Abrir menu principal

Divisão de Censura de Diversões Públicas

Requerimento da escola de samba Caprichosos de Pilares ao Serviço de Censura sobre o enredo “A visita da nobreza do riso a Chico-rei” (1984), com carimbo da DCDP.

A Divisão de Censura de Diversões Públicas (DCDP) foi o órgão de censura oficial na ditadura militar brasileira, entre 1972 e 1988. Estava subordinada ao Departamento de Polícia Federal do Ministério da Justiça. Sua principal função era aprovar e recusar, a partir de laudos, conteúdos midiáticos e outros materiais.[1][2] O arquivo da DCDP está sob a guarda do Arquivo Nacional.[3]

Referências