RBD

banda do México

RBD é um grupo vocal mexicano de música pop criado a partir da telenovela mexicana Rebelde (2004–06). O grupo, composto por Alfonso Herrera, Anahí, Christian Chávez, Christopher von Uckermann, Dulce María e Maite Perroni, é tido como uns dos grupos de maior êxito do pop mexicano e da América Latina.[1] O grupo deu início as suas atividades em 30 de setembro de 2004 com o lançamento do primeiro single de seu álbum de estreia, Rebelde, e encerrou suas atividades em 10 de março de 2009, após o lançamento de seu último álbum de estúdio, Para Olvidarte de Mí.[2]

RBD
Acima: Dulce María, Anahí e Maite Perroni
Abaixo: Christopher, Christian Chávez e Alfonso Herrera
Informação geral
Origem Cidade do México
País México
Gênero(s)
Período em atividade
  • 2004–2009
  • 2020
Gravadora(s)
Integrantes Alfonso Herrera
Anahí
Christian Chávez
Christopher von Uckermann
Dulce María
Maite Perroni
Página oficial Site Oficial

Em novembro de 2004, lançaram o primeiro álbum de estúdio, intitulado Rebelde. No mês de setembro de 2005, lançam o segundo álbum, Nuestro Amor, recebendo sua primeira indicação ao Grammy Latino. Em 2006 eles lançaram o terceiro álbum, Celestial, o primeiro single do álbum, "Ser O Parecer", foi o número um na Hot Latin Songs da Billboard, e no mesmo ano lançaram o primeiro álbum em inglês, Rebels.[3] Em 2007, lançaram o Empezar Desde Cero, sendo indicados novamente ao Grammy Latino e, finalmente, em 2009, o último álbum, Para Olvidarte de Mí.[4][5]

O RBD conseguiu múltiplos discos de platina, ouro e diamante, realizou turnês pela grande maioria dos lugares no mundo, visitou mais de 23 países e cantou em 116 cidades, incluindo em cenários de importância mundial como o Estádio do Maracanã no Rio de Janeiro, o Estádio Memorial Coliseum em Los Angeles e o Madison Square Garden de Nova York, todos com ingressos esgotados e em algumas de suas apresentações superando recordes de vendas de grupos emblemáticos da música mundial como The Beatles e The Rolling Stones, que o fez o grupo pop mais bem sucedido na história da música hispana e um dos acontecimentos musicais mais importantes de seu país, vendeu mais de 15 milhões de cópias no mundo todo, sendo um dos grupos latinos de maior sucesso da história da música.[6] O álbum Celestial (2006) estreou em décima-quinta posição na Billboard 200, marcando na primeira semana mais de 137 mil cópias nos Estados Unidos e mais de 9 milhões de ingressos em seus concertos, além de arrecadar mais de 30 milhões de dólares com merchandising de acordo com a EMI.[7][8][9]

A marca RBD fabrica produtos como bonecas, gomas de mascar, produtos para higiene e alimentos, além de uma revista editada no México, Romênia, Espanha e Brasil.[10] Tendo como língua base o espanhol, o grupo obteve um grande sucesso na América Latina, na Europa, Ásia e Estados Unidos. Em 15 de agosto de 2008 o grupo anunciou a separação e realizou a turnê de despedida.[11] Sua última apresentação aconteceu no dia 21 de dezembro de 2008, em Madrid, Espanha.[12]

Em 2020, o grupo lançou o single "Siempre He Estado Aquí" para promover o concerto virtual Ser O Parecer: The Global Virtual Union.[13][14][15] Em 2021, foi lançado o álbum ao vivo que leva o mesmo nome do concerto.[16] Alfonso Herrera e Dulce María não participaram dos projetos por questões pessoais.[17]

HistóriaEditar

O RBD – uma abreviação da palavra "ReBelDe" – surgiu em 2004, dentro da telenovela mexicana Rebelde, produzida pela Televisa e exibida pelo Canal de las Estrellas entre 04 de outubro de 2004 até 02 de junho de 2006, o grupo seguiu com a carreira musical após o final da trama.[18][19] Na novela, a banda era inicialmente um quarteto, assim como na versão argentina da trama, formado pelas personagens Roberta Pardo (Dulce María), Miguel Arango (Alfonso Herrera), Diego Bustamante (Christopher von Uckermann) e Celina Ferrer (Estefanía Villarreal).[10] Com o desenvolvimento da novela, as personagens Mía Colucci (Anahí), Giovanni Méndez (Christian Chávez) e Lupita Fernandez (Maite Perroni) passaram a integrar o grupo, ocasionando a saída da personagem Celina, ainda na primeira temporada.[10][20]

A maior parte dos temas músicas da novela era cantada pelo próprio grupo, dentre os quais, destacam-se: "Rebelde", "Solo Quédate En Silencio", "Sálvame", "Nuestro Amor" e "No Pares", que, ao longo de três temporadas e 440 capítulos, foram usados como tema de abertura da trama.[19][21] Além destas, outras canções do grupo integraram a trilha sonora da novela, como, por exemplo, "Un Poco de Tu Amor", "Tras De Mí" e "Este Corazón".[22] Com a repercussão obtida pela novela no México, o SBT comprou os direitos autorais desta para que fosse exibida no Brasil. A novela estreou no Brasil em 15 de agosto e 2005 e foi exibida até 29 de dezembro de 2006.[23]

2004–05: Rebelde e Nuestro AmorEditar

 
A banda se apresentando em Tijuana durante a Tour Generación RBD em 2005.

O RBD lançou o primeiro single, "Rebelde", em 30 de setembro de 2004. Em novembro, foi lançado no México, o primeiro disco do grupo, Rebelde, e em janeiro de 2005 nos demais países do mundo. No Brasil, no entanto, o disco só foi lançado em novembro de 2005.[24] No México, o álbum recebeu um disco de diamante e outro de disco de ouro pelas mais de 550 mil cópias vendidas, além ter ficado em primeiro lugar na lista dos discos mais vendidos do país por cinquenta e sete semanas.[25][26] No Chile e nos Estados Unidos, o álbum recebeu as certificações de disco de platina e platina quádruplo, respectivamente.[27][28] Além da faixa-título, o álbum ainda gerou os singles "Solo Quédate En Silencio", "Sálvame" e "Un Poco de Tu Amor".[29][30]

Em janeiro de 2005, o grupo deu início a primeira turnê, intitulada Tour Generación RBD. Além do México, a turnê passou por diversos países da América Latina, o primeiro show internacional foi na Colômbia, em Medellín, para 30 mil pessoas e o segundo em Cali, para 52 mil pessoas.[31][32] Em julho de 2005, a banda lançou seu primeiro CD/DVD ao vivo, intitulado Tour Generación RBD En Vivo, gravado no Palácio de Los Deportes, na Cidade do México para mais de 40 mil pessoas.[33] O DVD vendeu 250 mil cópias no México, 100 mil nos Estados Unidos e 50 mil na Espanha. No Brasil, o DVD foi o nono mais vendido de 2005 e o terceiro mais vendido de 2006.[34]

 
O grupo recebendo um prêmio na segunda edição dos Premios Juventud, em 2005.

