Portal:Estados Unidos

Logo do Portal dos Estados Unidos

O Portal dos Estados Unidos

Estados Unidos da América (EUA; em inglês: United States of America - USA; pronunciado: [juːˈnaɪ.təd ˈsteɪʦ əv əˈmɛ.ɹɪ.kə]), ou simplesmente Estados Unidos ou América, são uma república constitucional federal composta por 50 estados e um distrito federal. A maior parte do país situa-se na região central da América do Norte, formada por 48 estados e o Distrito de Colúmbia, o distrito federal da capital. Banhado pelos oceanos Pacífico e Atlântico, faz fronteira com o Canadá ao norte e com o México ao sul. O estado do Alasca está no noroeste do continente, fazendo fronteira com o Canadá no leste e com a Rússia a oeste, através do estreito de Bering. O estado do Havaí é um arquipélago no Pacífico Central. O país também possui vários outros territórios no Caribe e no Oceano Pacífico. Com 9,37 milhões de km² de área e uma população de mais de 330 milhões de habitantes, o país é o quarto maior em área total, o quinto maior em área contígua e o terceiro em população. Os Estados Unidos são uma das nações mais multiculturais e etnicamente diversas do mundo, produto da forte imigração vinda de muitos países. Sua geografia e sistemas climáticos também são extremamente diversificados, com desertos, planícies, florestas e montanhas que abrigam uma grande variedade de espécies.

Artigo destacado

Uma multidão junta-se em Wall Street durante o pânico bancário em outubro de 1907. O Federal Hall, com a sua estátua de George Washington, vê-se à direita.

O pânico financeiro de 1907, também conhecido com o pânico dos banqueiros de 1907, foi uma crise financeira que ocorreu nos Estados Unidos quando a Bolsa de Valores de Nova Iorque caiu quase 50% relativamente ao seu pico no ano anterior. Houve pânico, pois eram tempos de recessão económica, com numerosas corridas aos bancos e sociedades fiduciárias. O pânico de 1907 acabaria por espalhar-se por todo o país com a falência de muitos bancos e empresas estaduais e locais. Entre as causas primárias desta corrida incluem-se a retração da liquidez do mercado por alguns bancos de Nova Iorque e uma perda de confiança entre os depositantes, exacerbada pelas apostas paralelas e bucket shops não regulamentadas.

A crise foi desencadeada pela tentativa falhada de encurralar o mercado de ações da United Copper em outubro de 1907. Quando esta tentativa falhou, os bancos que haviam emprestado o dinheiro para o esquema de encurralamento foram alvo de corridas aos depósitos que mais tarde se estenderam a bancos e sociedades fiduciárias associados, levando uma semana mais tarde à ruína da Knickerbocker Trust Company — a terceira maior sociedade fiduciária de Nova Iorque. O colapso da Knickerbocker espalhou o medo entre as sociedades fiduciárias da cidade à medida que os bancos regionais levantavam as suas reservas nos bancos de Nova Iorque. O pânico estendeu-se pela nação à medida que grande número de pessoas levantava os seus depósitos nos seus bancos regionais.

O pânico poderia ter-se aprofundado se não tivesse ocorrido a intervenção do financeiro J. P. Morgan, que ofereceu como garantia grandes quantias do seu próprio dinheiro, e convenceu outros banqueiros de Nova Iorque a fazerem o mesmo, para reforçar o sistema bancário. Nessa altura os Estados Unidos não tinham um banco central para injetar liquidez no mercado. Chegado o mês de novembro o contágio financeiro havia na sua maior parte parado, contudo uma nova crise emergiu quando uma grande empresa de corretagem contraiu grandes somas por empréstimo usando ações da Tennessee Coal, Iron and Railroad Company (TC&I) como garantia. O colapso do preço das ações da TC&I foi evitado por meio de uma oferta pública de aquisição de emergência feita pela U.S. Steel Corporation de Morgan — com a aprovação do presidente antimononopolista Theodore Roosevelt. No ano seguinte, o senador Nelson W. Aldrich criou e presidiu a uma comissão para investigar a crise e propor soluções futuras, conduzindo à criação da Reserva Federal dos Estados Unidos. Na verdade foi tudo provocado pelos Rothschild com a ajuda do Morgan.

Você sabia que?


