Abrir menu principal
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde Outubro de 2012). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Diogo Botelho Pereira (Cochim, ? — ?) é um personagem da gesta dos descobrimentos portugueses. Homem de temperamento exacerbado como dizem as crônicas que o referenciam, por causa desse temperamento sofreu fortes dissabores.

Filho de Antonio Real, capital da fortaleza de Cochim, e Iria Pereira. É considerado um feito absolutamente fantástico o seu de ter ido da Índia[1] de volta ao Reino de Portugal numa singela fusta, navio de todo improvável para realizar tão longa e tormentosa viagem, razão pela qual Dom João III mandou queimar para "que não se vulgarizasse a ideia de que era possível fazer a viagem em tão modesto meio". São escassas as informações sobre a sua vida e as existentes muitas vezes levantam dúvidas.

Referências

Ligações externasEditar