Abrir menu principal
Daniel Bacelar
Informação geral
Nome completo Daniel Eugénio de Sousa Bacelar
Nascimento 26 de maio de 1943
Local de nascimento Lisboa
Morte 29 de setembro de 2017 (74 anos)
Nacionalidade Português
Género(s) Rock

Daniel Eugénio de Sousa Bacelar (Lisboa, 26 de Maio de 1943 - 29 de setembro de 2017) foi um músico português. Foi acompanhado pelos conjuntos: Fliers, Gentlemen, Abril Em Portugal e Siderais.

BiografiaEditar

Daniel Eugénio de Sousa Bacelar nasceu em casa, em Lisboa, no dia 26 de Maio de 1943.

Em miúdo era um apaixonado pela actriz Debbie Reynolds e a avó amiúde lhe dizia que a música era a sua desgraça.

Com 17 anos era considerado o Ricky Nelson português. Ainda hoje é um indefectível membro do clube de fãs do cantor norte-americano, falecido no último dia do ano de 1985 num desastre de aviação.

Em 1960, com apenas 17 anos, foi o vencedor, na categoria de artista a solo, da primeira edição do concurso "Caloiros da Canção" da Rádio Renascença, organizado por Aurélio Carlos Moreira e Pozal Domingues.

Na categoria de conjuntos, o vencedor foram os Conchas,e Daniel Bacelar , como vencedor de voz solo

O prémio foi a gravação de um disco conjunto, "Caloiros da Canção 1" (não houve mais), editado em Setembro de 1960, considerada a primeira gravação portuguesa ié-ié de sempre, com temas de Os Conchas e de Daniel Bacelar, acompanhado pelo conjunto de Jorge Machado, "Fui Louco Por Ti" e "Nunca", ambas da autoria de Bacelar.

Este primeiro EP foi gravado para a COLUMBIA (Valentim de Carvalho):

Escolhi a COLUMBIA, pois quando tinha 17 anos e gravei o primeiro EP, o Pozal Domingues perguntou-me, possivelmente a gozar, para onde é que queria gravar, se para a COLUMBIA, se para a DECCA (a Valentim de Carvalho representava ambas). Respondi então que como o Cliff Richard (outra das minhas paixões) gravava para a COLUMBIA, eu queria ser colega dele!!! - explicações de Daniel Bacelar ao blogue Ié-Ié.

Em 1961, ainda para a Valentim de Carvalho, grava o segundo EP, com o conjunto Abril em Portugal. "Marcianita" - uma canção que ainda hoje Daniel Bacelar se recusa a cantar, mesmo para os amigos - é o tema mais conhecido.

Depois de uma pausa de 3 anos, em que se chateou com a Valentim de Carvalho, gravou o terceiro EP, para a Alvorada, acompanhado pelos Gentlemen. O disco contém "O Tema dos Gentlemen" (instrumental), "Sem Ti", "Olhando Para O Céu", originais de Daniel Bacelar,[1] e "My Babe", de Willie Dixon.

A gravação deste disco para a Alvorada foi um convite do Jaime Filipe. Como depois da gravação do segundo EP a Valentim não se descosia, aceitei o convite, inclusivamente para chatear o Pozal. Deu um resultadão,as coisas começaram logo a mexer!

Em 1964, é editado o 4º EP, o primeiro para a editora Marfer.

O Barata, dono da Grande Feira do Disco, em Lisboa, na Rua Forno do Tijolo, representante da MARFER para Portugal, desafiou-me para gravar com ele um dia que lá fui comprar uns discos. Eles importavam umas coisas do estrangeiro.

Como a Valentim de Carvalho continuava a não atar nem desatar com a gravação de um novo disco, voltei a dizer que sim e cheguei a gravar 3 EPs para a Marfer, com o técnico de som Moreno Pinto.