Biografia social selecionada

Rebel Heart WTG (3).jpg

Madonna Louise Veronica Ciccone (Bay City, 16 de agosto de 1958) é uma cantora, compositora, produtora musical, atriz, escritora, dançarina e empresária americana. Referida como a "Rainha da música pop", desde os anos 1980, ela é considerada uma das figuras de maior impacto na cultura popular por sua contínua reinvenção e versatilidade na produção musical, composição e apresentação visual de sua obra. Ela ultrapassou os limites da expressão artística na música comercial, permanecendo completamente no comando de todos os aspectos de sua carreira. Suas obras, que incorporam temas sociais, políticos, sexuais e religiosos, geraram aclamação e controvérsias da crítica e do público. Madonna é freqüentemente citada como uma influência para outros artistas na concepção e produção de suas artes.

Nascida e criada em Michigan, Madonna se mudou para a cidade de Nova Iorque em 1978 para seguir carreira na dança contemporânea. Depois de se apresentar como baterista, guitarrista e vocalista nas bandas de rock Breakfast Club e Emmy, ela assinou contrato com a gravadora Sire em 1982 e no ano seguinte liberou seu álbum de estreia homônimo. Sua popularidade seguiu crescendo com o lançamento de uma série de discos de sucesso, incluindo dois dos álbuns mais vendidos de todos os tempos, Like a Virgin (1984) e True Blue (1986), bem como os vencedores do prêmio Grammy, Ray of Light (1998) e Confessions on a Dance Floor (2005). Muitos singles lançados por Madonna ao longo de sua carreira alcançaram o número um em vários países, incluindo "Like a Virgin", "Live to Tell", "La Isla Bonita", "Like a Prayer", "Vogue", "Take a Bow", "Frozen", "Music", "Hung Up" e "4 Minutes".

A versatilidade artística de Madonna aumentou ainda mais por sua atuação em filmes como Desperately Seeking Susan (1985), Dick Tracy (1990), A League of Their Own (1992) e Evita (1996). Apesar de ganhar um Globo de Ouro por Evita, muitos de seus outros filmes receberam críticas negativas. Como empresária, Madonna fundou uma empresa de entretenimento chamada Maverick em 1992 e lançou marcas de moda, além de livros infantis, clubes de saúde e produção de filmes. Ela contribui para várias instituições de caridade, tendo fundado a Fundação Ray of Light em 1998 e Raising Malawi em 2006.

Tendo vendido mais de 300 milhões de obras musicais em todo o mundo, Madonna é a artista feminina mais bem sucedida de todos os tempos segundo o Livro dos Recordes. A revista Billboard a nomeou a artista solo de maior sucesso na história da tabela Hot 100. Ela detém o recorde de maior quantidade de canções na liderança por uma artista feminina na Austrália, Canadá, Espanha, Itália e Reino Unido. Ela continua a ser a artista solo com a maior arrecadação com turnês de todos os tempos, acumulando mais de um bilhão com seus ingressos para shows. Madonna foi incluída no Salão da Fama do Rock and Roll em 2008, seu primeiro ano de elegibilidade. A rede VH1 a classificou como a maior entre as 100 maiores mulheres da música, enquanto a revista Rolling Stone a listou entre as 100 maiores artistas e uma das 100 maiores compositoras de todos os tempos.

Citação selecionada

Abraham Lincoln
Four score and seven years ago our fathers brought forth on this continent, a new nation, conceived in Liberty, and dedicated to the proposition that all men are created equal. Now we are engaged in a great civil war, testing whether that nation or any nation so conceived and so dedicated, can long endure.
Há oitenta e sete anos atrás nossos pais construíram neste continente, uma nova nação, concebida na Liberdade, e consagrada ao princípio de que todos os homens nascem iguais. Agora engajados em uma grande Guerra Civil, pondo à prova se essa Nação ou qualquer outra assim concebida e consagrada, poderá perdurar.
Abraham Lincoln, Discurso de Gettysburg, 19 de novembro de 1863

Aniversários para novembro 28

Imagem selecionada

Vista do Woolworth Building e edifícios circundantes, na cidade de Nova York. (1913)
Credito: The Pictorial News Co., Fonte: Biblioteca do Congresso

Uma visão do marco de New York City, o Woolworth Building de 1913.