Em agosto, a telenovela Rebelde passou a ser exibida no Brasil pelo SBT. A repercussão foi imediata e as canções da novela ganharam versões em português cantadas pelos próprios, traduzidas por Cláudio Rabello. As duas versões do CD venderam, juntas, 500 mil cópias em um mês, recebendo a certificação de disco de diamante no Brasil e ficaram entre os 20 álbuns mais vendidos de 2005.[35][36][37][37] Simultaneamente, a novela era exibida Estados Unidos pelo canal latino Univision e o CD Rebelde chegou ao mercado norte-americano, conseguindo o segundo lugar da parada dos discos latinos.[38]

O álbum Nuestro Amor, segundo disco de estúdio do grupo, que incluí doze canções inéditas, foi lançado em setembro de 2005 no México.[39][40] Este álbum marcou novos recordes de vendas no país: em apenas 7 horas foram vendidos 127 mil cópias e recebeu um disco de platina.[41] Nos Estados Unidos, o disco chegou a primeira posição na parada da Latin Pop Albuns, recebendo um disco de platina pelas 100 mil cópias vendidas e no Brasil, o álbum ficou entre os 20 mais vendidos de 2006.[42][43][44] Com quatro singles lançados – "Nuestro Amor", "Aún Hay Algo", "Tras de Mí" e "Este Corazón"–, o álbum foi indicado ao Grammy Latino 2006 na categoria Melhor Álbum Vocal Pop por Grupo ou Dupla.[45] Durante a cerimônia, o sexteto interpretou a canção "Trás de Mí".[45] Assim como o álbum anterior, este também ganhou uma versão em português, intitulada Nosso Amor Rebelde, que também ficou entre os mais vendidos de 2006 no Brasil.[42][46]

2006–07: Celestial, Rebels e Empezar Desde CeroEditar

O primeiro compromisso da banda no ano, foi um show acústico realizado em 21 de janeiro de 2006 no Teatro Pantages, em Los Angeles para duas mil pessoas. Em 3 de fevereiro, o grupo desembarcou no Brasil para fazer divulgação do álbum Rebelde.[47] Em 20 fevereiro, o grupo passou com a Tour Generación RBD, nos Estados Unidos, cantando no estádio Memorial Coliseum para 70 mil pessoas, o show se tornou um especial gravado pela emissora Televisa e exibido pela emissora Telehit, intitulado Memorial Coliseum. Neste ano, foram vendidos 694.655 ingressos, de acordo com o North American Shows Worth um valor total de $23.600.000, alcançando a vender mundialmente 749.485 ingressos, chegando a ocupar o décimo quarto lugar do shows mais vendidos mundialmente em 2006.[48][49] Em abril, foi lançado Live in Hollywood, CD e DVD ao vivo gravado no Teatro Pantages, em Los Angeles. O DVD foi o mais vendido no Brasil em 2006, segundo a Pro-Música Brasil.[50][51] O disco traz versões acústicas das canções do álbum Nuestro Amor (2005) e o single "No Pares", interpretado por Dulce María.[52] O Live in Hollywood conquistou o sexto lugar da parada de discos latinos nos Estados Unidos e o DVD chegou aos mais vendidos em diversos países.[53] Ainda em abril, foi lançado o filme documental ¿Que Hay Detrás de RBD?, mostrando os bastidores da primeira fase da Tour Generación RBD pela América do Norte e do Sul, sendo o quarto DVD mais vendido de 2006 no Brasil.[50] Em 13 de maio de 2006, o RBD recebeu o prêmio de Melhor Tema Musical de Novela por "Rebelde" durante o Prêmio TVyNovelas de 2006.[54]

 
Os integrantes durante a sessão de fotos para o álbum Celestial (2006).

Em 02 de junho de 2006, após três temporadas, a novela Rebelde chegou ao fim no México, o que culminou em uma maior dedicação do grupo à música.[41][55][56] Em setembro de 2006, voltaram ao Brasil com a Tour Generación RBD (Tour Brasil no Brasil), considerada até hoje a maior turnê de um artista internacional já realizada no Brasil.[57] Com essa turnê a RBD se apresentou em doze cidades e realizou treze shows,[58] tendo gravado em São Paulo o videoclipe da canção "Ser o Parecer" e no Rio de Janeiro, o DVD Live in Rio, no estádio do Maracanã para 45 mil pessoas.[59][60] Em 31 de outubro, o grupo desembarcou nos Estados Unidos para realizar um show especial em Houston, no Texas, em comemoração ao halloween, o show foi gravado e exibido pela Televisa.

Em 21 de novembro, o RBD lançou seu terceiro álbum gravado em estúdio: Celestial e uma edição especial em português. O disco é considerado o mais bem sucedido da carreira do grupo nos Estados Unidos: debutou em décimo quinto lugar na parada dos discos mais vendidos da Billboard.[61][62] O primeiro single do álbum foi lançado em setembro de 2006, intitulado "Ser o Parecer", seguido por "Celestial", "Bésame Sin Miedo" e "Dame".[63][64] Em 19 de dezembro, foi lançado o álbum Rebels, primeiro disco em língua inglesa do grupo e que vendeu aproximadamente 1 milhão e 200 mil cópias mundialmente, sendo 225 mil só nos Estados Unidos. Contendo apenas um single, "Tu Amor", escrita pela estadounidense Diane Warren, as inéditas "Cariño Mio", "Era La Música", "Money, Money" e "Wanna Play" e versões em inglês de canções dos discos anteriores do grupo.[65] O disco foi lançado no Japão sob o título We Are RBD.[66]

Em 02 de fevereiro de 2007, foi lançado o DVD Live in Rio, gravado no ano anterior durante a passagem do grupo pelo Brasil. Segundo a Pro-Música Brasil, o DVD foi o décimo quarto mais vendido de 2007 no Brasil.[67] Em 14 de março de 2007, estreou RBD, la familia, seriado que mostra o cotidiano do grupo, mesclando ficção e realidade.[68][69] A série, que inicialmente teria vinte e quatro episódios, foi exibido pela rede de televisão Sky, em um total de 13 capítulos.[68][70][71] A trilha sonora da série foi lançada no mesmo dia.[72]

 
O grupo em Brasília no Palácio da Alvorada com o até então presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em 28 de abril de 2007.

