Domingo Francisco Sánchez

político paraguaio

Domingo Francisco Sánchez (Assunção, 20 de março de 1795 - Cerro Corá 1 de março de 1870) foi o Vice-Presidente do Paraguai na administração de Francisco Solano López, no período de 1862 a 1870. Sánchez foi um dos poucos funcionários que trabalharam nas administrações de Gaspar Rodríguez de Francia, Carlos Antonio López e Francisco Solano López.

Domingo Francisco Sánchez.
O Trono: López e seu Gabinete (da esquerda para a direita: Gonzáles, Sanchez, López, Berges e Venancio López).

Em 1 de março de 1870, ele morreu em combate com os soldados Brasileiros na Batalha de Cerro Corá, a última batalha da Guerra do Paraguai, ao lado de López e do Secretário de Estado Luis Caminos.

HomenagensEditar

A Rota 12, importante rodovia paraguaia, tem o seu nome.[1][2][3]

Referências

  1. Dalles, Paola (14 de maio de 2013). «Rutas del Paraguay - Edicion Impresa - ABC Color». www.abc.com.py (em espanhol). ABC Color. Consultado em 1 de fevereiro de 2019 
  2. «Mapa del Paraguay - Red vial 2018». www.mopc.gov.py (em espanhol). MOPC - Ministerio de Obras Publicas y Comunicaciones del Paraguay. Consultado em 1 de fevereiro de 2019 
  3. «MOPC elabora mapa actualizado de rutas del Paraguay». ultimahora.com (em espanhol). Ultima Hora. 7 de março de 2014. Consultado em 1 de fevereiro de 2019 
Cargos políticos
Precedido por
Francisco Solano López
Vice-Presidente do Paraguai
1862-1870
Sucedido por
Cayo Miltos