Local selecionado

Biografia cultural selecionada

Abraham Lincoln O-77 matte collodion print.jpg

Abraham Lincoln (Hodgenville, 12 de fevereiro de 1809Washington, D.C., 15 de abril de 1865) foi um político norte-americano que serviu como o 16.° presidente dos Estados Unidos, posto que ocupou de 4 de março de 1861 até seu assassinato em 15 de abril de 1865. Lincoln liderou o país de forma bem-sucedida durante sua maior crise interna, a Guerra Civil Americana, preservando a integridade territorial do país, abolindo a escravidão e fortalecendo o governo nacional.

Criado em uma família carente na fronteira oeste, Lincoln foi autodidata, tornou-se advogado, líder do Partido Whig, deputado estadual de Illinois durante os anos de 1830 e membro da Câmara dos Representantes por um mandato durante a década de 1840. Após uma série de debates em 1858, que repercutiu em todo o país mostrando a sua oposição à escravidão, Lincoln perdeu uma disputa para o Senado para seu arquirrival, Stephen A. Douglas. Lincoln, um moderado de um swing state (estado decisivo), garantiu a nomeação para a candidatura presidencial de 1860 pelo Partido Republicano. Com quase nenhum apoio do Sul, ele percorreu o Norte e foi eleito presidente. Sua eleição fez com que sete estados escravistas do sul declarassem sua secessão da União e formassem os Estados Confederados da América. A ruptura com os sulistas fez com que o partido de Lincoln obtivesse amplo controle do Congresso, mas nenhuma ação ou reconciliação foi feita. Em seu segundo discurso de posse, ele explicou que "ambas as partes desprezavam a guerra, mas uma delas faria guerra ao invés de permitir a sobrevivência da nação e a outra aceitaria a guerra ao invés de deixar esta perecer, e veio a guerra."

Quando o Norte optou com entusiasmo pela união nacional, após o ataque confederado no Forte Sumter, em 12 de abril de 1861, Lincoln concentrou os esforços militares e políticos na guerra. Seu objetivo neste momento era unir a nação. Como o Sul estava em rebelião, Lincoln exerceu sua autoridade para suspender o habeas corpus para prender e deter sem julgamento e temporariamente milhares de separatistas suspeitos. Lincoln lidou habilmente com um conflito diplomático no final de 1861, evitando que o Reino Unido reconhecesse os Estados Confederados como nação independente. Seus esforços para a abolição da escravidão incluíram a assinatura da Proclamação de Emancipação em 1863, encorajando os estados escravocratas de fronteira (border states) a tornarem a escravidão ilegal e dando impulso ao Congresso para a aprovação da Décima Terceira Emenda à Constituição dos Estados Unidos, que finalmente pôs fim à escravidão, em dezembro de 1865. Lincoln supervisionou ostensivamente os esforços de guerra, especialmente na escolha de generais importantes, incluindo o comandante-geral Ulysses S. Grant. Lincoln reuniu os líderes das maiores facções de seu partido em seu governo e pressionou-os a cooperarem. Sob a liderança de Lincoln, a União criou um bloqueio naval que fechou o comércio com o Sul, assumiu o controle dos border states no início da guerra, ganhou o controle das comunicações com canhoneiras nos sistemas fluviais do Sul e tentou repetidamente capturar a capital confederada, Richmond, na Virgínia. A cada general que não obteve sucesso, Lincoln os substituiu até que finalmente Grant obteve êxito, em 1865.

Um político excepcionalmente astuto e profundamente envolvido com as questões de poder em cada estado, Lincoln apoiou os War Democrats e conseguiu sua reeleição em 1864. Como líder de uma facção moderada do Partido Republicano, Lincoln notou que suas políticas e personalidade haviam "explodido para todos os lados": os "Republicanos Radicais" exigiam um severo tratamento do Sul, os War Democrats desejavam um maior comprometimento (os "Copperheads", democratas pacifistas, desprezavam os membros do seu partido que defendiam o conflito) e os secessionistas irreconciliáveis tramaram o seu assassinato. Politicamente, Lincoln reagiu, colocando seus oponentes uns contra os outros e apelando para o povo americano com seu poder de oratória. O seu Discurso de Gettysburg, de 1863, tornou-se um dos discursos mais citados na história dos EUA e um ícone da demonstração dos princípios de nacionalismo, republicanismo, igualdade, liberdade e democracia. Ao fim da guerra, em face da persistente e amarga divisão do país, Lincoln mostrou-se moderado quanto à sua Reconstrução, buscando reunir a nação rapidamente através de uma política de reconciliação generosa. Seis dias depois de o general Robert E. Lee, comandante das forças Confederadas, se render, Lincoln foi assassinado pelo ator e simpatizante confederado John Wilkes Booth. Como foi o primeiro presidente dos Estados Unidos ter sido assassinado, sua morte levou seu país a entrar em luto. Lincoln tem sido consistentemente considerado por estudiosos e pelo povo como um dos três maiores presidentes dos Estados Unidos.