Em abril de 2007, o RBD deu início aos shows da turnê Tour Celestial, que passou pela América e Europa. Durante a passagem pelo Brasil, ainda em abril, o até então presidente brasileiro Luiz Inácio Lula da Silva convidou o grupo para ir a sua casa presidencial, onde participaram de um churrasco e jogaram futebol com o então presidente.[73] O grupo foi convidado para se apresentar no maior concurso de beleza do mundo, o Miss Universo.[74] No evento, ocorrido no Auditório Nacional da Cidade do México, em 28 de maio, o grupo realizou um medley com as canções "Wanna Play", "Cariño Mio" e "Money, Money", canções do disco Rebels (2006).[75] Em junho, o grupo realizou oito apresentações na Espanha, sendo uma delas foi em Madrid, onde foi gravado o DVD Hecho en España no Estádio Vicente Calderón para 40 mil pessoas, vendendo 100 mil cópias no México e na Espanha. No Brasil, o DVD foi o décimo primeiro mais vendido de 2007.[76] Em 19 de julho, RBD apresentou o single, "Bésame Sin Miedo", na quarta edição dos Prêmios Juventud, no qual ganhou sete prêmios.[77][78]

Em 24 de novembro, a banda lançou o quarto disco gravado em espanhol e quinto no geral, o Empezar Desde Cero, que foi certificado com disco de ouro, apenas uma semana após seu lançamento. O disco vendeu mais de 400 mil cópias apenas no México, recebendo o certificado de platina quádruplo.[79] No Brasil e na Espanha, o álbum recebeu um disco de ouro.[80] Os primeiros singles do álbum – "Inalcanzable" e "Empezar Desde Cero" – debutaram, respectivamente, em segundo e em décimo sétimo lugar na Billboard Latin Charts.[81][82][83] O álbum foi indicado ao Grammy Latino 2008 na categoria Melhor Álbum Vocal Pop em Dupla ou Grupo.[84]

2008–09: Para Olvidarte de Mí e separaçãoEditar

Em 02 de fevereiro de 2008, a banda se apresentou no Super Bowl Pepsi, nos Estados Unidos.[85] Em 15 de fevereiro, o RBD deu início a Tour Empezar Desde Cero nos Estados Unidos, onde ficaram por mais de 3 meses realizando diversos shows em várias cidades.[86] A turnê ainda passou pela América Latina e Europa.[87][88][89] Após o encontro da banda com o até então presidente do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva em 2007, a banda foi convidada para se apresentar no 48º aniversário da capital brasileira em 21 de abril de 2008, realizando um show na Esplanada dos Ministérios às duas da tarde para mais de 200 mil pessoas, ocasionando a gravação do quinto DVD da banda, o Live in Brasília, sendo o primeiro e único DVD da banda gravado durante o dia.[90]

Foram os apresentadores da quinta edição dos Premios Juventud, que aconteceu em 17 de julho de 2008, além de terem interpretado a canção "Y No Puedo Olvidarte". O grupo ainda venceu a categoria La Combinación Perfecta pela canção "Inalcanzable".[91] Em 23 de julho, a banda realizou um show especial intitulado Concierto Rebelde na Cidade do México em comemoração aos 3 anos da revista Rebelde Oficial. O show foi gravado e exibido ao vivo pela emissora mexicana Ritmoson Latino.

Em 15 de agosto de 2008, com cinco álbuns lançados e quatro álbuns de vídeo gravados, o RBD anunciou o fim do grupo, através de um comunicado publicado no site oficial da banda.[92][93][94] A cantora Anahí organizou uma passeata mundial contra o fim do grupo com todos os fãs. Apenas oito dias após o anúncio do fim da banda, cidades de diversos países como México, Estados Unidos, Espanha, Colômbia, Venezuela, El Salvador, Chile, entre outros participaram da passeata. No Brasil não foi diferente, cidades como Manaus, Belém, Fortaleza, Brasília, Belo Horizonte, Recife, Porto Alegre, Rio de Janeiro e São Paulo com aproximadamente duas mil pessoas na Avenida Paulista.[95]

Em 1º de novembro de 2008, concretizou-se a despedida da banda com o início da turnê Gira del Adiós World Tour, encerrando em 21 de dezembro de 2008 na cidade de Madrid, onde aconteceu o último show da carreira do grupo.[96][97] Em 25 de novembro, foi lançado o Best of RBD, um CD/DVD produzido com os principais singles da banda e um DVD que continha alguns vídeos musicais. Além disso, uma versão em português do álbum exclusivamente para o Brasil também foi lançada, o Hits Em Português.[98]

No dia 10 de março de 2009, o RBD lançou seu último disco com músicas inéditas, chamado Para Olvidarte de Mí.[99][100] O álbum, que contém treze canções em espanhol, é marcado pela melancolia das canções e é o adeus definitivo do grupo.[101] O projeto não teve divulgação e obteve apenas um single, que leva o mesmo nome do álbum.[102][103] Em 24 de março de 2009, foi lançado o quinto DVD do grupo, Live in Brasília, filmado durante o 48º aniversário da cidade de Brasília.[104] Em 02 de dezembro, foi lançado o sexto e último DVD ao vivo do grupo, o Tournée do Adeus, gravado para mais de 12 mil pessoas na Arena Skol Anhembi em São Paulo durante a última turnê do grupo.[105]

2020–presente: Concerto Ser o ParecerEditar

No dia 22 de dezembro de 2019, onze anos após o fim do grupo, foram divulgados de surpresa nas redes sociais registros dos seis ex-integrantes reunidos, levantando suspeitas de um suposto retorno do grupo no futuro.[106] Apesar dos rumores, fontes próximas disseram que a ocasião era somente um jantar de natal.[107] Alfonso Herrera também veio a público e esclareceu que o reencontro era somente uma "reunião de amigos", sem intenção comercial.[108] Em meio a uma espectativa entre os fãs por conta deste reencontro, é anunciada em janeiro de 2020, a reprise da novela Rebelde no México pelo canal fechado TLNovelas.[109] Em 27 de agosto de 2020, Anahí, Christian, Dulce María, Christopher e Maite chegaram a postar em suas redes sociais sem muito alarde, um vídeo e link misterioso pedindo para que os fãs se inscrevessem em uma página intitulada "RB2 World".[110] No dia 8 de setembro, todos os álbuns de estúdio da banda foram relançados nas plataformas digitais pela Universal Music Group, assim como os videoclipes no YouTube, pela página oficial Vevo.[111][112]

Após mais especulações em torno do retorno do grupo, foi anunciado no dia 30 de setembro, um concerto virtual chamado Ser O Parecer: The Global Virtual Union, em que constariam somente os quatro integrantes originais: Anahí, Christian, Christopher e Maite.[113] Em apenas 24 horas após o ínicio das vendas, o show vendeu mais de 100 mil ingressos.[114] Dulce María e Alfonso optaram por não participar devido a questões pessoais. (Dulce María estava em estágio avançado da gravidez de sua primeira filha, María Paula) [17][115][116] Por conta da polêmica em torno do desfalque dos dois integrantes, Christian veio a público através de suas redes sociais explicar o motivo das ausências e considerar o evento como um tributo ao RBD e não uma volta definitiva.[117] Em 1 de outubro, foi relançada a discografia ao vivo do grupo nas plataformas digitais.[118] No dia 23 de outubro, Anahí anunciou durante uma entrevista ao programa mexicano Hoy, que o grupo lançaria uma música nova e que serviria como divulgação do evento virtual.[119] No dia 11 de novembro, Maite Perroni divulga um trecho instrumental da canção através de seu perfil oficial no Tik Tok.[120] Em 17 de novembro, o grupo lança o single "Siempre He Estado Aquí" nas plataformas digitais, o primeiro em onze anos.[121] Em 27 de novembro, foi lançado um boxset limitado com todos os álbuns de estúdio do grupo – em espanhol, inglês e português – no Brasil e nos demais países apenas em espanhol e inglês.[122]

