Portal:Estados Unidos

Logo do Portal dos Estados Unidos
 ver · editar O Portal dos Estados Unidos


Os Estados Unidos da América (EUA; em inglês: United States of AmericaUSA; pronunciado: [juːˈnaɪ.təd ˈsteɪʦ əv əˈmɛ.ɹɪ.kə]), ou simplesmente Estados Unidos ou América, são uma república constitucional federal composta por 50 estados e um distrito federal. A maior parte do país situa-se na região central da América do Norte, formada por 48 estados e o Distrito de Colúmbia, o distrito federal da capital. Banhado pelos oceanos Pacífico e Atlântico, faz fronteira com o Canadá ao norte e com o México ao sul. O estado do Alasca está no noroeste do continente, fazendo fronteira com o Canadá no leste e com a Rússia a oeste, através do estreito de Bering. O estado do Havaí é um arquipélago no Pacífico Central. O país também possui vários outros territórios no Caribe e no Oceano Pacífico. Com 9,37 milhões de km² de área e uma população de mais de 330 milhões de habitantes, o país é o quarto maior em área total, o quinto maior em área contígua e o terceiro em população. Os Estados Unidos são uma das nações mais multiculturais e etnicamente diversas do mundo, produto da forte imigração vinda de muitos países. Sua geografia e sistemas climáticos também são extremamente diversificados, com desertos, planícies, florestas e montanhas que abrigam uma grande variedade de espécies.

 ver · editar Artigo destacado


Madonna durante a Rebel Heart Tour em 2016

Madonna Louise Veronica Ciccone (Bay City, 16 de agosto de 1958) é uma cantora, compositora, produtora musical, atriz, escritora, dançarina e empresária americana. Ela é considerada uma das figuras de maior impacto na cultura popular e tem sido muitas vezes referida como a "Rainha do Pop". Madonna é conhecida por sua contínua reinvenção e versatilidade na produção musical, composição e apresentação visual de sua obra. Ela ultrapassou os limites da expressão artística na música comercial, permanecendo completamente no comando de todos os aspectos de sua carreira. Suas obras, que incorporam temas sociais, políticos, sexuais e religiosos, geraram aclamação e controvérsias da crítica e do público. Madonna é frequentemente citada como uma influência para outros artistas na concepção e produção de suas artes.

Nascida e criada em Michigan, Madonna se mudou para a cidade de Nova Iorque em 1978 para seguir carreira na dança contemporânea. Depois de se de participar de dois grupos musicais, Breakfast Club e Emmy, ela assinou contrato com a gravadora Sire em 1982 e no ano seguinte liberou seu álbum de estreia homônimo. Sua popularidade seguiu crescendo com o lançamento de uma série de discos de sucesso, incluindo dois dos álbuns mais vendidos de todos os tempos, Like a Virgin (1984) e True Blue (1986), bem como os vencedores do prêmio Grammy, Ray of Light (1998) e Confessions on a Dance Floor (2005). Muitas de suas canções alcançaram o primeiro lugar nas paradas musicais de vários países ao redor do mundo, incluindo "Like a Virgin", "Material Girl", "Papa Don't Preach", "La Isla Bonita", "Like a Prayer", "Vogue", "Take a Bow", "Frozen", "Music", "Hung Up" e "4 Minutes".

A versatilidade artística de Madonna aumentou ainda mais por sua atuação em filmes como Desperately Seeking Susan (1985), Dick Tracy (1990), A League of Their Own (1992) e Evita (1996). Apesar de ganhar um Globo de Ouro por Evita, muitos de seus outros filmes receberam críticas negativas. Como empresária, Madonna fundou uma empresa de entretenimento chamada Maverick em 1992 e lançou marcas de moda, além de livros infantis, clubes de saúde e produção de filmes. Ela contribui para várias instituições de caridade, tendo fundado a Fundação Ray of Light em 1998 e Raising Malawi em 2006.

