os Conodontes formam uma verdadeiro clado dentro dos vertebrados, mas em relação aos restantes, não há uniformidade de critérios. Alguns autores pensam que os Protoconodontes poderiam pertencer ao filo Chaetognatha.

ClassificaçãoEditar

Os conodontes são classificados como cordados primitivos, vertebrados e agnatos. Sweet (1988) divide os elementos denticulados em dois grandes grupos, os Cavidonti e os Conodonti. Os primeiros são lisos, Têm paredes finas e incluem os Protoconodontes e os Paraconodontes. São coniformes e possuem aparelhos unimembrados a quinqüimembrados. Surgiram no Eocambriano (Proconodontus) e persistiram até o Devoniano (Belodella, Dvorakia). Os Conodonti se originaram no Cambriano Superior, possuindo cavidade basal rasa, aparelhos sexi a septimembrados, com elementos ramiformes complexos e formas variadas de pectiniformes nas posições P. Sua distribuição vai do Neocambriano (Teridontus) ao Neotriássico (Epigondolella).

 
Elementos de conodontos provenientes da Pensilvânia e de Maryland, E.U.A.

ReferênciasEditar

  Este artigo sobre animais é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.