Demografia do Mali

(Redirecionado de Demografia de Mali)
Disambig grey.svg Nota: "Malians" redireciona a este artigo. Para a antiga tribo grega, veja Malians (tribo grega).

Este artigo é sobre os recursos demográficos da população do Mali, incluindo densidade populacional, etnia, nível educacional, saúde da população, status econômico, afiliações religiosas e outros aspectos da população.

População do Mali (1961-2003)

PopulaçãoEditar

Em 2016, a população do Mali foi estimada em 17.5 milhões[1], com uma taxa de crescimento anual de 2,7%.[2] Este número pode ser comparado a 4.638.000 em 1950.[3] A população é predominantemente rural (68% em 2002) e 5 a 10% dos malianos são nômades.[4] Mais de 90% da população vive na parte sul do país, especialmente em Bamako, que tem mais de 1 milhão de habitantes.[4]

Em 2007, cerca de 48% dos malianos tinham menos de 15 anos, 49% tinham entre 15 e 64 anos e 3% tinham 65 anos ou mais. A idade média era de 15,9 anos.[2] A taxa de natalidade em 2007 foi de 49,6 nascimentos por 1.000, e a taxa de fecundidade foi de 7,4 filhos por mulher.[2]

A taxa de mortalidade em 2007 foi de 16,5 mortes por 1.000. A expectativa de vida ao nascer foi de 49,5 anos no total (47,6 para homens e 51,5 para mulheres). O Mali tem uma das taxas mais altas do mundo de mortalidade infantil, com 106 mortes por 1.000 nascidos vivos.[2]

A proporção da população abaixo de 15 anos em 2010 era de 47,2%.[3] 50.6% da população tinha entre 15 e 65 anos. 2,2% da população tinha 65 anos ou mais.[3]

Grupos étnicosEditar

 
Zonas étnico-culturais malinesas: árabe-bérberes (ou magrebinos), ao norte, e subsaarianos (ou negros), ao sul.
 
A Bozo menina em Bamako

A população do Mali consiste em diversos grupos étnicos sub-saarianos, os quais partilham semelhantes tradições históricas, culturais e religiosas. Excepção feita a dois grupos nómadas no norte, os tuaregues, um povo berbere, e os mauros (ou mouros), de origem árabo-berbere. Os tuaregues têm-se oposto tradicionalmente ao governo central. A partir de Junho de 1990 no norte, tuaregues favoráveis a uma maior autonomia têm entrado em confronto com os militares. Em Abril de 1992, o governo e praticamente todas as facções oponentes assinaram um pacto para acabar com a luta e restabelecer a estabilidade no norte. As principais reivindicações são a de uma maior autonomia no norte e de um maior investimento por parte do governo numa zona que é tradicionalmente pobre. O acordo de paz foi celebrado em 1996 em Timbuctu durante uma cerimónia oficial amplamente publicitada, chamada "Flamme de la Paix" (Chama da Paz).

Grupos étnicos:

  • Mandes 50% (bambaras, maliques, soninques)
  • Fulas 17%
  • Voltaicos 12%
  • Songais 6%
  • Tuaregues e mouros 10%
  • Outros 5%

Estrutura populacionalEditar

 
Demografia de Mali, Dados de FAO, ano de 2005; Número de habitantes em milhares.

Em julho de 2007, A população de Mali foi estimada em 12,0 milhões de habitantes, com uma taxa de crescimento anual de 2,7%..[2] A população é predominantemente Rural (68% em 2002), e 5-10% são de malianos nômades.[4]

LínguasEditar

Apesar de cada grupo étnico ter a sua língua própria, cerca de 80% dos malianos comunicam fora do seu grupo em bambara, a língua comum do comércio. O francês é a língua oficial do país e é falado por cerca de 30% dos malianos.

Referências

  1. «World Population Prospects». United Nations - Population Division. Consultado em 5 de agosto de 2017 
  2. a b c d e CIA world factbook.
  3. a b c Divisão de População do Departamento de Assuntos Econômicos e Sociais da Secretaria das Nações Unidas, Perspectivas Mundiais de População: Revisão de 2010 Arquivado em 2011-05-06 no Wayback Machine.
  4. a b c Mais de 90% da população vive na parte meridional do país, especialmente em Bamako, que tem mais de 1 milhão de habitantes.
 
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Demografia do Mali


  Mali
História • Política • Subdivisões • Geografia • Economia • Demografia • Cultura • Turismo • Portal • Imagens