Abrir menu principal

Documentos da Igreja Católica sobre música sacra

Documentos da Igreja Católica sobre música sacra
Concílio de Trento, no qual foi promulgado o Decreto do que se deve observar e evitar na celebração da Missa (1562), um dos documentos da Igreja Católica sobre música sacra.
Tipos
bulas, encíclicas, constituições, decretos, instruções, motu proprio, ordenações, éditos
Período
1322-2007
Objetivos
Proibir abusos e definir as particularidades admitidas e planejadas na música sacra
Principais documentos ecumênicos
Docta Sanctorum Patrum (1322)
Decreto do que se deve observar e evitar na celebração da Missa (1562)
Rubricas dos livros litúrgicos (1570-2000)
 Cæremoniale Episcoporum
Decretos da Sagrada Congregação dos Ritos (1602-1909)
Piæ sollicitudinis studio (1657)
Édito sobre a música (1698)
Annus qui hunc (1749)
Ordinatio quoad sacram musicen (1884)
Quod sanctus Augustinus (1894)
Inter pastoralis officii sollicitudines ou Tra le sollecitudini (1903)
Divini cultus sanctitatem (1928)
Mystici Corporis Christi (1943)
Mediator Dei (1947)
Musicæ sacræ disciplina (1955)
De musica sacra et sacra liturgia (1958)
Sacrosanctum Concilium (1963)
Sacram Liturgiam (1964)
Inter œcumenici (1964)
Musicam Sacram (1967)
Tres abhinc annos (1967)
Liturgicæ instaurationes (1970)
Voluntati Obsequens (1974)
Ninguém melhor do que vós, artistas (1999)
Impelido por um profundo desejo (2003)
Summorum Pontificum (2007)
No dia memorável (2007)
Principais documentos aplicados ao Brasil
Constituições Primeiras do Arcebispado da Bahia (1707)
De Musica Sacra (1899)
Das Cerimônias (1903)
Regulamento sobre Música Sacra (1910)
De Cantu et Musica Sacra (1939)
Página oficial do Vaticano (em português)
http://w2.vatican.va/content/vatican/pt.html

Documentos da Igreja Católica sobre música sacra foram emitidos desde a Idade Média, na forma de bulas, encíclicas (epístolas encíclicas ou cartas encíclicas), constituições, decretos, instruções, motu proprio, ordenações, éditos, rubricas e outras, destinadas, inicialmente, a proibir "abusos" observados na prática e produção de música sacra e, a partir do século XVIII, simultaneamente a proibir abusos e a especificar as particularidades da prática, produção e ensino musical admitidas e planejadas pela Igreja Católica.[1]

Índice

Principais documentos da Igreja Católica sobre música sacraEditar

Os documentos gerais e mais significativos da Igreja Católica em relação à prática e produção da música sacra, de acordo com Paulo Castagna,[2][3] Fernando Lacerda Simões Duarte,[4][5] com publicações sistemáticas a respeito[6][7] e com notícias atualizadas,[8][9][10][11][12][13][14] foram emitidos na forma de bulas, encíclicas, constituições, decretos, instruções, motu proprio, ordenações, éditos, rubricas e outras, do século XIV ao século XXI, conforme o quadro abaixo:

Principais documentos da Igreja Católica sobre música sacra
Data Título Tipo Autor
1322 Docta Sanctorum Patrum[15][16] Bula João XXII
1562-09-17 Decreto do que se deve observar e evitar na celebração da Missa[17][18] Decreto da Seção XXII Concílio de Trento
1570-2000 Rubricas dos livros litúrgicos, especialmente o Missale Romanum (Missal Romano) Rubricas Igreja Católica
1600 Cæremoniale Episcoporum (Cerimonial dos Bispos)[19] Normas e rubricas Igreja Católica
1657-04-23 Piæ sollicitudinis studio[1] Constituição Alexandre VII
1698-08-01 Édito sobre a música[20] Édito Inocêncio XII
1749-02-19 Annus qui hunc[3] Carta Encíclica Bento XIV
1884-09-25 Ordinatio quoad sacram musicen[21] Decreto Sacra Rituum Congregatio (Sagrada Congregação dos Ritos)
1894-07-07 Quod sanctus Augustinus[22] Decreto de Leão XIII, ratificado pela Sagrada Congregação dos Ritos como Decreto n.3830
1903-11-22 Inter pastoralis officii sollicitudines (Tra le sollecitudini)[23][24][25] Motu Proprio Pio X
1917 Cânones 413, 1184, 1185, 1264, 1365, 2271[26] Primeiro Código de Direito Canônico Bento XV
1922-11-22 Ad musicæ sacræ restitutionem[27][28] Motu Proprio Pio XI
1928-12-20 Divini cultus sanctitatem[29][30][31] Constituição Apostólica Pio XI
1943-06-29 Mystici Corporis Christi[32][33] Carta Encíclica Pio XII
1947-11-20 Mediator Dei[34][35] Carta Encíclica Pio XII
1955-12-25 Musicæ sacræ disciplina[36][37] Carta Encíclica Pio XII
1958-09-03 De musica sacra et sacra liturgia[38] Instrução Leão XXIII
1961-12-08 Iucunda Laudatio Carta Apostólica João XXIII
1963-11-22 Nobile Subsidium Liturgiae Quirógrafo Paulo VI
1963-12-04 Sacrosanctum Concilium[39] Decreto Concílio Vaticano II
1964-01-25 Sacram Liturgiam[40] Motu Proprio Paulo VI
1964-09-26 Inter œcumenici[41][42][43] Instrução Sacra Rituum Congregatio (Sagrada Congregação dos Ritos)
1967-03-05 Musicam Sacram[44][45] Instrução Sacra Rituum Congregatio (Sagrada Congregação dos Ritos)
1967-05-04 Tres abhinc annos[46] Instrução Sacra Rituum Congregatio (Sagrada Congregação dos Ritos)
1970-09-05 Liturgicæ instaurationes[47] Instrução Sacra Rituum Congregatio (Sagrada Congregação dos Ritos)
1974-04-14 Voluntati Obsequens[48] Carta aos Bispos sobre o repertório mínimo de canto gregoriano Sacra Rituum Congregatio (Sagrada Congregação dos Ritos)
1983 Cânones 230 e 1173[49] Segundo Código de Direito Canônico João Paulo II
1999-04-04 Nessuno meglio di voi artisti[50] Carta aos artistas João Paulo II
2001-03-28 Liturgiam authenticam[51] Documento curial Cúria Romana
2003-11-22 Mosso dal vivo desiderio[52] Quirógrafo João Paulo II
2003-12-04 Spiritus et Sponsa[53] Carta Apostólica João Paulo II
2007-07-07 Summorum Pontificum[54][55] Motu Proprio Bento XVI
2007-10-13 Nel memorabile giorno[56] Discurso na visita ao Pontifício Instituto de Música Sacra de Roma Bento XVI

Principais documentos sobre música sacra aplicados ao BrasilEditar

No Brasil foram emitidos documentos de regulamentação de práticas musicais por várias instâncias locais, desde paróquias, bispados (ou dioceses) e arcebispados (ou arquidioceses), até aquelas aplicadas a um conjunto de dioceses, a todo o Brasil ou à América Latina, como nas Constituições Primeiras do Arcebispado da Bahia (1707), no Concilium Plenarium Americæ Latinæ (Concílio Plenário da América Latina) e no Concilium Plenarium Brasiliense (1939):

