Abrir menu principal

O Leão de Sete Cabeças

filme de 1970 dirigido por Glauber Rocha
(Redirecionado de Der Leone have sept cabeças)
Der leone have sept cabeças
O Leão das Sete Cabeças (PRT)
O Leão de Sete Cabeças (BRA)
 França
 Itália

1970 •  cor •  103 min 
Direção Glauber Rocha
Produção Gianni Barcelloni
Claude-Antoine
Roteiro Glauber Rocha
Gianni Amico
Elenco Rada Rassimov
Giulio Brogi
Gabriele Tinti
Jean-Pierre Léaud
Género Drama
Música Baden Powell
Cinematografia Guido Cosulich
Edição Eduardo Escorel
Glauber Rocha
Companhia(s) produtora(s) Polifilm
Claude Antoine Filmes
Idioma português
francês
alemão
inglês

Der Leone have sept cabeças (br.: O Leão de Sete Cabeças / pt.: O Leão das Sete Cabeças), é um filme de 1970 dirigido pelo cineasta brasileiro Glauber Rocha, em seu primeiro trabalho no exílio.[1] Filmado na República do Congo, de forma experimental, conta uma história alegórica sobre a dominação e exploração da África [2] e a iminente revolução. Nas palavras de Glauber Rocha, "é uma história geral do colonialismo euro-americano na África, uma epopéia africana, preocupada em pensar do ponto de vista do homem do Terceiro Mundo, por oposição aos filmes comerciais que tratam de safáris, ao tipo de concepção dos brancos em relação àquele continente".[3]

ElencoEditar

EnredoEditar

  Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

Um padre jesuíta que vagueia pelo continente africano recitando o Evangelho, captura um guerrilheiro comunista chamado Pablo, e o entrega aos representantes de potências do exterior que dominam os nativos: um comerciante português, um agente americano e um mercenário alemão. Os três servem à misteriosa mulher e ninfa Marlene, apelidada pelo padre de "besta da violência". O trio coloca um presidente fantoche para continuar a explorar o país, mas Pablo é liberto pelo líder nativo Zumbi e retorna à luta armada, ao mesmo tempo que o padre captura e crucifica Marlene.

Referências