No dia 26 de dezembro, o grupo realiza a apresentação virtual Ser O Parecer: The Global Virtual Union, sendo vista por 1,5 milhão de pessoas nas primeiras 12 horas e arrecadando mais de 11 milhões de dólares.[15][123][124] Por essa apresentação, o grupo venceu na 6.ª edição dos Latin American Music Awards a categoria concerto virtual favorito.[125] Um especial do show intitulado Ser o Parecer: El Concierto foi exibido pela emissora mexicana Las Estrellas em 28 de março de 2021 e pela emissora americana Univision em 2 de maio de 2021.[126][127] O programa foi conduzido pela apresentadora Odalys Ramírez e pela atriz Michelle Renaud.[128][129] Além do show, o especial contou com depoimentos do elenco da telenovela Rebelde, como Angelique Boyer, Zoraida Gómez, Leticia Perdigón, Jack Duarte, Rodrigo Nehme, Grettell Valdéz e Julio Camejo.[130]

A banda confirmou o lançado do álbum ao vivo do show realizado em 2020, intitulado Ser O Parecer: The Global Virtual Union (En Vivo), sendo lançado em 10 de junho de 2021 pela gravadora Universal nas plataformas digitais.[16] Para promover o lançado do álbum, foi lançado cinco singles ao vivo extraídos do concerto: "Siempre He Estado Aquí", "Sálvame", "Tu Amor", "Inalcanzable" e "Empezar Desde Cero".[131][132][133][134] Em 13 de julho de 2021, a banda ganhou o prêmio MTV Millennial Awards México na categoria Bomba Viral.[135][136]

IntegrantesEditar

DiscografiaEditar

FilmografiaEditar

Filmografia Integrantes
Anahí Dulce María Alfonso Herrera Christopher Maite Perroni Christian Chávez
Personagem
Rebelde
(2004–2006)
Mia Colucci Roberta Pardo Miguel Arango Diego Bustamante Lupita Fernández Giovanni Méndez
¿Que Hay Detrás de RBD?
(2006)
Eles mesmos
RBD: La Familia
(2007)
Annie Dul Poncho Ucker Mai Chris
Lola, Érase Una Vez
(2007)
Eles mesmos

LegadoEditar

 
Fãs protestando contra o fim da banda na Avenida Paulista em São Paulo. (23 de agosto de 2008)

RBD foi um dos fenômenos mais importantes da cultura pop latina nos anos 2000, apesar de sua curta duração no cenário musical, o fenômeno cultural liderado pela novela Rebelde e o grupo de música pop RBD, acompanhado por estratégias publicitárias e artísticas de 2004 a 2009 no México e depois no resto da América Latina significou o reconhecimento do público jovem que acompanhou as aventuras do grupo massivamente,[137][138] deixando um legado de seis álbuns de estúdio, dois programas de TV[139][140] e múltiplos reconhecimentos.[141] Em 2 de março de 2007, o mundo tomou ciência sobre a orientação sexual de Christian Chávez, que através de uma declaração falou a respeito, depois que as fotos de seu casamento com o canadense BJ Murphy foram divulgadas. O membro da RBD se tornou o primeiro cantor mexicano assumidamente gay.[141] Em 04 de outubro, foi selecionado como o Dia Mundial da RBD desde que a novela Rebelde foi lançada no México, em 2004.[142]

Muitos artistas têm citado RBD como seu ídolo ou inspiração e foram influenciados pelo grupo em algum ponto da sua carreira, como Danna Paola, Anitta, Pabllo Vittar, Manu Gavassi, Bianca Andrade, Gloria Groove, Zé Felipe, Lia Clark, Camilla de Lucas, Ana Caetano, Camila Cabello e Marília Mendonça.[143][144]

TurnêsEditar

O RBD realizou, ao longo de seus quatro anos de atividades, quatro turnês mundiais. A primeira delas, intitulada Tour Generación RBD foi a primeira a visitar o Brasil.[145] Essa turnê, que durou dois anos, — tendo seu início em janeiro de 2005 e seu fim em março de 2007 — inicialmente, tinha como objetivo promover o álbum Rebelde (2004), mas também divulgou as canções do álbum Nuestro Amor (2005).

Com o lançamento dos álbuns Celestial (2006) e Rebels (2006), deu-se início em abril de 2007 à segunda turnê da banda, intitulada Tour Celestial, chegando ao fim em fevereiro de 2008.[146]

A Tour Empezar Desde Cero, foi a terceira turnê do grupo, divulgando o álbum de mesmo nome. Inicialmente, seria a última do grupo, mas, em 4 de outubro de 2008, data em que comemora-se o Dia Mundial do RBD, ela passou a se chamar Gira Del Adios, sendo essa a quarta e última turnê.[147][148]

Turnês principais
Concertos notáveis
Turnês promocionais

Apresentações no BrasilEditar

O RBD esteve oficialmente no Brasil sete vezes: em fevereiro e em setembro/outubro de 2006; em abril de 2007; em abril, em maio, em novembro e em dezembro de 2008.[149] Em três, dessas sete vezes, seus shows foram transformados em álbuns de vídeo: Live in Rio (2007), Live in Brasília (2009) e o Tournée do Adeus (2009).[150]

2006
 
A RBD em 03 de fevereiro de 2006, São Paulo, Brasil.

Antes da gravação do primeiro DVD do grupo no Brasil, o RBD visitou o país em fevereiro de 2006 para a promoção ainda do primeiro álbum, Rebelde (2004), e para uma sessão de autógrafos em São Paulo.[151] Na ocasião, o grupo fez um show no estacionamento do Shopping Fiesta, onde a grade de proteção, que separava o público dos artistas, se rompeu e ocasionou na morte de três pessoas.[151][152]

Com a Tour Generación RBD, em setembro de 2006, a banda se apresentou oficialmente no país pela primeira vez, tendo visitado doze cidades e realizado treze shows.[153] A turnê, que teve início em 20 de setembro na cidade de Manaus, passou ainda por Belém, Fortaleza, Recife, Goiânia, Brasília, Vitória, Belo Horizonte, Curitiba, Porto Alegre, São Paulo e foi encerrada em 08 de outubro do mesmo ano no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro, local onde foi gravado o terceiro DVD do grupo, intitulado Live in Rio. Com exceção do show em Manaus, todos os outros tiveram como ato de abertura o cantor Diego González, que também atuou em Rebelde.[154][155] Esta foi considerada, à época de sua realização, a maior turnê de um artista internacional no Brasil.[153] As músicas presentes no primeiro e segundo disco do sexteto fizeram parte do repertório musical dos shows. Além das canções contidas nestes álbuns, foi cantado no segundo show do grupo que aconteceu em Porto Alegre pela primeira vez o single "Ser O Parecer", primeiro single do álbum Celestial. Estima-se que 275 mil pessoas estiveram nos shows do grupo, no somatório total dos treze concertos.[156]

2007

Em 2007, com o lançamento do terceiro disco da banda, Celestial, deram início a segunda turnê da carreira, a Celestial World Tour, que teve início em 20 de abril de 2007 e teve término em fevereiro de 2008.[73] Com esta turnê, o grupo se apresentou em vários países do continente americano e europeu, tendo gravado em Madrid seu quarto DVD, Hecho en España.[146]

Os shows da turnê no Brasil tiveram início em 25 de abril do respectivo ano, na cidade de Porto Alegre, passando por São Paulo (três shows), Brasília e Meleiro, sendo encerrados no dia 29 de abril de 2007. Ao todo, foram seis apresentações e contaram com a participação do cantor Diego González, que abriu novamente os shows do grupo.[157] Em novembro desse mesmo ano, foi lançado o álbum Empezar Desde Cero.

