Cristoforo Giacobazzi

Cristoforo Giacobazzi (Roma, 1499 - Perugia, 7 de outubro de 1540) foi um cardeal do século XVII.

Cristoforo Giacobazzi
Cardeal da Santa Igreja Romana
Dataria Apostólica
Atividade eclesiástica
Diocese Diocese de Roma
Nomeação 1 de abril de 1534
Predecessor João Mateus Gilberti
Sucessor Vincenzo Durante
Mandato 1534 - 1540
Ordenação e nomeação
Nomeação episcopal 23 de março de 1523
Ordenação episcopal 26 de dezembro de 1530
por Ottavio Cesi
Cardinalato
Criação 22 de dezembro de 1536
por Papa Paulo III
Ordem Cardeal-presbítero
Título Santa Anastácia (1537-1540)
Santo Eustáquio (1537-1540)
Dados pessoais
Nascimento Roma
1499
Morte Perugia
7 de outubro de 1540 (41 anos)
Nacionalidade italiano
dados em catholic-hierarchy.org
Cardeais
Categoria:Hierarquia católica
Projeto Catolicismo

Nascimento editar

Nasceu em Roma em 1499. Filho de Jacomo Giacobazzi e Camilla de Astallis. Seu sobrenome também está listado como Giacovazzi; como Giacobacci; como Jacovazzi; como Jacovacci; como Iacobácio; como Jacobázio; e como Jacobatii. Sobrinho do Cardeal Domenico Giacobazzi (1517).[1]

Educação editar

Educado por seu tio, o cardeal.[1]

Juventude editar

Cânon do capítulo da basílica patriarcal do Vaticano, 21 de fevereiro de 1517.[1]

Episcopado editar

Eleito bispo de Cassano em 23 de março de 1523; seu tio, o cardeal, renunciou à sé em seu favor. Consagrada em 26 de dezembro de 1530, capela da sacristia da basílica de São Pedro, Roma, por Ottavio Cesi, bispo de Cervia, mestre da câmara papal, auxiliado por Giovanni Rosa, bispo de Scardona, e por Corrado Cerbaria, bispo de Anagni. Auditor da Sagrada Rota Romana. Datário de Sua Santidade, outubro de 1534 a dezembro de 1536. Nomeado membro da comissão para estudar a reforma da Cúria Romana, 23 de agosto de 1535.[1]

Cardinalato editar

Criado cardeal sacerdote no consistório de 22 de dezembro de 1536; recebeu o chapéu vermelho em 23 de dezembro de 1536; e o título de S. Anastasia, 15 de janeiro de 1537. Optou pelo título de S. Eustáquio, a diaconia elevou pro illa vice a título, 6 de setembro de 1537; manteve seu antigo título de comenda até sua morte. Juntamente com o Cardeal Rodolfo Pio, nomeado legado perante o Sacro Imperador Romano Carlos V e o Rei Francisco I da França para restabelecer a paz entre eles, 10 de dezembro de 1537; informado sobre a legação no consistório celebrado em Piacenza em 30 de abril de 1538. Legado em Perugia e Úmbria, 21 de abril de 1539.[1]

Morte editar

Morreu em Perugia em 7 de outubro de 1540. Enterrado em Perugia[1]

Referências

  1. a b c d e f «Cristoforo Giacobazzi» (em inglês). cardinals. Consultado em 30 de novembro de 2022