Abrir menu principal
David Gross Medalha Nobel
David Gross nas obras de construção do Kavli Institute for Theoretical Physics (Universidade da Califórnia, Santa Barbara)
Liberdade assintótica
Nascimento 19 de fevereiro de 1941 (78 anos)
Washington
Nacionalidade Estadunidense
Cidadania Estados Unidos
Alma mater Universidade Hebraica de Jerusalém Universidade da Califórnia, Berkeley
Ocupação físico, professor universitário, físico teórico
Prêmios Racah Lectures in Physics (1986), Prêmio Sakurai (1986), Medalha Dirac (1988), Medalha Oskar Klein (2000), Prêmio Física de Alta Energia e Partículas (2003), Grande médaille de l’Académie des sciences (2004), Nobel prize medal.svg Nobel de Física (2004)
Empregador Universidade da Califórnia em Santa Bárbara, Universidade Harvard, Universidade de Princeton, Universidade de Leiden, Santa Fe Institute
Religião ateísmo
Assinatura
DavidJGross AutographedCard.jpg
Orientador(es) Geoffrey Chew
Orientado(s) Frank Wilczek, Edward Witten, William Caswell, Rajesh Gopakumar, Nikita Nekrasov
Instituições Universidade da Califórnia em Santa Bárbara, Universidade Harvard, Universidade de Princeton
Campo(s) Física, teoria das cordas

David Jonathan Gross (Washington, 19 de fevereiro de 1941) é um físico e teórico de cordas estadunidense.

Juntamente com Frank Wilczek e David Politzer, foi galardoado com o Nobel de Física de 2004, pela sua descoberta da liberdade assintótica.

Gross bacharelou-se e fez o mestrado na Universidade Hebraica de Jerusalém, em Israel, em 1962. Recebeu o seu Ph.D. em física pela Universidade da Califórnia, Berkeley em 1966 e foi um Junior Fellow na Universidade de Harvard e Professor na Universidade de Princeton até 1997. Ele também foi um dos que assinaram uma petição para o presidente Barack Obama em 2015 para que o Governo Federal dos Estados Unidos fizesse um pacto de desarmamento nuclear e de não-agressão.[1][2]

Referências

Ver tambémEditar

Ligações externasEditar