Abrir menu principal

Depopulação é a eliminação de uma grande quantidade de habitantes (animais ou pessoas)[1][2][3] de determinado local ou região, objetivando uma quantidade mínima de sobreviventes a serem preservados. Segundo Thomas Malthus, o crescimento populacional deve ser controlado por meio das guerras, epidemias e desastres naturais.

HistóriaEditar

A primeira batalha de Lagash, na Suméria, pode ser exemplo da primeira depopulação de que se tem conhecimento no mundo antigo. No Brasil, pode-se citar a exploração da Amazônia no período colonial, quando a população nativa sofreu pesadas baixas pelas epidemias de varíola trazida nos navios pelos colonizadores portugueses.

Referências

  1. 2000 Report of the AVMA Panel on euthanasia. Journal American Veterinary Medical Association, v. 218, n. 5, p. 669-696, 2001.
  2. Reconstructing History from Ancient Inscriptions: The Lagash-Umma Border Conflict, Jerrold S. Cooper, Undena Publications, 1983
  3. RAMINELLI, Ronald. Depopulação na Amazônia Colonial. XI Encontro Nacional de Estudos Populacionais. Anais. Belo Horizonte: ABEP, 1998.

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre sociologia ou um sociólogo é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.