2008

Em 2008, a banda deu início a sua penúltima turnê, intitulada Tour Empezar Desde Cero. Esta turnê esteve no Brasil em abril e em maio do mesmo ano: em abril, o grupo se apresentou no 48° aniversário da cidade de Brasília, para um público entre duzentas e quinhentas mil pessoas, e gravou o DVD Live in Brasília.[158] A banda voltou ao Brasil em maio do mesmo ano para mais seis apresentações, passando pelo Rio de Janeiro, São Paulo (três shows), Manaus e Belo Horizonte.[159]

A última turnê, intitulada Gira del Adiós World Tour, chegou ao Brasil em novembro de 2008, passando por Fortaleza, Porto Alegre, Rio de Janeiro, São Paulo e Brasília. Alguns shows dessa turnê ocorreram sem a presença da integrante Maite Perroni, pois estava gravando a telenovela mexicana Cuidado Con El Ángel, da qual era protagonista.[160] No entanto, a cantora esteve no show que aconteceu em 29 de novembro de 2008, na cidade de São Paulo, onde ocorreu a gravação do sétimo e último álbum ao vivo da banda, o Tournée do Adeus, que foi lançado quase um ano após a sua gravação.[160] Foram adicionados mais dois shows extras à turnê: para os dias 9 e 10 de dezembro, em São Paulo e no Rio de Janeiro, respectivamente.[161]

Prêmios e indicaçõesEditar

RBD recebeu e foi nomeado em vários tipos de prêmios ao redor do mundo, inclusive no Brasil. Em 2005, obteve três indicações no Premios Oye!, o mais importante da indústria musical mexicana, nas categorias Artista Revelação do Ano, Álbum Pop do Ano e Melhor Álbum Pop Vendido do Ano".[4] Na ocasião o grupo venceu em ambas as categorias. No mesmo ano, o grupo foi indicado ao Premios Juventud em mais três categorias: Voz do Momento, Morro Sem Esse CD e Música Favorita, das quais venceu todas.[4] No total, foram mais de quarenta indicações e cerca de quinze prêmios conquistados.[4]

O RBD recebeu duas indicações ao Grammy Latino, considerado o prêmio mais importante da indústria musical latino-americana, das quais não venceu em nenhuma ocasião.[45] Em 2006, recebeu sua primeira indicação: na categoria Melhor Álbum Pop Por Grupo ou Dupla, pelo CD Nuestro Amor. Novamente, em 2008, o grupo fora indicado na mesma categoria, desta vez pelo álbum Empezar Desde Cero.[45]

O grupo ganhou o Prêmio Tu Mundo, concedido pela premiação Billboard Latin Music Awards, dado apenas as bandas que superam mais de 7 recordes mundiais (RBD quebrou 10 recordes). Também foram nomeados dezesseis vezes ao Billboard Music Awards e venceu seis prêmios em três ocasiões diferentes. A primeira indicação recebida pela banda foi em 2006, na categoria Canção Latina do Ano pela canção "Solo Quédate En Silencio". Seu primeiro prêmio conquistado foi em 2006 na categoria Melhor Álbum Pop Latino do Ano, pelo álbum Rebelde, e o último em 2009 na categoria Turnê Latina do Ano.[4]

ControvérsiasEditar

Acidente no BrasilEditar

No dia 04 de fevereiro de 2006, o grupo iria oferecer em São Paulo uma sessão de autógrafos no estacionamento do supermercado Extra, localizado no Shopping Fiesta, na Zona Sul da capital paulista.[162] Segundo a organização do evento, eram esperadas aproximadamente três mil pessoas, mas o público calculado foi entre 10 mil e 15 mil pessoas. No local, havia sido improvisado um palco, e o grupo chegou a performar duas canções. No entanto, após tumultos, o evento foi cancelado. Três pessoas, Jennifer Chaves, de 11 anos, Fernanda Silva Pessoa, de 13 anos e Claudia Oliveira Sousa, de 38 anos, morreram, e outras quarenta ficaram feridas.[163][164] Após o ocorrido, o grupo, que iria participar do programa Domingo Legal, no SBT, cancelou os compromissos que estavam agendados no país e retornaram ao México.[165][166]

O inquérito policial concluído em setembro de 2006 pelo delegado Roberto da Silva Moreno, do 102º Distrito Policial (Socorro), que não apontou responsáveis pelas três mortes.[162] Foram indiciados por homicídio culposo (sem intenção), três funcionários da rede de hipermercados: o diretor comercial de bazar, Jean Evangelista Gonçalves, o coordenador de gestão comercial, José Lúcio de Moura, e o assistente Ricardo Ferreira Neves.[162]

