Davit Bek

Davit Bek (em arménio: Դավիթ Բեկ; morto em 1728)[1] foi uma das figuras mais relevantes do movimento de liberação arménio do século XVIII[2] dirigido contra as forças do Império Otomano e os Safávidas.[1][3] Vinha de Mtscheta na Geórgia e chegou ao Carabaque e ao Siunique em 1722.[4] Organizou várias milícias populares no Siunique, apoiado pelo rei georgiano Vactangue.[5] Desde a fortaleza de Halidsor (perto de Kapan) provocou várias derrotas aos turcos, que propiciaram a independência do Siunique; muito embora depois da sua morte a república não aguentou e desapareceu em 1730, mas deixou um importante antecedente.[4]

Davit Bek
Monumento a David Bek em Kapan.
Dados pessoais
Nascimento século XVII
Morte 1728
Vida militar
Anos de serviço 1722–1728
Hierarquia Comandante supremo
Batalhas Batalha de Halidsor

BiografiaEditar

Numa altura na qual o Cáucaso estava no meio duma luta entre os dous gigantes, o Império Otomano e a Pérsia safávida havia muita instabilidade e o Império Russo começou a cobiçar o domínio destas terras.[6] Depois da paz entre os dous países muçulmanos a maioria da Arménia oriental ficou baixo o domínio persa, o povo arménio atingiu bastante prosperidade e foi aí que a Pérsia começou a fraquejar devido à crescente influência britânica na região, surgiram então as aspirações nacionais arménias ganharam força e um desses insurgentes era Davit Bek.[6] Quando cairam os safávidas e Pedro I da Rússia invadiu a região do Cáspio, Davit Bek ofereceu-se para ajudar o czar na sua guerra, depois do czar ter assinado a paz com os turcos, Davit Bek dedicou-se a defender a região contra o ataque destes.[6] Pela sua lavra na protecção das fronteiras foi agraciado pelo Xá Tamaspe como comandante supremo do Cáucaso meridional e Nader Xá outorgou vários privilégios aos arménios.[6]

LegadoEditar

Davit Bek é considerado uma das figuras mais relevantes da Arménia e um dos símbolos do nacionalismo arménio.[6] Em 1880–1882 o poeta Raffi escreveu uma novela sobre Davit Bek, falando da importância do patriotismo armado.[7]

A sua pessoa tem sido usada para fins políticos e propagandísticos, por ejemplo durante a União Soviética na RSS da Arménia.[8][9]

Em 1944, durante a Segunda Grande Guerra, o filme de estilo histórico e épico David Bek foi feito pelo director Hamo Beknazarian.[10]

Bek é a personagem principal duma ópera, David Bek, composta por Armen Tigranian inspirado na obra de Raffi.[11]

Referências

  1. a b Adalian, Rouben Paul (13 de maio de 2010). Historical Dictionary of Armenia (em inglês). [S.l.]: Scarecrow Press. ISBN 9780810874503 
  2. Nisan, Mordechai (1 de janeiro de 2002). Minorities in the Middle East: A History of Struggle and Self-Expression, 2d ed. (em inglês). [S.l.]: McFarland. ISBN 9780786413751 
  3. Contesting National Identities in an Ethnically Homogeneous State: The Case of Armenian Democratization (em inglês). [S.l.]: ProQuest. 1 de janeiro de 2009. ISBN 9781109120127. Consultado em 5 de novembro de 2016. Arquivado do original em 5 de novembro de 2016 
  4. a b Wright, John; Schofield, Richard; Goldenberg, Suzanne (16 de dezembro de 2003). Transcaucasian Boundaries (em inglês). [S.l.]: Routledge. ISBN 9781135368500 
  5. Chorbajian, Levon; Donabédian, Patrick; Mutafian, Claude (1 de janeiro de 1994). The Caucasian Knot: The History & Geopolitics of Nagorno-Karabagh (em inglês). [S.l.]: Zed Books. ISBN 9781856492881 
  6. a b c d e Malkasian, Mark (1 de janeiro de 1996). Gha-ra-bagh!: The Emergence of the National Democratic Movement in Armenia (em inglês). [S.l.]: Wayne State University Press. ISBN 0814326048 
  7. Hacikyan, Agop Jack; Basmajian, Gabriel; Franchuk, Edward S. (1 de janeiro de 2005). The Heritage of Armenian Literature: From the eighteenth century to modern times (em inglês). [S.l.]: Wayne State University Press. ISBN 0814332218 
  8. Steffen, James (31 de outubro de 2013). The Cinema of Sergei Parajanov (em inglês). [S.l.]: University of Wisconsin Pres. ISBN 9780299296537 
  9. Priestland, David (3 de maio de 2016). The Red Flag: A History of Communism (em inglês). [S.l.]: Grove/Atlantic, Inc. ISBN 9780802189790 
  10. University, Peter Rollberg, George Washington (20 de julho de 2016). Historical Dictionary of Russian and Soviet Cinema (em inglês). [S.l.]: Rowman & Littlefield. ISBN 9781442268425 
  11. Bardakjian, Kevork B. (1 de janeiro de 2000). A Reference Guide to Modern Armenian Literature, 1500-1920: With an Introductory History (em inglês). [S.l.]: Wayne State University Press. ISBN 0814327478 

Ver tambémEditar

  Este artigo sobre tópicos militares é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.