Death of a Salesman (filme)

filme de 1951 dirigido por László Benedek

Death of a Salesman (bra: A Morte do Caixeiro-Viajante[1][2][3][4]; prt: Morte de um Caixeiro-Viajante[5]) é um filme norte-americano de 1951, do gênero drama, dirigido por László Benedek,[1] com roteiro de Stanley Roberts baseado na peça teatral Death of a Salesman, de Arthur Miller.[6]

Death of a Salesman
No Brasil A Morte do Caixeiro-Viajante
Em Portugal Morte de um Caixeiro-Viajante
 Estados Unidos
1951 •  p&b •  115 min 
Direção László Benedek
Produção George Glass
Roteiro Stanley Roberts
Baseado em Death of a Salesman, de Arthur Miller
Elenco Fredric March
Mildred Dunnock
Kevin McCarthy
Gênero drama
Música Alex North
Direção de fotografia Frank Planer
Direção de arte Rudolph Sternad
Edição William Lyon
Companhia(s) produtora(s)
Distribuição Columbia Pictures
Lançamento Estados Unidos 20 de dezembro de 1951
Portugal 3 de novembro de 1953
Idioma inglês

SinopseEditar

Depois de trinta e quatro anos na estrada, o caixeiro viajante Willy Loman descobre que nada ganhou na vida, a não ser decepções e desespero. Obcecado pela desejo de ser amado por todos, ele tenta fazer as pazes com a família — Linda, a esposa dedicada e compreensiva, e os filhos Biff e Happy. Entretanto, assombrado pela certeza de ter feito escolhas erradas, de ter lutado por falsos valores, de ter sido vítima de oportunidades perdidas e expectativas irracionais, Willy vê-se diante do único caminho que lhe resta: o suicídio. Linda não derrama nenhuma lágrima em seu enterro.[7][8]

Prêmios e indicaçõesEditar

Prêmio Categoria Recipientes Resultado
Oscar 1952 Melhor ator Fredric March Indicado[9]
Melhor ator coadjuvante Kevin McCarthy Indicado[9]
Melhor atriz coadjuvante Mildred Dunnock Indicado[9]
Melhor fotografia em preto e branco Frank Planer Indicado[9]
Melhor trilha sonora Alex North Indicado[9]
Globo de Ouro 1952 Melhor direção László Benedek Venceu[10]
Melhor ator - drama Fredric March Venceu[10]
Revelação masculina Kevin McCarthy Venceu[10]
Melhor fotografia em preto e branco Frank F. Planer Venceu[10]
BAFTA 1953 Melhor filme George Glass (prod.) Indicado[11]
Melhor ator estrangeiro Fredric March Indicado[11]

ElencoEditar

Ator/Atriz Personagem
Fredric March Willy Loman
Mildred Dunnock Linda Loman
Kevin McCarthy Biff Loman
Cameron Mitchell Happy Loman
Howard Smith Charley
Royal Beal Ben
Don Keefer Bernard
Jesse White Stanley
Claire Carleton Senhorita Francis
David Alpert Howard Wagner

ProduçãoEditar

Drama devastador sobre a perseguição ao Sonho Americano e a ética do sucesso,[7] Death of a Salesman, um clássico do teatro norte-americano, estreou na Broadway em fevereiro de 1949 e ficou em cartaz até novembro de 1950, num total de 742 representações.[12]

A versão cinematográfica conservou vários atores do elenco original: Mildred Dunnock, Cameron Mitchell, Howard Smith e Don Keefer. O papel de Willy Loman, no entanto, interpretado por Lee J. Cobb no palco, foi entregue a Fredric March. Cobb foi impedido de trabalhar no filme por causa de seu passado esquerdista.[8] Kevin McCarthy, por sua vez, estreou no cinema repetindo seu papel na montagem londrina -- o de Biff, o filho mais velho de Willy Loman (feito na Broadway por Arthur Kennedy).

Obra mais conhecida de Arthur Miller, vencedora do prêmio Pulitzer para drama de 1949 e do Tony de Melhor Peça do mesmo ano, Death of a Salesman resultou em um filme aclamado pela crítica,[7][8][13] porém foi um fracasso comercial. Segundo Bruce Eder, "a falência do Sonho Americano não era o primeiro item na lista dos espectadores de 1951".[8] Sintomaticamente, Death of a Salesman candidatou-se a cinco Oscars, porém não ganhou nenhum.

Para Ken Wlaschin, este é um dos onze melhores trabalhos de Fredric March.[14]

Referências

  1. a b «Cine-romance: A morte do caixeiro-viajante ("Death of a Salesman")». A Cena Muda. Rio de Janeiro. 24 de outubro de 1952. p. 16-7. Consultado em 11 de maio de 2021 
  2. «A Morte do Caixeiro-Viajante». Brasil: CinePlayers. Consultado em 11 de maio de 2021 
  3. José Amadio (21 de fevereiro de 1953). «A morte do caixeiro-viajante: bom teatro filmado». Cine-revista. O Cruzeiro (Ano XXV, n.º 19). Rio de Janeiro. p. 18. Consultado em 11 de maio de 2021 
  4. Salvyano Cavalcanti de Paiva (7 de fevereiro de 1953). «Uma crítica: A morte do caixeiro-viajante». Manchete (42). Rio de Janeiro. p. 48. Consultado em 11 de maio de 2021 
  5. «Morte de um Caixeiro-Viajante». Portugal: CineCartaz. Consultado em 11 de maio de 2021 
  6. «Death of a Salesman (1951)». American Film Institute. Consultado em 11 de maio de 2021 
  7. a b c HIRSCHHORN, Clive, The Columbia Story, Londres: Pyramid Books, 1989 (em inglês)
  8. a b c d EDER, Bruce; BUTLER, Craig. «Death of a Salesman». AllMovie. Consultado em 12 de maio de 2014 
  9. a b c d e «The 24th Academy Awards | 1952». Oscars.org. Consultado em 11 de maio de 2021 
  10. a b c d «Death of a Salesman (1951)». GoldenGlobes.com. Consultado em 11 de maio de 2021 
  11. a b «BAFTA|Film in 1953». BAFTA Awards Database. Consultado em 11 de maio de 2021 
  12. «Death of a Salesman». IBDB. Consultado em 12 de maio de 2014 
  13. MALTIN, Leonard, Classic Movie Guide, segunda edição, Nova Iorque: Plume, 2010 (em inglês)
  14. WLASCHIN, Ken, The World's Great Movie Stars and Their Films, Londres: Peerage Books, 1985 (em inglês)