Ver tambémEditar

Referências

  1. Gardezani, Alessandra (13 de setembro de 2013). «Maite Perroni apresenta seu 'Eclipse de Luna'». Diário Comércio, Indústria & Serviços. Organizações Sol Panamby. Consultado em 12 de setembro de 2015. Cópia arquivada em 12 de Setembro de 2015 
  2. «Anahí confirma su visita a España el próximo mes de junio.». EMI Music Spain (em espanhol). 5 de abril de 2010. Consultado em 13 de agosto de 2015. Arquivado do original em 12 de Março de 2012 
  3. «Latin Music: Top Latin Songs». Billboard. Consultado em 9 de dezembro de 2016. Cópia arquivada em 4 de julho de 2019 
  4. a b c d e «RBD Awards and Nominations» (em espanhol). Aceshowbiz. Consultado em 6 de agosto de 2010 
  5. «Cris Morena Group: Historia» (em espanhol). Cris Morena Group. Consultado em 21 de abril de 2012. Arquivado do original em 23 de Novembro de 2012 
  6. «Dulce María revela que no piensa tener otro reencuentro con RBD» (em espanhol). La Verdad. 2020. Consultado em 18 de agosto de 2012 
  7. «Anahí». Esmas. Consultado em 4 de setembro de 2020. Cópia arquivada em 2 de novembro de 2013 
  8. EMI. «EMI Music México». Consultado em 22 de novembro de 2012. Arquivado do original em 14 de Outubro de 2013 
  9. HTV (15 de junho de 2011). «La vida después de RBD». Consultado em 18 de agosto de 2012. Arquivado do original em 27 de Setembro de 2013 
  10. a b c DAWESAR, Abha (2006). Rebelde: a Obra Completa Oficial. [S.l.]: Prestígio. ISBN 8577480186 
  11. «El grupo mexicano RBD anuncia su separación». Hola. Consultado em 18 de agosto de 2008 
  12. «El último concierto de RBD en España». Hola. Consultado em 22 de dezembro de 2008 
  13. Ronaldo, Yuri (18 de novembro de 2020). «"Siempre He Estado Aquí": RBD faz retorno triunfal ao mundo da música após pedido de fãs». Hashtag Pop. Consultado em 27 de novembro de 2020 
  14. «RBD anuncia o evento global "ser o Parecer", a reunião global virtual». Universal Music. Consultado em 30 de setembro de 2020 
  15. a b Anahí nostálgica e Christian empoderado: Saiba como foi o show do RBD (27/12/20). Notícias da TV. Página visitada em 27 de dezembro de 2020.
  16. a b «Após atraso, Christian Chávez diz que álbum do RBD estará disponível no dia 10». Latin Pop. 8 de junho de 2021. Consultado em 9 de junho de 2021 
  17. a b «RBD entrega motivo da ausência de Poncho e Dulce María no retorno do grupo». Uol. 8 de outubro de 2020. Consultado em 20 de julho de 2021 
  18. «RBD: Ritmoson Latino» (em espanhol). Esmas.com. Consultado em 2 de junho de 2012. Cópia arquivada em 30 de outubro de 2013 
  19. a b «RBD no Brasil: Biografia» (em português). Portal Terra. Consultado em 13 de março de 2012. Cópia arquivada em 13 de novembro de 2006 
  20. «Fãs explicam adoração aos Jonas Brothers às vésperas de show no Brasil; veja outros teens de sucesso no país» (em português). UOL Música. Consultado em 13 de março de 2012. Cópia arquivada em 9 de novembro de 2010 
  21. «Compare os protagonistas da 'Rebelde' mexicana e brasileira» (em português). Portal Terra. Consultado em 13 de março de 2012. Cópia arquivada em 26 de março de 2011 
  22. «"Rebelde" (2004) - Soundtracks» (em inglês). Internet Movie Database. Consultado em 13 de março de 2012 
  23. «Versão mexicana de "Rebelde" pode ser reprisada pelo SBT» (em português). Portal: UOL Na telinha. Consultado em 13 de março de 2012. Arquivado do original em 21 de outubro de 2011 
  24. «RBD Biography» (em inglesa). AOL Music. Consultado em 13 de março de 2012. Cópia arquivada em 30 de outubro de 2013 
  25. «Top 100 Álbum: Aprofon» (PDF) (em espanhol). AMPROFON.com. Consultado em 13 de março de 2012. Arquivado do original (PDF) em 15 de Fevereiro de 2010 
  26. «RBD - História e personagens de Rebelde» (em português). Giga Dicas. Consultado em 13 de março de 2012. Cópia arquivada em 11 de outubro de 2007 
  27. «Rebelde - RIAA - Recording Industry Association of America». Consultado em 18 de abril de 2012 
  28. «Grupo RBD Rebelde en CHile». Consultado em 18 de abril de 2012. Cópia arquivada em 14 de maio de 2007 
  29. «iTunes - Sólo Quédate en Silencio - RBD». iTunes Store. 19 de dezembro de 2012. Consultado em 22 de agosto de 2012 
  30. «RBD: Sálvame - Spotify». Spotify. Consultado em 4 de março de 2021 
  31. «RBD arrasa en Colombia». People en Español (em inglês). Consultado em 4 de setembro de 2020 
  32. «Tour Generación RBD en Vivo». Portal AllMusic. Consultado em 1 de maio de 2012 
  33. «RBD: mais que uma banda, um sentimento.» (em português). rbdnews.com. Consultado em 13 de março de 2012. Arquivado do original em 14 de agosto de 2012 
  34. «20 DVDs mais vendidos - 2006». 2006. Consultado em 27 de julho de 2013. Arquivado do original em 30 de outubro de 2013 
  35. «20 CDs mais vendidos - 2005». 2005. Consultado em 27 de julho de 2013. Arquivado do original em 30 de outubro de 2013 
  36. «EMI Share Price Drops On Restructure Announcement». Under Cover. Consultado em 13 de fevereiro de 2012. Arquivado do original em 16 de junho de 2013 
  37. a b «Saiba mais sobre o grupo mexicano RBD». Folha Online. Consultado em 8 de outubro de 2005 
  38. «Rebelde in Billboard». Billboard. Consultado em 8 de outubro de 2005. Cópia arquivada em 16 de dezembro de 2009 
  39. RBD - Certificados Arquivado em 1 de abril de 2012, no Wayback Machine..
  40. «Nuestro Amor: All Music». Portal AllMusic. Consultado em 13 de fevereiro de 2012 
  41. a b «RBD Biography». Artists Letssingit. Consultado em 1 de maio de 2012 
  42. a b «20 CDs mais vendidos - 2006». 2006. Consultado em 16 de Novembro de 2014. Arquivado do original em 17 de Janeiro de 2015 
  43. Nuestro Amor RIAA.
  44. «BillBoard: Latin Pop Albuns». Portal AllMusic. Consultado em 13 de fevereiro de 2012 
  45. a b c d «Grammy Latino 2006: veja indicados». territoriodamusica. 2006. Consultado em 27 de setembro de 2006 
  46. «Nosso Amor Rebelde: All Music». Portal AllMusic. Consultado em 13 de fevereiro de 2012 
  47. «Apresentações do RBD também causaram tumultos nos EUA». Folha Online. Consultado em 5 de fevereiro de 2006 
  48. Impone RBD récord en gira por EU Arquivado em 27 de abril de 2006, no Wayback Machine..
  49. TOP 100 Tour.
  50. a b «20 DVDs mais vendidos - 2006». 2006. Consultado em 27 de julho de 2013. Arquivado do original em 30 de outubro de 2013 
  51. «RBD - Live In Hollywood Tracklist». Artistis. Consultado em 29 de fevereiro de 2012 