Tendo vendido mais de 300 milhões de obras musicais em todo o mundo, Madonna é a artista feminina mais bem sucedida de todos os tempos segundo o Livro dos Recordes. A Recording Industry Association of America (RIAA) reconheceu-a como a terceira cantora com mais gravações certificadas nos Estados Unidos. Madonna é a solista de maior sucesso na história da tabela Billboard Hot 100 e detém o recorde de maior quantidade de canções na liderança por uma artista feminina na Austrália, Canadá, Espanha, Itália e Reino Unido. Com um faturamento superior a 1,5 bilhão de dólares com seus ingressos para shows, ela continua sendo a artista solo de maior bilheteria em turnês de todos os tempos. Outros reconhecimentos conquistados incluem múltiplas entradas ao Livro dos Recordes, a indução ao Rock and Roll Hall of Fame, além de receber o título de "Artista dos Anos 1980". A revista musical Rolling Stone a listou entre as 100 maiores artistas de todos os tempos; o canal VH1 colocou-a na primeira posição das 100 maiores mulheres da música, enquanto a revista Billboard considerou-a a maior artista feminina da história dos vídeos musicais.

 ver · editar Você sabia que?


 ver · editar Biografia social selecionada


Hillary Clinton by Gage Skidmore 4 (cropped).jpg

Hillary Diane Rodham Clinton (Chicago, 26 de outubro de 1947) é uma advogada e política norte-americana. Exerceu os cargos de secretária de Estado dos Estados Unidos de 2009 a 2013, senadora por Nova Iorque entre 2001 e 2009, primeira-dama de 1993 a 2001, e foi a candidata do Partido Democrata à presidência na eleição de 2016. Foi a primeira mulher a receber mais votos populares em uma disputa presidencial, mas foi derrotada no Colégio Eleitoral.

Nascida e criada em Chicago, Hillary graduou-se em ciência política pela Wellesley College em 1969, e recebeu o grau de Juris Doctor pela Faculdade de Direito de Yale em 1973. Depois de um período como assessora jurídica do Congresso, mudou-se para o Arkansas e casou-se com Bill Clinton em 1975, um político sulista que governou o Arkansas por vários mandatos. Em 1977, cofundou a associação Advogados em Defesa das Crianças e Famílias do Arkansas, tornou-se a primeira presidente da Corporação de Serviços Jurídicos em 1978 e a primeira sócia do escritório Rose Law Firm em 1979. Enquanto era a primeira-dama do Arkansas, liderou uma força-tarefa que reformou o sistema de ensino do Estado, ao mesmo tempo em que fazia parte do conselho de administração da Walmart, entre outras corporações.

Como primeira-dama dos Estados Unidos, lutou pela igualdade de gênero e a reforma da saúde. Em 1998, seu casamento foi um assunto de muita especulação após o escândalo Lewinsky. Ao término do mandato de Bill, Hillary foi eleita em 2000 a primeira mulher senadora por Nova Iorque. Depois dos ataques de 11 de setembro, votou a favor e apoiou as ações militares no Afeganistão e no Iraque, mas posteriormente se opôs à conduta do governo de George W. Bush na Guerra do Iraque, bem como também se opôs à maioria das políticas nacionais de Bush. Em 2006, foi reeleita senadora com 67% dos votos. Logo depois, concorreu para a nomeação presidencial democrata de 2008, ganhando mais primárias e delegados do que qualquer outra candidata na história do país, mas acabou perdendo a nomeação para o senador Barack Obama.

Como secretária de Estado, esteve na vanguarda da resposta do país à Primavera Árabe, defendeu a intervenção militar na Líbia, lidou com o rescaldo do ataque à embaixada em Bengazi em 2012 e organizou um isolamento diplomático e um regime de sanções internacionais contra o Irã, num esforço para forçar a redução do programa nuclear daquele país. Após deixar o cargo em 2013, publicou o seu quinto livro e fez várias palestras antes de anunciar sua segunda candidatura à presidência na eleição de 2016. Hillary conseguiu mais votos e delegados nas primárias democratas e recebeu a indicação do partido, tornando-se a primeira mulher a ser nomeada candidata à presidência por um grande partido político norte-americano. Apesar de ganhar mais votos populares, acabou sendo derrotada pelo republicano Donald Trump no Colégio Eleitoral. Nos anos seguintes, publicou seu terceiro livro de memórias, fundou uma organização de ação política e foi designada chanceler da Queen's University de Belfast.

 ver · editar Citação selecionada
 ver · editar Aniversários para novembro 28
 ver · editar Imagem selecionada


Chris Young (mudançando de círculo durante o aquecimento do pré-jogo bullpen)
Credito: en:User:TonyTheTiger

Chris Young do San Diego Padres aquecendo com um arremesso inicial antes de um jogo no Campo de Wrigley contra o Chicago Cubs durante a temporada de 2007.

 ver · editar Local selecionado


Las Vegas, oficialmente Cidade de Las Vegas (inglês: City of Las Vegas), é a cidade mais populosa e mais densamente povoada do estado americano de Nevada. Localiza-se no sul do estado, no Condado de Clark, do qual é sede. Foi fundada em 1905, porém, tornou-se oficialmente uma cidade em 1911. Las Vegas é popularmente famosa devido aos seus hotéis luxuosos e casinos, o que impulsiona o turismo na cidade.

