Abrir menu principal
Comando da 1ª Divisão Revolucionária, 1925. Djalma Dutra é o primeiro sentado (da esquerda para a direita).

Djalma Dutra (1895 - Três Corações, MG, 27 de outubro de 1930) foi um militar e revolucionário brasileiro. Participou dos movimentos revolucionários de 1922. Integrou a Coluna Prestes entre 1925 e 1927, chegando a patente de Coronel. Foi revolucionário em 1930.[1][2]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.

Referência bibliográficaEditar

  • ___________. Grande Enciclopédia Larousse Cultural. São Paulo: Plural Editoral e Gráfica, 1998.

Referências

  1. Dicionário Histórico Biográfico Brasileiro pós 1930. 2ª ed. Rio de Janeiro (2001). «Djalma Dutra». Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil-Fundação Getúlio Vargas. Consultado em 13 de maio de 2019 
  2. «Desapareceu um dos idealistas de 1922 e 1924-Morre em combate, em Três Corações, o tenente Djalma Dutra». Correio da Manhã, Ano XXX, edição 10998, página 3/republicado pela Biblioteca Nacional-Hemeroteca Digital Brasileira. 28 de outubro de 1930. Consultado em 13 de maio de 2019