Abrir menu principal
Dulce Amargo
Autor(es) Dulce María
Idioma espanhol
País  México
Gênero Autobiografia
Editora CARAS México
Lançamento 14 de fevereiro de 2008
Páginas 118
Edição brasileira
Tradução Sandra Fernandez Leite
Editora On Line Editora
Páginas 118
ISBN 9788599106167

Dulce Amargo é um livro de poemas escritos pela atriz e cantora mexicana Dulce María, lançado pela Editora Caras no México e América Latina e pela On Line Editora no Brasil. No livro consta poemas, desenhos e letras de canções que foram escritos por ela quando ainda era adolescente e mostrando todos os seus sentimentos durante essa fase.[1][2]

Em 2014 o livro foi relançado,[3] apresentando mais poemas e desenho e com o subtítulo "Recuerdos de una adolescente" no México, Estados Unidos e Argentina pela editora Urano.[4] No Brasil foi lançado pela editora Universo dos Livros, se tornando um sucesso de vendas.[5][6]

Índice

LançamentoEditar

Dulce conta em suas entrevistas que escreve todos os dias, e que durante suas turnês com o grupo RBD, quando podia, escrevia seus sentimentos e guardava-os, até que um dia lhe bateu a vontade de compartilhar algumas coisas que escreveu com seus fãs.[7]

O livro foi lançado em 14 de fevereiro de 2008, dia dos namorados no México.[8] Um pouco mais de 7 mil pessoas foram ao lançamento da obra e mais tarde o livro chegou a outros países, sendo divulgado mundialmente por diversas editoras em mais de um idioma. No México foi lançado pela "Editora CARAS" enquanto no Brasil foi lançado pela On Line Editora.[9]

PoemasEditar

I. Confesiones Noturnas

  • Le Pido A La Luna.
  • Con La Maleta Llena.
  • Un Mar de Gente.
  • Buscando La Paz.
  • Una Caja Del Tiempo.
  • Pobre Luna.
  • ¿Que Pasa Hoy?
  • Confesión I.
  • Confesión II.
  • Sola en La Batalla.
  • Se Me Ha Congelado El Alma.

II. Reflexiones Íntimas

  • Tengo Que Abrir Los Ojos.
  • Eterno.
  • ¿Por Qué?
  • ¡Arriésgate!
  • Los Espejos.
  • Historias de Amor en La Cabeza.
  • La Vida.
  • Mantener La Magia.
  • Disfraces Y Antifaces.
  • ¿De Dónde Vienen Las Lágrimas?
  • Pedacitos de Estrellas.

III. Momentos Dulces

  • Yo.
  • El Centro de Dulce.
  • Como Olas del Mar.
  • Me Convertí en Tu Reflejo.
  • Para tí Que Me Estas Esperando.
  • El Mar de Tu Mirada.
  • Una Noche de Invierno.
  • Tú.
  • Ladrón de Tiempo.
  • Una Vez Más.
  • La Luna no Miente.
  • Atardecer Rosa.
  • Arco Iris de Luna.

IV. Y Amargos

  • Mi Compañía es La Nostalgia.
  • Contando Estrellas.
  • Sigo Siendo la Misma.
  • Mañana Te Irás.
  • Vacía.

V. Canciones Ineditas

  • Si Pudiera Explicar.
  • Dime Cómo.
  • Las Horas Perdidas.
  • Prisionera.
  • El Primero.
  • Tu Suéter.
  • Confieso.
  • 24 Horas del Día.

RelançamentoEditar

Em 2014 Dulce anunciou que estava em negociações com diversas editoras para relançar o livro com mais poemas, feitos por elas dos 11 a 21 anos, e com mudanças também nos desenhos.[10][11]

Em 6 de dezembro de 2014, sete anos após da primeira edição de seu livro Dulce Amargo lançou a reedição do livro na reconhecida Feria Internacional Del Libro de Guadalajara (FIL), pela Editora Urano. A nova versão apresenta mais poemas e recebeu o subtítulo Recuerdos de una adolescente.[12] Em 14 de fevereiro de 2015 foi lançado em formato digital em todo o mundo, com tradução em português para o Brasil. A versão impressa do livro foi lançada no México, Estados Unidos e Argentina pela Editora Urano e no Brasil pela Universo dos livros, se tornando um sucesso de vendas.[13] No México ficou por diversas semanas entre os 10 mais vendidos, chegando a alcançar a primeira posição e no Brasil ficou entre os mais vendidos segundo a Revista Veja e PublishNews. Com três meses do seu lançamento no Brasil, o livro já havia vendido mais de 3 mil cópias.[14][15]

Referências

  1. «Ya salió el libro de Dulce María». Web de la Tele (em espanhol) 
  2. «¡Dulces revelaciones! La rebelde lanzará al mercado un libro - el lider usa». el lider usa (em espanhol). 24 de janeiro de 2008 
  3. «Dulce María quiere reeditar su libro de poemas». SDPnoticias.com (em espanhol). 10 de abril de 2014 
  4. «Dulce María presenta reedición de su libro 'Dulce amargo'». Excélsior (em espanhol). 18 de dezembro de 2014 
  5. Programas, Univision. «Dulce y sus recuerdos de infancia». Univision (em inglês). Consultado em 24 de abril de 2018 
  6. «#DulceMaría: reedita su libro de poemas». melty (em espanhol). 18 de dezembro de 2014 
  7. «Presentación de Dulce Amargo de Dulce María Fotos - TV y Espectáculos». TV y Espectáculos (em espanhol). 15 de fevereiro de 2008 
  8. «dulce maria rbd presenta su libro dulce amargo fotos». www.lasnoticiasmexico.com. Consultado em 24 de abril de 2018 
  9. «Dulce María posó para 'Caras' por lanzamiento de su libro 'Dulce amargo'». www.farandulas.com. Consultado em 24 de abril de 2018. Arquivado do original em 26 de maio de 2012 
  10. Notimex (12 de fevereiro de 2014). «Dulce María analiza retomar su faceta como escritora» (em espanhol). Hora Cero. Consultado em 12 de fevereiro de 2014 
  11. Portal POPLine (13 de fevereiro de 2014). «Depois de "Dulce Amargo", Dulce María quer lançar mais um livro». Portal POPLine. Consultado em 13 de fevereiro de 2014 
  12. Hola México (18 de novembro de 2014). «Dulce María dará un nuevo aire a su libro, 'Dulce Amargo', en la Feria Internacional del Libro de Guadalajara» (em espanhol). Hola México. Consultado em 18 de novembro de 2014 
  13. Excelsior (12 de dezembro de 2014). «Dulce María reedita 'Dulce amargo' con nuevos textos» (em espanhol). Excelsior. Consultado em 12 de dezembro de 2014 
  14. LatinPop Brasil (13 de abril de 2015). «Dulce Amargo mantém pódio no México e TOP 10 no Brasil». LatinPop Brasil. Consultado em 13 de abril de 2015 
  15. LatinPop Brasil (30 de junho de 2015). «Dulce Amargo rompe barreira das 3 mil cópias vendidas». LatinPop Brasil. Consultado em 30 de junho de 2015 
  Este artigo sobre um livro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.