Com mais de 640 mil habitantes na cidade propriamente dita e mais de 2,3 milhões de habitantes em sua região metropolitana, de acordo com o censo nacional de 2020, é a 26ª cidade mais populosa dos Estados Unidos. É também considerada a cidade com maior taxa de crescimento em toda a América do Norte.

A cidade está localizada na área metropolitana Las Vegas Valley, onde se encontra a avenida Las Vegas Boulevard que contém os casinos mais imponentes do mundo. Las Vegas Boulevard, mais conhecida por Las Vegas Strip, é cercada de casinos como o Bellagio, Caesars Palace, Excalibur Hotel and Casino, Luxor, Mandalay Bay, MGM Grand, Monte Carlo, New York, New York, Paris-Las Vegas, The Venetian, Treasure Island, entre muitos outros localizados na área metropolitana. A Las Vegas Boulevard e a região de Old Town Las Vegas, são as duas regiões mais visitadas de Las Vegas Valley e que concentram praticamente todas as principais atrações turísticas.

Na área do entretenimento a cidade se destaca por ser palco da residência de shows fixos de grandes ícones da indústria musical como Britney Spears e Céline Dion que se apresentam em teatros dentro dos maiores cassinos locais.

O Registro Nacional de Lugares Históricos lista 34 marcos históricos em Las Vegas. O primeiro marco foi designado em 1 de fevereiro de 1972 e o mais recente em 3 de maio de 2016. O letreiro mais famoso da cidade, o Welcome to Fabulous Las Vegas, localiza-se na região vizinha de Paradise, portanto, não consta na lista oficial de Las Vegas.

 ver · editar Biografia cultural selecionada


Estados Unidos

Edgar Allan Poe é um curta-metragem mudo estadunidense de 1909, do gênero drama biográfico, dirigido por D. W. Griffith, com roteiro de Frank E. Woods baseado no poema The Raven, de Edgar Allan Poe, cuja vida inspirou o filme.

O filme foi erroneamente lançado com erro ortográfico no título: "Allen" (com e).

 ver · editar Notícias
 ver · editar Categorias
 ver · editar Panorama selecionado
 ver · editar Conteúdo em destaque


O colapso do World Trade Center visto de Williamsburg, Brooklyn.

O colapso do World Trade Center (WTC) aconteceu a 11 de setembro de 2001, como resultado da série de ataques terroristas coordenados pela al-Qaeda, nos quais os seus aliados sequestraram quatro aviões comerciais, vindo dois deles a colidir contra o empreendimento. O primeiro desmoronamento ocorreu na Torre Sul (2 World Trade Center) às 9h59 locais, em menos de uma hora após o embate da aeronave, seguindo-se a Torre Norte (1 World Trade Center) às 10h28 (segundo o horário de Nova Iorque). Mais tarde nesse mesmo dia, a 7 World Trade Center ruiu às 17h21 devido aos fogos da primeira torre. Morreram pessoas, incluindo todos os 157 passageiros, os tripulantes e sequestradores a bordo dos dois aviões, além de que foram causados grandes e diversos danos nos edifícios circundantes. Os detritos expelidos durante o desabamento das duas torres provocaram a destruição de mais de uma dúzia de outras estruturas adjacentes e nas proximidades.

Imediatamente após os ataques, foi formada uma equipa de especialistas em engenharia, constituída pela Sociedade Americana de Engenheiros Civis (SEI/ASCE) e Agência Federal de Gestão de Emergências (FEMA), para realizar um estudo de desempenho do edifício (BPS). Os resultados do relatório foram divulgados em maio de 2002, revelando que os impactos das aeronaves causaram ​​"danos estruturais extensos, incluindo o colapso localizado" e que os incêndios resultantes "enfraqueceram ainda mais as estruturas de aço, o que levou ao desmoronamento total". Os responsáveis fizeram ainda recomendações para estudos de engenharia mais detalhados sobre o desastre.