  52. «Live in Hollywood [DVD]». Portal AllMusic. Consultado em 29 de fevereiro de 2012 
  53. «Live in Hollywood in Billboard». Billboard. Consultado em 29 de abril de 2006 
  54. «RBD en los Premios TVyNovelas». Univisión. Consultado em 10 de junho de 2013 
  55. «Las 50 mejores telenovelas de todos los tiempos» (em espanhol). Portal Terra. Consultado em 13 de março de 2012 
  56. «JF vai ficar Rebelde» (em português). Portal O Terminal. Consultado em 13 de março de 2012. Arquivado do original em 15 de julho de 2015 
  57. Turnê do RBD no Brasil rende abaixo do esperado por organização
  58. «GRUPO RBD CHEGA AO BRASIL PARA SHOWS EM 13 CIDADES BRASILEIRAS». Ramiro Burr's. Consultado em 18 de setembro de 2006 
  59. «RBD cantará en el estadio Maracaná». Terra. Consultado em 14 de maio de 2021 
  60. «Apresentação do RBD no Maracanã vai virar DVD». Portal Terra. Consultado em 29 de setembro de 2006 
  61. «RBD Albums». Better World Books. Consultado em 24 de outubro de 2008 
  62. «Celestial in Billboard». Billboard. Consultado em 24 de outubro de 2008 
  63. «Writer & producers of "Ser o parecer"». Emi.com.br. Consultado em 2 de agosto de 2012. Arquivado do original em 1 de fevereiro de 2009 
  64. «Estreia do vídeo do RBD, single "Celestial"». La Oreja. Consultado em 8 de julho de 2014 
  65. «Rebels in Billboard». Billboard. Consultado em 6 de janeiro de 2007 
  66. «We Are RBD in Billboard». Billboard. Consultado em 6 de janeiro de 2007 
  67. «20 DVDs mais vendidos - 2007». 2007. Consultado em 15 de Agosto de 2013. Arquivado do original em 30 de Outubro de 2013 
  68. a b «RBD: La familia (TV Series 2007– )» (em inglês). imdb.com. Consultado em 13 de março de 2012 
  69. «RBD La Familia» (em espanhol). sky.com.mx. Consultado em 13 de março de 2012 
  70. «Série: RBD já está gravando». Portal R7.com. Consultado em 3 de maio de 2012 
  71. «"RBD: La familia": Full Cast» (em inglês). imdb.com. Consultado em 13 de março de 2012 
  72. «RBD: La familia: Integrantes» (em espanhol). sky.com.mx. Consultado em 13 de março de 2012 
  73. a b «RBD inicia su gira». Portal Sky.com. Consultado em 3 de maio de 2012. Arquivado do original em 2 de Setembro de 2009 
  74. «RBD fará show no Miss Universp» (em português). Vem que tem.net. Consultado em 13 de março de 2012. Arquivado do original em 30 de outubro de 2013 
  75. «BD en Miss Universo 2007». UOL Notícias. Consultado em 30 de maio de 2007 
  76. «20 DVDs mais vendidos - 2007». 2007. Consultado em 27 de julho de 2013. Arquivado do original em 18 de março de 2012 
  77. «Prêmios Juventud 2007, ganadores». Univision.com. Consultado em 20 de julho de 2007. Arquivado do original em 6 de Agosto de 2012 
  78. «Premios Juventud 2007 - 4th Annual». Premios Juventud 2007. Consultado em 3 de junho de 2007. Arquivado do original em 25 de Novembro de 2009 
  79. «CRITERIOS PARA LA CERTIFICACION DE VENTAS FÍSICAS / ÁLBUMES». Amprofon. Consultado em 20 de maio de 2021 
  80. «RBD: Datos biográficos». Esmas.com. Consultado em 2 de maio de 2012 
  81. «RBD lança 'Inalcanzable', hit do novo CD». Portal G1.Globo.com. Consultado em 9 de outubro de 2007 
  82. «Billboard: Latin Pop Songs - RBD». Recording Industry Association of America. Consultado em 18 de abril de 2012 
  83. «RBD: Datos biográficos». Esmas.com. Consultado em 2 de maio de 2012 
  84. «GCantor Juanes e Café Tacvba lideram lista do Grammy Latino». Portal Estadão. Consultado em 2 de maio de 2012 
  85. «Ser o parecer: RBD se prepara para volver». La Nacion. Consultado em 8 de março de 2021 
  86. «Tour, Event Dates: RBD, TMA, SXSW». Ramiro Burr's. Consultado em 2 de maio de 2012 
  87. «Show do RBD em São Paulo». Consultado em 11 de maio de 2008 
  88. «Integrantes do RBD são recebidos por fãs em Madri». EGO. Consultado em 31 de julho de 2008 
  89. «Cássia Kiss leva a filha ao show do RBD». EGO. Consultado em 12 de maio de 2008 
  90. gratuito do RBD atrai multidão à Esplanada dos Ministérios, em Brasília
  91. «Premios Juventud 2008: Los ganadores de la noche» (em Spanish). Terra Networks. 17 de julho de 2008. Consultado em 25 de junho de 2017 
  92. «Comunicado oficial do fim do grupo». Esmas.com. Consultado em 15 de agosto de 2008 
  93. «RBD anuncia separação e turnê de despedida». Portal G1.Globo.com. Consultado em 15 de agosto de 2008 
  94. «Banda RBD anuncia separação e turnê de despedida». Folha Online. Consultado em 15 de agosto de 2008 
  95. «Fãs fazem passeata na Avenida Paulista contra fim do RBD». Portal G1.Globo.com. Consultado em 5 de março de 2012 
  96. «Quiere RBD despedirse de México». Esmas.com. Consultado em 9 de maio de 2012 
  97. «Fãs lamentam fim do RBD e ausência de integrantes no último show em SP». Ramiro Burr's. Consultado em 10 de dezembro de 2008 
  98. «DVD 'Best of RBD' é lançado no Brasil». Resumo do dia. Consultado em 15 de agosto de 2008 
  99. «Após 'turnê do adeus', RBD lança álbum de despedida». Ramiro Burr's. Consultado em 10 de março de 2009 
  100. «Circula en Internet una nueva canción de RBD llamada 'Para Olvidarte de Mí'» (em espanhol). univision.com. Consultado em 13 de março de 2012 
  101. «Ouça "Para Olvidarte de Mí", a nova música do RBD». Portal Capricho. Consultado em 5 de maio de 2012 
  102. «RBD lança novo CD "Para Olvidarte de Mi", o último da banda». Entretendo.com. Consultado em 12 de março de 2009 
  103. «Despues de Todo». Wikibin. Consultado em 5 de maio de 2012 
  104. «Show gratuito do RBD atrai multidão à Esplanada dos Ministérios, em Brasília». g1.globo.com. Consultado em 4 de setembro de 2020 
  105. «Box Score - Concert Gross 2008». Billboard (em inglês). 24 de janeiro de 2009. Consultado em 23 de novembro de 2017 
  106. RBD para a internet com registro de reencontro 11 anos depois (23/12/19). Jornal do Commercio. Página visitada em 5 de dezembro de 2020.
  107. RBD se reúne em jantar de Natal após 11 anos separados e integrantes voltam a se seguir (23/12/19). O Dia. Página visitada em 11 de dezembro de 2020.
  108. RBD se reúne em foto e Alfonso Herrera nega reunião da banda: “amigos” (2/01/20). Tenho Mais Discos Que Amigos!. Página visitada em 5 de dezembro de 2020.
  109. RBD não vai voltar; Televisa anuncia reprise de Rebelde (31/01/20). Natelinha. Página visitada em 11 de dezembro de 2020.
