Constança da Normandia

Constança da Normandia (em francês: Constance de Normandie; Normandia, c. 1057/106113 de agosto de 1090)[1][2] foi a filha do rei Guilherme, o Conquistador e Matilde de Flandres. Ela se tornou Duquesa da Bretanha ao se casar com Alano IV, duque da Bretanha.

Constança da Normandia
Duquesa Consorte da Bretanha
Reinado 10861090
 
Cônjuge Alano IV, duque da Bretanha
Casa Normanda (por nascimento)
Cornouaille (por casamento)
Nascimento c. 1057/1061
  Normandia, França
Morte 13 de agosto de 1090 (29 anos) ou (33 anos)
  Bretanha, França
Enterro Igreja de St. Melaine, St Melans, Redon
Pai Guilherme I de Inglaterra
Mãe Matilde de Flandres

BiografiaEditar

É dito que Constança era a mais bem dotada de todas as filhas do rei. Por ser a favorita de sua mãe, a princesa demorou a casar-se, sendo oferecida em casamento a Alano IV em 1086, em Caen, na Normandia. O casal não teve nenhum filho.

Constança morreu em 13 de agosto de 1090, provavelmente envenenada. O historiador Guilherme de Malmesbury acreditava que ela havia sido envenenada pelo próprio marido, porém nada foi provado. A duquesa foi enterrada na Igreja de St. Melaine, em St Melans, Redon.[3]

Em 1672, sua tumba foi descoberta, e ao abri-la, encontraram fragmentos de um material feito de lã e uma cruz de chumbo gravada com um epitáfio inscrito com os nomes de seu pai, marido, e a data de sua morte.

AncestraisEditar

Referências