Posteriormente, foi conduzida uma investigação mais aprofundada pelo National Institute of Standards and Technology (NIST), que também consultou entidades de terceiros. Finda em setembro de 2005, os investigadores que estiveram à frente da pesquisa revelaram que não encontraram nada de anormal na estrutura das torres, observando que a gravidade dos ataques e a magnitude da destruição foi além de qualquer experiência presenciada nos Estados Unidos no passado. A agência também enfatizou o papel dos incêndios e revelou que os pisos cederam para dentro das colunas do perímetro: "Isto resultou no encurvamento das colunas para o interior do perímetro e da falha da face sul do WTC 1 e da este do WTC 2, iniciando-se o colapso de cada uma das torres".

A limpeza do local prolongou-se por oito meses e envolveu várias operações, muitos empreiteiros e subempreiteiros, com custos avaliados em centenas de milhões de dólares. A demolição dos edifícios circundantes que estavam danificados continuou mesmo com a construção das novas imediações para substituir a primeira torre, One World Trade Center, que foi estruturalmente concluída em 10 de maio de 2013, após a colocação do componente final no topo do arranha-céu. De todo o empreendimento destruído, até à data, o One World Trade Center, 4 World Trade Center e 7 World Trade Center foram totalmente substituídas.

 ver · editar Tópicos


História CronologiaEra pré-colombianaPeriodo colonialTreze ColôniasDeclaração da IndependênciaRevolução AmericanaExpansão estadounidenseGuerra CivilReconstrução dos Estados UnidosPrimeira Guerra MundialGrande DepressãoSegunda Guerra MundialGuerra da CoreiaGuerra FriaGuerra do VietnãMovimento do direitos civisGuerra ao TerrorRelações estrangeirasMilitarDemográficaIndustrialInvenções e descobertasPostal

Governo Lei (ConstituiçãoDeclaração dos Direitos dos Estados UnidosSeparação de poderes) • Poder legislativo (CâmaraSenado) • Poder executivo (GabineteAgências federais) • Poder judiciário (Suprema CorteApelação) • Aplicação da lei (DoJFBI) • Inteligência (CIADIANSA) • Forças armadas (ExércitoMarinhaFuzileiros navaisForça aéreaGuarda costeira) • Bandeira

Política Partidos políticos (DemocratasRepublicanos) • Eleições (Colégio Eleitoral) • Ideologias políticasEscândalos políticosEstados vermelhos e estados azuisTio SamMovimento de independência porto-riquenha

Geografia (book) Divisões políticasTerritóriosEstadosCidadesCondadosRegiões (Nova InglaterraMédio-AtlânticoThe SouthCentro-OesteGrandes PlaníciesNoroesteSudoeste) • Montanhas (ApalachesRochosas) • Rios (MississippiColorado) • IlhasPontos extremosSistema Nacional de ParquesAbastecimento de água e saneamento

Sino da Liberdade

Economia DólarCompaniesWall StreetFederal ReserveBancosStandard of living (Personal & Household incomeIncome inequalityHomeownership) • ComunicaçõesTransportes (CarsTrucksHighwaysAeroportosRailroads) • Turismo

Sociedade Demografias (book A, B) • Línguas (Inglês americanoEspanhol) • ReligiãoSocial class (Sonho AmericanoAffluenceMiddle classPovertyEducational attainmentProfessional and working class conflict) • MediaEducaçãoHolidaysCrimePrisonsHealth careEsporte

Cultura Música (ClassicalFolkPopularJazz) • TeatroCinema & TV (Hollywood) • Literatura (American FolklorePoetryTranscendentalismoHarlem RenaissanceGeração Beat) • FilosofiaArtes visuais • (Expressionismo abstrato) • CulináriaDanceArchitectureFashion

Questões sociais Ação afirmativaExcepcionalismo americanoAntiamericanismoPena de mortePolítica de drogas & Lei secaAmbientalismoDireitos humanosImigraçãoBarreira México–Estados UnidosObesityPornografiaPerfilamento racialSame-sex marriageAbortionAdolescent sexualityRacismo

Wikipédia Livros Estados Unidos

 ver · editar Listas


Listas dos Estados Unidos

Cultura

Educação

Economia

Geografia

Governo

História

Lei

Mídia

História natural

Statue of Liberty

Pessoas

Áreas protegidas

Religião

Transporte

 ver · editar Portais relacionados






Territórios fronteiriços

Aqueles listados em negrito itálico são Portais em destaque.

 ver · editar Wikimedia

Purgar cache do servidor