Principais documentos sobre música sacra aplicados ao Brasil
Data Título Tipo Autor
1707-06-21    Que nas Igrejas se não façam farsas e jogos profanos, nem se coma, beba, durma, baile, ou façam novenas (Livro 4, Título 30)[57][58] Decreto das Constituições Primeiras do Arcebispado da Bahia Arcebispo Sebastião Monteiro da Vide
1899-06-09 De Musica Sacra[59] Decreto do Concilium Plenarium Americæ Latinæ (Concílio Plenário da América Latina) Convocado pelo Papa Leão XIII
1903 Das Cerimônias[60] Capítulo XXII do Primeiro Sínodo da Diocese de Mariana Dom Silverio Gomes Pimenta, Bispo de Mariana
1910 Regulamento sobre Música Sacra[61] Pastoral Coletiva dos Arcebispos e Bispos das Províncias Eclesiásticas do Rio de Janeiro, Mariana, São Paulo, Cuiabá e Porto Alegre Bispos do Rio de Janeiro, Mariana, São Paulo, Cuiabá e Porto Alegre
1939 De Cantu et Musica Sacra (Livro I, Parte II, Cap. II, Art. I, n.364-367); De Sacris Processionibus (Livro I, Parte III, Cap. III, n.407); De Seminariis (Livro I, Parte IV, Cap. II, n.451)[62][4] Concilium Plenarium Brasiliense (Concílio Plenário do Brasil) Arcebispo Sebastião Leme da Silveira Cintra
1940 Pastoral Coletiva dos Bispos de São Paulo Pastoral Bispos de São Paulo
1945-09-15 Pastoral sobre a Música Sacra[63] Pastoral Dom Jaime Câmara
1976-03-25 Pastoral da Música Litúrgica no Brasil[6] Pastoral (Documentos da CNBB, nº 7) Conferência Nacional dos Bispos do Brasil
1998-12-04 A Música Litúrgica no Brasil[6] Estudo (Estudos da CNBB, nº 79) Conferência Nacional dos Bispos do Brasil

PesquisasEditar

Esses documentos foram estudados, do ponto de vista musicológico, principalmente por Luís Rodrigues (1943),[27] Florentius Romita (1947),[64] Robert Novotny (1962),[65] Karl Gustav Fellerer (1976),[66] Robert F. Hayburn (1979),[67] Étienne Anheim (2000)[68] e Michael Klaper (2010).[69] Entre os latino-americanos estão Paulo Castagna (1999, 2000 e 2011),[70][71][3] Pablo Sotuyo Blanco (2003),[72] Thiago José Esperandio (2010)[16] e Fernando Lacerda Simões Duarte (2011 e 2016),[5][4] estando em progresso outras pesquisas sobre o assunto.

