A derme ou cório é uma camada de pele entre a epiderme (com a qual compõe a cútis) e os tecidos subcutâneos, que consiste principalmente em tecido conjuntivo denso irregular e amortece o corpo do estresse e da tensão. É dividido em duas camadas, a área superficial adjacente à epiderme chamada de região papilar e uma área mais espessa e profunda conhecida como derme reticular.[1] A derme está firmemente ligada à epiderme através de uma membrana basal. Os componentes estruturais da derme são colágeno, fibras elásticas e matriz extrafibrilar.[2] Ele também contém mecanorreceptores que fornecem a sensação de toque e termorreceptores que fornecem a sensação de calor. Além disso, folículos pilosos, glândulas sudoríparas, glândulas sebáceas, glândulas apócrinas, vasos linfáticos, nervos e vasos sanguíneos estão presentes na derme. Esses vasos sanguíneos fornecem nutrição e remoção de resíduos para células dérmicas e epidérmicas.

EstruturaEditar

A derme é composta por três tipos principais de células:[3] fibroblastos, macrófagos e mastócitos.

Além dessas células, a derme também é composta por componentes da matriz, como colágeno (que fornece força), elastina (que fornece elasticidade) e matriz extrafibrilar, uma substância extracelular semelhante a um gel composta principalmente de glicosaminoglicanos (principalmente hialuronano), proteoglicanos e glicoproteínas.[3]

Referências

  1. James, William; Berger, Timothy; Elston, Dirk (2005). Andrews' Diseases of the Skin: Clinical Dermatology (10th ed.). Saunders. Pages 1, 11–12. ISBN 0-7216-2921-0.
  2. Marks, James G; Miller, Jeffery (2006). Lookingbill and Marks' Principles of Dermatology (4th ed.). Elsevier Inc. Page 8–9. ISBN 1-4160-3185-5.
  3. a b malvi (4 de março de 2011). «The Ageing Skin - Part 1 - Structure of Skin and Introduction - Articles». PharmaXChange.info