Abrir menu principal
Doce Delírio
Cartaz do filme, destacando a atriz Cláudia Alencar.
 Brasil
1983 •  eastmancolor •  105 min 
Direção Manoel Paiva
Produção Salto Produções Cinematográficas
Produção executiva Antônio Paiva
Amílcar Sontag
Aníbal Sontag
Roteiro João Manuel Rodrigues
Gérson de Faria
Manoel Paiva
Elenco Cláudia Alencar
Mauro Mendonça
Bárbara Fazio
Eduardo Tornaghi
Paulo César Grande
Gênero drama
Cinematografia Carlos Reichenbach
Direção de fotografia Carlos Reichenbach
Diretor de iluminação Carlos Reichenbach
Idioma português
Página no IMDb (em inglês)

Doce Delírio é um filme brasileiro de 1983 dirigido por Manoel Paiva.

Prêmios e indicaçõesEditar

Troféu APCA (1983)
  • Vencedor nas categorias:
Melhor atriz (Bárbara Fazio[nota 1][1])
Melhor fotografia (Carlos Reichenbach)
Prêmio Governador do Estado de São Paulo (1983)
  • Vencedor na categoria:
Melhor iluminação (Carlos Reichenbach)

SinopseEditar

Rejeitada pelo marido após 27 anos de casamento, Júlia acaba se envolvendo com outro homem e suas crises levam o ex-marido a achar que estaria louca. As crises pioram quando a mãe dela também se separa.

ElencoEditar

Notas

  1. Partilhado com Marília Pêra, por Bar Esperança.

Referências

Ligações externasEditar

  A Wikipédia tem o
  Este artigo sobre um filme brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.