Ver também (Wikipédia)Editar

Ligações externasEditar

Referências

  1. a b OVERATH, Johannes (ed.). Sacred Music and Liturgy Reform After Vatican II. Proceedings of the Fifth International Church Music Congress Chicago-Milwaukee, August 21-28, 1966. Rome: Consociatio International Musicae Sacrae, 1969. 290p.
  2. CASTAGNA, Paulo. O estilo antigo na prática musical religiosa paulista e mineira dos séculos XVIII e XIX. São Paulo, 2000. Tese (Doutoramento) – Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo. 3v.
  3. a b c CASTAGNA, Paulo. O estabelecimento de um modelo para o acompanhamento instrumental da música sacra na Encíclica Annus qui hunc (1749) do Papa Bento XIV. Revista do Conservatório de Música da UFPel, Pelotas, n.4, p.1-31, 2011.
  4. a b c DUARTE, Fernando Lacerda Simões. Resgates e abandonos do passado na prática musical litúrgica católica no Brasil entre os pontificados de Pio X e Bento XVI (1903-2013); orientação de Paulo Castagna. São Paulo, 2016. Tese (Doutorado) – Instituto de Artes da Unesp.
  5. a b «DUARTE, Fernando Lacerda Simões. Possíveis significados para as opções composicionais nas missas de Furio Franceschini; orientação de Paulo Castagna. São Paulo, 2011. Dissertação (Mestrado) – Instituto de Artes da Unesp. 147p.». Consultado em 9 de abril de 2018. Arquivado do original em 7 de abril de 2018 
  6. a b c DOCUMENTOS sobre a música litúrgica. São Paulo: Paulus, 2005. 349p.
  7. A MÚSICA SACRA nos documentos da Igreja. Lisboa: Secretariado Nacional de Liturgia, 2006. 224p.
  8. «Documentos e discursos sobre música». Scribd (em inglês). Consultado em 21 de abril de 2018 
  9. «Church & Papal Documents Related to Sacred Music». Office of Worship (em inglês). 26 de outubro de 2016 
  10. «NPM Documents – NPM». npm.org (em inglês). Consultado em 24 de abril de 2018 
  11. «Sancta Missa - Church Documents on Liturgical Music». www.sanctamissa.org. Consultado em 24 de abril de 2018 
  12. Swenton, Rick. «The Liturgy Documents of the Catholic Church». www.stjosephbristol.org (em inglês). Consultado em 24 de abril de 2018 
  13. «Documents». www.catholicliturgy.com. Consultado em 24 de abril de 2018 
  14. «Church Music Association of America | Catholic Liturgy, Sacred Music». musicasacra.com (em inglês). Consultado em 24 de abril de 2018 
  15. BOEHMERI, Justi Henningii; RICHTER, Aemilius Ludovicus. Corpus Juris Canonici. Lipsiae: Bernh. Tauchnitz Jun., 1839. v.2, Extravagantes Decretales quae a diversis romanis pontificibus post sextum emanaverunt, liber tertius, p.74, n.1169-1170.
  16. a b ESPERANDIO, Thiago José. A música sob o interdito: a ambiguidade da relação entre a Igreja e a polifonia musical no século XIV. Dissertação (Mestrado em Ciência da Religião) São Paulo, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, 2010.
  17. IGREJA CATÓLICA. Decreto do que se deve observar, e evitar na celebração da Missa. Concílio de Trento, Seção XXII, 17 de setembro de 1562.
  18. IGREJA CATÓLICA. Decreto do que se deve observar, e evitar na celebração da Missa. Concílio de Trento, Seção XXII, 17 de setembro de 1562.
  19. Cæremoniale episcoporum anno MDCCLII (1752) cum variationibus anno MDCCCLXXXVI (1886).
  20. PAPA INOCÊNCIO XII. Editto sopra la Musica. Roma: Stamperia della Reverenda Camera Apostolica, 1698.
  21. SACRA RITUUM CONGREGATIONE. Ordinatio quoad sacram musicem. In: Acta Sanctae Sedis in compendium opportune redacta et il lustrata studio et cura Iosephi Pennacchi et Victorii Piazzesi. Roma: Typis Polyglottae Officinae, 1984. v.17, p.340-349.
  22. MOLLA, Bernard. Charles Bordes pionnier du renouveau musical français entre 1890-1909. Tese (Doctorat de Lettres et Sciences Humaines, Litterature et Civilization Françaises - Musicologie). Lyon: Université de Lyon, 1985. v.2, p.285-288.
