Abrir menu principal
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados de Dario, veja Dario.

Dario foi o filho mais velho de Xerxes I, mas não o sucedeu porque, após o assassinato de Xerxes, ele foi acusado de ter sido o assassino, e foi morto por seu irmão Artaxerxes I.

Índice

FamíliaEditar

Xerxes I e Amastris tiveram vários filhos; o primeiro, Dario, seguido, dois anos depois, por Histaspes e Artaxerxes I, e duas filhas, uma chamada Rhodogyne e outra Amitis, o mesmo nome da sua avó.[1][Nota 1] Xerxes I era filho de Dario I e Atossa,[2] e Amestris era filha de Onophas.[1]

Morte de Xerxes e DarioEditar

Artapano e o eunuco Aspamitres, conselheiros de Xerxes, o assassinaram, e convenceram Artaxerxes I de que Dario, seu irmão, havia assassinado o próprio pai; Dario foi levado ao palácio de Artaxerxes e, mesmo negando o crime, foi executado.[3]

Morte dos assassinos de XerxesEditar

Artapano conspirou como Megabizo contra Artaxerxes, o motivo de Megabizo era que ele estava chateado porque suspeitava que sua esposa era infiel,[Nota 2] mas Megabizo contou a conspiração ao rei, e Artapano foi executado.[4] O eunuco Aspamitres também foi executado com tortura.[4]

Notas e referências

Notas

  1. A epítome de Fócio do texto de Ctésias não deixa claro se Amitis era avó materna, avó paterna ou bisavó de Amitis.
  2. Megabizo era casado com Amitis, filha de Xerxes e irmã de Artaxerxes.

Referências

  1. a b Ctésias de Cnido, Pérsica, texto em epítome por Fócio, Biblioteca de Fócio, 24 [em linha]
  2. Heródoto, Histórias, Livro VII, Polímnia, 2 [pt] [el] [el/en] [ael/fr] [en] [en] [en] [es]
  3. Ctésias de Cnido, Pérsica, texto em epítome por Fócio, Biblioteca de Fócio, 33 [em linha]
  4. a b Ctésias de Cnido, Pérsica, texto em epítome por Fócio, Biblioteca de Fócio, 34