Abrir menu principal

Imigração cubana nos Estados Unidos

(Redirecionado de Cubano-americana)
Concentração de cubanos no territórios dos Estados Unidos.

Os cubano-americanos (em espanhol: cubanoamericanos)[1] são norte-americanos que traçam sua ascendência para Cuba. A palavra pode referir-se a alguém nascido nos Estados Unidos com ascendência cubana ou a alguém que tenha emigrado para os Estados Unidos de Cuba. Os cubano-americanos são o terceiro maior grupo latino nos Estados Unidos.

Muitas comunidades em todo os Estados Unidos têm populações cubano-americanas significativas.[2] A Flórida (1,49 milhão em 2016) tem a maior concentração de cubano-americanos nos Estados Unidos,[3][4] destacando-se em parte por sua proximidade com Cuba, seguida pela Califórnia (91.438), pelo Texas (90.376), por Nova Jersey (85.935) e Nova York (70.947).

O sul da Flórida é seguido pelas áreas de Nova York, Tampa, Condado de Union e North Hudson, Nova Jersey, em particular Union City, Elizabeth e West New York.[2] Com uma população de 141.250, a comunidade cubana da área metropolitana de Nova York é a maior fora da Flórida. Quase 70% de todos os cubano-americanos vivem na Flórida.[4]

Referências

  1. «Cubanoamericano López-Cantera es el nuevo vicegobernador de Florida». ElNuevoHerald.com. Consultado em 26 de agosto de 2017. 
  2. a b Cuban Ancestry Maps, epodunk.com, accessed 31 de março de 2011.
  3. «Cuban-Americans: Politics, culture and shifting demographics». Journalistsresource.org. 18 de dezembro de 2014. Consultado em 5 de junho de 2015.. Cópia arquivada em 20 de março de 2015 
  4. a b «Hispanic or Latino by Type: 2010 Census Summary File 1». factfinder.census.gov. 2010. Consultado em 5 de junho de 2015.