  23. PIO X, Papa. Motu Proprio Tra le sollecitudini (22 de novembro de 1903). Versão em latim.
  24. PIO X, Papa. Motu Proprio Tra le sollecitudini (22 de novembro de 1903). Versão em italiano.
  25. PIO X, Papa. Motu Proprio Tra le sollecitudini (22 de novembro de 1903). Versão em português.
  26. «CIC/1917 online». www.iuscangreg.it. Consultado em 19 de fevereiro de 2019 
  27. a b RODRIGUES, Pe. L[uís]. Música sacra: história - legislação. Porto: Ed. Lopes da Silva, 1943. p.146-151.
  28. «Ad Musicae Sacrae, Motu Proprio, De Urbana Musicae Sacrae altiore Schola Pontificia constabilienda, d. 22 m. Novembris a. 1922, Pius PP. XI | PIUS XI». w2.vatican.va. Consultado em 11 de fevereiro de 2019 
  29. PAPA PIO XI. Constituição Apostólica Divini cultus sactitatem. Vaticano, 20 dez. 1928 (latim).
  30. PAPA PIO XI. Constituição Apostólica Divini cultus sactitatem. Vaticano, 20 dez. 1928 (alemão).
  31. «Divini Cultus (20 dicembre 1928) | PIO XI». w2.vatican.va. Consultado em 21 de abril de 2018 
  32. PAPA PIO XII. Carta Encíclica Mystici corporis Christi. Vaticano, 29 jun. 1943 (latim).
  33. PAPA PIO XII. Carta Encíclica Mystici corporis Christi. Vaticano, 29 jun. 1943 (português).
  34. PAPA PIO XII. Carta Encíclica Mediator Dei. Vaticano, 20 nov. 1947 (latim).
  35. PAPA PIO XII. Carta Encíclica Mediator Dei. Vaticano, 20 nov. 1947 (português).
  36. PAPA PIO XII. Carta Encíclica Musicæ sacræ disciplina sobre a música sacra. 25 de dezembro de 1955. Versão em latim.
  37. PAPA PIO XII. Carta Encíclica Musicæ sacræ disciplina sobre a música sacra. 25 de dezembro de 1955. Versão em português.
  38. PAPA LEÃO XXIII. Instrução De Musica Sacra sobre música sacra e liturgia. 3 de setembro de 1958. Versão em latim. p.630-663.
  39. IGREJA CATÓLICA. Documentos do concílio Vaticano II.
  40. PAPA PAULO VI. Motu Proprio Sacram Liturgiam. Vaticano, 25 jan. 1964.
  41. SAGRADA CONGREGAÇÃO DOS RITOS. Instrução Inter œcumenici. Vaticano, 26 set. 1964 (português)
  42. SAGRADA CONGREGAÇÃO DOS RITOS. Instrução Inter œcumenici. Vaticano, 26 set. 1964 (português)
  43. SAGRADA CONGREGAÇÃO DOS RITOS. Instrução Inter œcumenici. Vaticano, 26 set. 1964 (francês).
  44. SAGRADA CONGREGAÇÃO DOS RITOS. Instrução Musicam Sacram. Vaticano, 05 mar. 1967 (português).
  45. SAGRADA CONGREGAÇÃO DOS RITOS. Instrução Musicam Sacram. Vaticano, 05 mar. 1967 (inglês).
  46. SAGRADA CONGREGAÇÃO DOS RITOS. Instrução Tres abhinc annos. Vaticano, 04 de maio de 1967 (português).
  47. SAGRADA CONGREGAÇÃO DOS RITOS. Instrução Liturgicæ instaurationes. Vaticano, 05 set. 1970 (francês).
  48. SAGRADA CONGREGAÇÃO DOS RITOS. Voluntati Obsequens, carta aos Bispos sobre o repertório mínimo de canto gragoriano. Vaticano, 14 abr. 1974 (inglês).
  49. CÓDIGO DE DIREITO CANÓNICO promulgado por S.S. o Papa João Paulo II: versão portuguesa [online]. 4ª Edição Revista. Lisboa: Conferência Episcopal Portuguesa; Braga: Editorial Apostolado da Oração), 1983.
  50. PAPA JOÃO PAULO II. Carta aos artistas. Vaticano, 04 abr. 1999 (português).
  51. «DE USU LINGUARUM POPULARIUM IN LIBRIS LITURGIAE ROMANAE EDENDIS». www.vatican.va. Consultado em 25 de março de 2019 
  52. PAPA JOÃO PAULO II. Quirógrafo do Sumo Pontífice no Centenário do Motu Proprio Tra Le Sollecitudini Sobre a Música Sacra.
  53. «Spiritus et Sponsa: no 40° aniversário da Constituição "Sacrosanctum Concilium" sobre a Sagrada Liturgia (4 de dezembro de 2003) | João Paulo II». w2.vatican.va. Consultado em 26 de março de 2019 
  54. PAPA BENTO XVI. Motu Proprio Summorum Pontificum. Vaticano, 07 jul. 2007 (latim).
  55. PAPA BENTO XVI. Motu Proprio Summorum Pontificum. Vaticano, 07 jul. 2007 (português).