Quando o Pozal Domingues, da Valentim, soube, mandou-se ao ar e no Concurso Tipo Shadows, em 1964, no cinema Roma, em Lisboa, veio com a conversa de que eu era artista exclusivo da Valentim, mas isso não estava escrito em lado algum. Na altura, tudo era feito sobre o joelho, não havia nada assinado.

Como quer que seja, o 5º EP de Daniel Bacelar foi gravado em 1965, em Paço de Arcos, de novo para a Valentim de Carvalho.

O disco, novamente com os Gentlemen, inclui "Um Mundo Sem Amor" (a versão portuguesa de "A World Without Love", da autoria de Paul McCartney e interpretada pelo duo Peter and Gordon) e ainda "Miudita", "Deixa-me Só" e "Se Eu Enlouquecer", canção que já teve versões dos Capitão Fantasma (1991) e dos brasileiros Autorama (2009).

De tudo o que gravei, o meu EP preferido é exactamente este, o último para a Valentim de Carvalho. Talvez por o Pozal estar lixado comigo e também porque o estúdio em Paço de Arcos era novo (tudo novo e o último grito) ajudou no produto final. O som era diferente, ainda hoje não envergonha ninguém. Naquela altura, dizíamos entre nós, por piada, que as gravações ficavam com "som de casa de banho" e era verdade. Este saiu muito bem.

A Marfer volta a lançar mais dois discos de Daniel Bacelar, um em 1966 (6º EP, com os Siderais, com "Porque Será?", "Sou Feliz Sem Ti", "A Escola Acabou" e "Anjo" e o outro em 1967 (7º e último EP, com os Fliers, com "I Wonder Why", "Todos Gostam Dum Palhaço", "Cigana" e "Never Be Anyone Else But You").

Daniel Bacelar, reformado da TAP, continuou a animar grupos de amigos com a sua voz à Ricky Nelson. No dia 06 de Setembro de 2008, deu um grande espectáculo na Passarola, acompanhado por Vicky e os seus Blue-Jeans. Recusou, uma vez mais, cantar "Marcianita".

Paralelamente à sua actividade em palco, para amigos, Daniel Bacelar frequentou amiúde os estúdios de Zé Pino para novas gravações.

A obra de Daniel Bacelar está representada em várias colectâneas como "Biografia do Pop-Rock" (Movieplay, 1997), no vol. 4 da edição conjunta EMI/Público "50 Anos de Música" (2007) e nos três volumes da colecção "Portuguese Nuggets".

Em 2009, Daniel Bacelar cantou "Lonesome Town", Ricky Nelson, em dueto com Rita Redshoes, já que a artista incluiu a canção nos seus espectáculos ao vivo.

DiscografiaEditar

  • Caloiros da Canção 1 - Duo Os Conchas & Daniel Bacelar (1960) - SLEM 2062 [Fui Louco Por Ti/Nunca]
  • Tenha Pena/Só Um Beijo Mais/Marcianita/O Tempo Dirá (EP, Columbia, 1961) - SLEM 2085 - com o Conj. Abril em Portugal
  • O Tema dos Gentleman/Sem Ti/Olhando Para o Céu/My Babe (Ep, Alvorada, 1964) - com os Gentlemen
  • Mi Canción del Recuerdo/Steel Guitar Rag/Remember Me/Mr. Train (EP, Marfer, 1964) - com os Gentlemen
  • Um Mundo Sem Amor/Miudita/Se Eu Enlouquecer/Deixa-me Só (EP, Decca, 1965) SLEM 2203
  • Porque Será/Sou Feliz Sem Ti/A Escola Acabou/Anjo (EP, Marfer, 1966) - Com os Siderais
  • I Wonder Why/Todos Gostam dum Palhaço/Cigana/Never Be Anyone Else But You (Ep, Marfer, 1967) MEL 2055 - com os Fliers

Referências

  1. «Autorama - "Brasil na CEE"». NOS Discos. 2009. Consultado em 12 de dezembro de 2016