Copo americano

O copo americano é um modelo de copo desenvolvido e produzido na cidade de São Paulo em 1947 pela empresa Nadir Figueiredo, muito utilizado em padarias, bares e botecos do Brasil[1].

Ele é bastante semelhante com um copo soviético, desenhado em 1943 pela escultora Vera Mukhina.[2]

É utilizado para se tomar desde café até cachaça, sendo eleito nos anos 90 O melhor copo pra se tomar cerveja do Brasil. É também muito utilizado como medida em receitas, para bolos, macarrão instantâneo e medida de sabão em pó. É feito em vidro e tem 190 ml.

Pode se dizer que é um ícone do Brasil e que faz parte da história do país, tendo inclusive sido exposto em 2009 no MOMA de Nova York como um símbolo do design brasileiro. Seu desenho único é reconhecido como um dos grandes designs do Brasil, e tem a marca e desenho 3D patenteados pela fabricante Nadir Figueiredo S/A. Todo mérito deve ser atribuído ao próprio empresário Nadir Figueiredo.[3]

Em Belo Horizonte, também é conhecido como copo lagoinha. Supõe-se que ganhou este apelido por ser muito utilizado na zona boêmia de Belo Horizonte conhecido como Bairro Lagoinha. No mercado de atacadistas, é conhecido simplesmente por "Americano" ou "2010" - que é o seu código de referência interna (102010188) do fabricante Nadir Figueiredo S/A .

Referências

  1. PEGN (Julho 2010). «O copo do mundo». Kátia Simões. Consultado em 22 de outubro de 2017 
  2. Daniel Vila Nova (4 de junho de 2020). «Objeto de Análise: O americano de raízes soviéticas». Gama Revista. Consultado em 4 de junho de 2020 
  3. «ValorOnLine Valor Econômico - 28 April 2010». Valor Econômico. 28 de abril de 2010. Consultado em 28 de abril de 2010 
  Este artigo sobre um objeto é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.