  56. PAPA BENTO XVI. Discurso na visita ao Pontifício Instituto de Música Sacra de Roma. Vaticano, 13 out. 2007 (português).
  57. CONSTITUIÇOENS / PRIMEYRAS / Do / Arcebispado Da Bahia / Feytas, & ordenadas / Pelo Illustrissimo, E Reverendissimo Senhor / D. Sebastiaõ Monteyro / Da Vide, / Arcebispo do dito Arcebispado, & do Conselho / de Sua Magestade, / Propostas, E Aceytas / Em O Synodo Diecesano, Que O Dito Senhor / celebrou em 12. de Junho do anno de 1707. / [grav.] / Coimbra, / No Real Collegio Das Artes da Comp. de Jesus, / M.DCCXX. [1720] / Com todas as licenças necessarias. 10 f. não num., 618, 32, 187p.
  58. CASTAGNA, Paulo. Sagrado e profano na música mineira e paulista da primeira metade do século XVIII. II SIMPÓSIO LATINO-AMERICANO DE MUSICOLOGIA, Curitiba, 21-25 jan.1998. Anais... Curitiba: Fundação Cultural de Curitiba, 1999. p.97-125.
  59. ACTA et decreta Concilii Plenarii Americæ Latinæ in urbe celebrati. Romæ: Typis Vaticanis, 1900. Cap. IX, p.195-198.
  60. PRIMEYRO Synodo da Diocese de Marianna celebrado pelo Exm.º e Rvmº Snr. Bispo D. Silverio Gomes Pimenta; julho de 1903. Marianna: Typographia Episcopal, 1903. Título II, cap. XXII (Das cerimônias), § 225, p. 66.
  61. PASTORAL collectiva dos Senhores Arcebispos e Bispos das Provincias Ecclesiasticas de S. Sebastião do Rio de Janeiro, Marianna, S. Paulo, Cuyabá e Porto Alegre communicado ao clero e aos fieis o resultado na cidade de S. Paulo de 25 de setembro a 10 de outubro de 1910. Rio de Janeiro: Typographia Leuzinger, 1911. Apêndice XXXIV, p. 640-645.
  62. CONCILIUM Plenarium Brasiliense in Urbe S. Sebastiani Fluminis Januarii Anno Domini MDCCCCXXXIX [1939] celebratum a Sebastiano S.R.E. Card. Leme da Silveira Cintra S. Sebastiani Fluminis Januarii Archiepiscopo Summi Pontificis Pii PP. XII legato a latere præside. Rio de Janeiro: Petropolis, 1939. XVI, 419p.
  63. MÚSICA SACRA: Quarta carta pastoral de D. Jaime de Barros Câmara. Música Sacra, Petrópolis, v.5, n.10, p.181-187, out. 1945; v.5, n.11, p.201-205, nov. 1945.
  64. ROMITA, Sac. Florentius. Jus Musicæ Liturgicæ: dissertatio historico-iuridica. Roma: Edizioni Liturgiche, 1947. XX, 319p.
  65. NOVOTNY, Robert. Instrumental Music and the Liturgy. The American Ecclesiastical Review, The Catholic University of America Press, p. 94-112, feb. 1962.
  66. FELLERER, Karl Gustav. Geschichte der Katholischen Kirchenmusik unter Mitarbeit zahlreicher Forscher des In- und Auslandes herausgegeben von Karl Gustav Fellerer. Kassel, Basel, Tours, London: Bärenreiter-Verlag, 1976. 2v.
  67. HAYBURN, Robert F. Papal Legislation on Sacred Music: 95 A.D. to 1977 A.D. Collegeville: The Liturgical Press, 1979. 619p.
  68. ANHEIM, Étienne. Une controverse médiévale sur la musique : la Décrétale Docta Sanctorum de Jean XXII et le débat sur l’ars nova dans les années 1320. Revue Mabillon, n.s., v.11 (=v.72), p.221-246, 2000.
  69. KLAPER, Michael. Liturgia e polifonia all’inizio del Trecento: appunti sulla genesi, trasmissione e ricezione della constitu-tio Docta sanctorum  di papa Giovanni XXII. Philomusica on-line, v.9, n.3, p.135-147, 2010.
  70. CASTAGNA, Paulo. Sagrado e profano na música mineira e paulista da primeira metade do século XVIII. II SIMPÓSIO LATINO-AMERICANO DE MUSICOLOGIA, Curitiba, 21-25 jan.1998. Anais. Curitiba: Fundação Cultural de Curitiba, 1999. p.97-125.
  71. CASTAGNA, Paulo. O estilo antigo na prática musical religiosa paulista e mineira dos séculos XVIII e XIX. São Paulo, 2000. Tese (Doutoramento) – Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo. 3v.
  72. SOTUYO BLANCO, Pablo. Modelos pré-composicionais nas Lamentações de Jeremias no Brasil; orientação Jamary Oliveira. Tese (Doutoramento em Música), Universidade Federal da Bahia. Salvador, 2003.