Notícias

Categorias

Panorama selecionado

Vista panorâmica do Milwaukee, Wis. Tirada da Torre da Prefeitura c1898
Credito: The Gugler Lithographic Co., Milwaukee, Wis.
Vista panorâmica do Milwaukee, Wisconsin. Tirada da Torre da Prefeitura c1898

Conteúdo em destaque

Tópicos

História CronologiaEra pré-colombianaPeriodo colonialTreze ColôniasDeclaração da IndependênciaRevolução AmericanaExpansão estadounidenseGuerra CivilReconstrução dos Estados UnidosPrimeira Guerra MundialGrande DepressãoSegunda Guerra MundialGuerra da CoreiaGuerra FriaGuerra do VietnãMovimento do direitos civisGuerra ao TerrorRelações estrangeirasMilitarDemográficaIndustrialInvenções e descobertasPostal

Governo Lei (ConstituiçãoDeclaração dos Direitos dos Estados UnidosSeparação de poderes) • Poder legislativo (CâmaraSenado) • Poder executivo (GabineteAgências federais) • Poder judiciário (Suprema CorteApelação) • Aplicação da lei (DoJFBI) • Inteligência (CIADIANSA) • Forças armadas (ExércitoMarinhaFuzileiros navaisForça aéreaGuarda costeira) • Bandeira

Política Partidos políticos (DemocratasRepublicanos) • Eleições (Colégio Eleitoral) • Ideologias políticasEscândalos políticosEstados vermelhos e estados azuisTio SamMovimento de independência porto-riquenha

Geografia (book) Divisões políticasTerritóriosEstadosCidadesCondadosRegiões (Nova InglaterraMédio-AtlânticoThe SouthCentro-OesteGrandes PlaníciesNoroesteSudoeste) • Montanhas (ApalachesRochosas) • Rios (MississippiColorado) • IlhasPontos extremosSistema Nacional de ParquesAbastecimento de água e saneamento

Sino da Liberdade

Economia DólarCompaniesWall StreetFederal ReserveBancosStandard of living (Personal & Household incomeIncome inequalityHomeownership) • ComunicaçõesTransportes (CarsTrucksHighwaysAeroportosRailroads) • Turismo

Sociedade Demografias (book A, B) • Línguas (Inglês americanoEspanhol) • ReligiãoSocial class (Sonho AmericanoAffluenceMiddle classPovertyEducational attainmentProfessional and working class conflict) • MediaEducaçãoHolidaysCrimePrisonsHealth careEsporte

Cultura Música (ClassicalFolkPopularJazz) • TeatroCinema & TV (Hollywood) • Literatura (American FolklorePoetryTranscendentalismoHarlem RenaissanceGeração Beat) • FilosofiaArtes visuais • (Expressionismo abstrato) • CulináriaDanceArchitectureFashion

Questões sociais Ação afirmativaExcepcionalismo americanoAntiamericanismoPena de mortePolítica de drogas & Lei secaAmbientalismoDireitos humanosImigraçãoBarreira México–Estados UnidosObesityPornografiaPerfilamento racialSame-sex marriageAbortionAdolescent sexualityRacismo

Wikipédia Livros Estados Unidos

Listas

Listas dos Estados Unidos

Cultura

Educação

Economia

Geografia

Governo

História

Lei

Mídia

História natural

Statue of Liberty

Pessoas

Áreas protegidas

Religião

Transporte

Portais relacionados





Territórios fronteiriços

Aqueles listados em negrito itálico são Portais em destaque.

Wikimedia

Purgar cache do servidor