Costa Ocidental (Cantábria)

comarca da Cantábria, Espanha

A Costa Ocidental é uma comarca do norte de Espanha, na província e comunidade autónoma da Cantábria, no litoral do mar Cantábrico. A sua capital é San Vicente de la Barquera e é constituída por treze municípios, cuja área conjunta é 318 km² e em 2021 tinham um total de 19 472 habitantes.[2]

Espanha Costa Ocidental 
  Comarca  
Comillas
Comillas
Localização
Localização da comarca da Costa Ocidental na Cantábria
Localização da comarca da Costa Ocidental na Cantábria
Costa Ocidental está localizado em: Espanha
Costa Ocidental
Localização de Costa Ocidental na Espanha
Coordenadas 43° 19' N 4° 20' O
País Espanha
Comunidade autónoma Cantábria
Província Cantábria
Administração
Capital San Vicente de la Barquera
Características geográficas
Área total [1] 318 km²
População total (2021) [2] 19 472 hab.
Densidade 61,2 hab./km²
Outras informações
Nº de municípios 8
Vista da ria de San Vicente de la Barquera e da Ponte de La Maza

Apesar de já existir uma lei para a divisão em comarcas da Cantábria desde 1999, esta ainda não foi regulamentada, pelo que a comarca, como as restantes da comunidade autónoma, não tem carácter administrativo oficial.[3] Devido a isso, os limites da comarca variam um conforme as fontes, embora todos os municípios que a integram tenham elementos característicos comuns; em algumas fontes, todos os municípios da Costa Ocidental à exceção de Santillana del Mar são também da comarca de Saja-Nansa (ver secção "Municípios"). A comarca estende-se a oeste até Unquera [es] (no município de Val de San Vicente), na foz do Deva, que marca o limite com as Astúrias. A leste estende-se até Ubiarco [es] (no município de Santillana del Mar), no limite com a comarca de Besaya. É na costa ocidental que desembocam dois dos principais rios cantábricos, o Deva e o Nansa [es], o mesmo acontecendo com o Escudo [es].

Limites da Costa Ocidental
Mar Cantábrico
Astúrias Rosa de los vientos.svg Comarca de
Besaya
Comarca de Saja-Nansa

DescriçãoEditar

A região tem um carácter semiurbano e tem muitas atrações turísticas, como praias, natureza, património histórico e arquitetónico, gastronomia e cultura em geral. Além de numerosas praias, centros históricos e monumentos, há um parque natural (de Oyambre [es]). Entre as principais atrações de carácter cultural destacam-se a Caverna de Altamira, um dos locais de arte rupestre mais importantes do mundo, a Colegiada de Santillana del Mar [es]) e, em Comillas, o Palácio de Sobrellano, Fundação Comillas [es] (antiga sede da Universidade Pontifícia Comillas e El Capricho (da autoria de Antoni Gaudí).

Os municípios mais conhecidos e que atraem mais turistas são Santillana del Mar, Comillas e San Vicente de la Barquera, os quais estão entre os principais destinos turísticos da Cantábria. Apesar de ser uma zona turística, ao contrário do que ocorreu na costa oriental, há muito pouca construção massiva, para o que poderá ter contribuído ter sido uma área de acesso relativamente difícil até à abertura dos troços mais ocidentais da Cantábria da autoestrada do Cantábrico, já no século XXI.

Municípios
Município Área
(km²)
População
(2021)[2]
Densidade
(hab./km²)
Alfoz de Lloredo 46,3 2 437 52,6
Comillas 18,6 2 117 113,8
Ruiloba 15,1 741 49,1
San Vicente de la Barquera 41,5 4 073 98,1
Santillana del Mar 28,5 4 231 148,5
Udías 19,7 930 47,2
Val de San Vicente 50,9 2 786 54,7
Valdáliga 97,8 2 157 22,1

Segundo algumas fontes, praticamente todos os municípios desta comarca fazem também parte da comarca de Saja-Nansa: em 2022 Turismo da Cantábria, apresentava San Vicente de la Barquera, Val de San Vicente e Valdáliga naquela comarca;[4] em 2008 o website de entidades locais do Ministério de Administraciones Públicas espanhol incluía San Vicente de la Barquera, Udías, Val de San Vicente e Valdáliga naquela comarca;[5] por último, em 2022 a mancomunidade Associação de Desenvolvimento Rural Saja Nansa tinha como associados os municípios de Alfoz de Lloredo, Comillas, San Vicente de la Barquera, Udías, Val de San Vicente e Valdáliga.[6] Ou seja, o único município da Costa Ocidental que nunca é considerado como sendo da comarca de Saja-Nansa é Santillana del Mar.

Notas e referênciasEditar

  1. «Comarca Costa Occidental» (em espanhol). www.ayuntamiento.es. Consultado em 29 de janeiro de 2022 
  2. a b c «Cifras oficiales de población resultantes de la revisión del Padrón municipal a 1 de enero» (ZIP). www.ine.es (em espanhol). Instituto Nacional de Estatística de Espanha. Consultado em 19 de abril de 2022 
  3. Ley 8/1999, de 28 de abril, de comarcas de la Comunidad Autónoma de Cantabria (PDF) (em espanhol), Parlamento da Cantábria, arquivado do original (PDF) em 12 de dezembro de 2009 
  4. «Saja-Nansa» (em espanhol). www.TurismoDeCantabria.com. Consultado em 31 de janeiro de 2022 
  5. «Mancomunidades de la provincia de Cantabria (Cantabria). Mancomunidad "Saja-Nansa"» (em espanhol). Entes locales. Ministério de Administraciones Públicas. www.dgal.map.es. 23 de maio de 2008. Consultado em 31 de janeiro de 2022. Arquivado do original em 23 de maio de 2008 
  6. «Nuestro territorio» (em espanhol). Asociación de Desarrollo Rural Saja Nansa. sajanansa.es. Consultado em 31 de janeiro de 2022 
 
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre a Comarca da Costa Ocidental