  110. Álbuns do grupo RBD chegam às plataformas digitais em setembro (28/08/20). Omelete. Página visitada em 4 de dezembro de 2020.
  111. «É hoje! RBD volta às plataformas digitais e fãs esperam por anúncio de live». Latin Pop Brasil. Consultado em 14 de maio de 2021 
  112. «Discografia do RBD é disponibilizada em plataformas de streaming». Jovem Pan. Consultado em 14 de maio de 2021 
  113. «RBD anuncia live 'Ser o parecer' para 26 de dezembro sem Dulce María e Alfonso Herrera». G1. Consultado em 14 de maio de 2021 
  114. «Live paga do RBD já vendeu mais de 100 mil ingressos em menos 24h, diz TV mexicana». Caras. 6 de outubro de 2020. Consultado em 20 de julho de 2021 
  115. «Dulce María lamenta ausência em reencontro do RBD: 'Me dói muito não estar'». Uol. 4 de novembro de 2020. Consultado em 20 de julho de 2021 
  116. «Dias depois de Dulce Maria, Alfonso Herrera revela nascimento de filho». Uol. 6 de dezembro de 2020. Consultado em 20 de julho de 2021 
  117. RBD: veja por que Dulce María e Alfonso Herrera ficarão fora de live paga (8/10/20). Capricho. Página visitada em 4 de dezembro de 2020
  118. «RBD disponibiliza quatro álbuns ao vivo nas plataformas digitais». Nação Música. Consultado em 14 de maio de 2021 
  119. RBD vai lançar música nova antes de reunião em live, diz Anahí (23/10/20). UOL. Página visitada em 4 de dezembro de 2020.
  120. Maite Perroni confirma especulações e divulga trecho da nova canção do RBD (11/11/20). Correio Braziliense. Página visitada em 4 de dezembro de 2017.
  121. RBD lança 'Siempre He Estado Aquí' (17/11/20). Omelete. Página visitada em 4 de dezembro de 2020.
  122. «RBD: discografia ganha relançamento no Brasil em boxset com 9 CDs». Popline. Consultado em 14 de maio de 2021 
  123. «"Un dineral": Martha Figueroa asegura que show de RBD generó ganancias millonarias». MSN. Consultado em 2 de fevereiro de 2021 
  124. «RBD se reúne para curar la nostalgia de los años 2000». El Tiempo. Consultado em 2 de fevereiro de 2021 
  125. «Toda la lista de ganadores de los Latin AMAs». Los Angeles Times (em espanhol). 15 de abril de 2021. Consultado em 16 de abril de 2021 
  126. «¿A qué hora y dónde ver el concierto de RBD Ser o Parecer?». Las Estrellas. Consultado em 28 de março de 2021 
  127. «Ser o parecer: concierto de RBD se verá en Estados Unidos y Puerto Rico». TVBoricuaUSA. 30 de abril de 2021. Consultado em 4 de agosto de 2021 
  128. «¡'Ser o Parecer', el concierto de RBD, será transmitido por Las Estrellas! Mira cuándo y a qué hora». Las Estrellas. Consultado em 28 de março de 2021 
  129. «'Ser o parecer': Todo lo que debes saber del concierto de RBD que llega a Las Estrellas». Las Estrellas. Consultado em 28 de março de 2021 
  130. «Angelique Boyer, Zoraida Gómez y el resto del elenco de 'Rebelde' rinden un emotivo homenaje a sus fans». Las Estrellas. Consultado em 29 de março de 2021 
  131. «RBD lança a versão ao vivo de "Siempre He Estado Aquí"». Terra. Consultado em 26 de maio de 2021 
  132. «RBD disponibiiza o vídeo ao vivo de "Tu Amor"». Terra. Consultado em 26 de maio de 2021 
  133. «Christopher Uckermann presenta "Inalcanzable en vivo", versión que revive uno de los clásicos de RBD» (em espanhol). El Comercio. Consultado em 26 de maio de 2021 
  134. «RBD lança "Empezar Desde Cero (En Vivo)" com vídeo da performance». Nação da Música. Consultado em 26 de maio de 2021 
  135. «MTV MIAW 2021: TODOS los ganadores de la noche». Glamour. Consultado em 14 de julho de 2021 
  136. «RBD ganha prêmio da MTV e vira assunto mais comentado». Popline. 14 de julho de 2021. Consultado em 14 de julho de 2021 
  137. «Las 5 mejores canciones de RBD». TVyNovelas. Consultado em 14 de maio de 2021 
  138. «El creador de 'Rebelde' trabaja en una nueva versión de la serie». Los 40. Consultado em 14 de maio de 2021 
  139. «RBD graba nueva serie en México». People en Español. Consultado em 18 de dezembro de 2010 
  140. «RBD el regreso, la banda prepara su reencuentro luego de seis años». El Observatodo. Consultado em 14 de maio de 2021 
  141. a b «Christian de RBD se declara gay». People En EspaÑol. Consultado em 14 de maio de 2021 
  142. «¡Hoy es el día mundial de RBD!». People En EspaÑol. Consultado em 14 de maio de 2021 
  143. «Legado do RBD influencia toda uma geração de artistas do pop atual». Popline. Consultado em 14 de maio de 2021 
  144. «Camila Cabello, do Fifth Harmony, canta RBD no Snapchat e vídeo viraliza nas redes sociais!». Purebreak. Consultado em 14 de maio de 2021 
  145. «Show do RBD no Morumbi reúne 41 mil, diz organização» (em português). Folha Online. Consultado em 9 de maio de 2012 
  146. a b «Gira Celestial en la Ciudad Es» (em espanhol). Univision. Consultado em 13 de março de 2012 
  147. «RBD faz "Tour Empezar Desde Cero -Brasil 2008"» (em português). Correio de Uberlândia. Consultado em 9 de maio de 2012. Arquivado do original em 24 de agosto de 2011 
  148. «El adiós» (em espanhol). Esmas.com. Consultado em 9 de maio de 2012 
  149. «'Turnê do adeus' do RBD volta a São Paulo nesta terça». G1 - Globo Notícias. Consultado em 15 de maio de 2012 
  150. «RBD crea una fundación por niños en Brasil». El Siglo de Torreon. Consultado em 13 de março de 2012 
  151. a b «Tumulto entre fãs de banda mexicana deixa 3 mortos em SP» (em português). Folha Online. Consultado em 13 de março de 2012 
  152. «Fundacion Salvame de RBD funcionará en mayo». Portal Terra. Consultado em 6 de abril de 2007 
  153. a b «RBD reúne 50 mil no Maracanã e encerra turnê pelo país» (em português). Folha Online. Consultado em 13 de março de 2012 
  154. «Rede Globo evita noticiar shows do RBD, maior turnê do país» (em português). Folha Online. Consultado em 13 de março de 2012 
  155. «Manaus abre turnê do RBD» (em português). Portal Amazônia. Consultado em 13 de março de 2012 
  156. «Folha Online - Especial - 2006 - RBD» (em português). Folha Online. Consultado em 13 de março de 2012 
  157. «Emoção e euforia marcam show do RBD em Porto Alegre» (em português). Terra Música. Consultado em 13 de março de 2012 
  158. «RBD estende turnê e também se apresenta em Manaus e Belo Horizonte» (em português). MUSICA.uol.com. Consultado em 13 de março de 2012. Arquivado do original em 30 de Outubro de 2013 
  159. «Shows do RBD no Brasil» (em português). Tudo em Foco. Consultado em 13 de março de 2012 
  160. a b «RBD faz show em São Paulo, dessa vez com Maitê» (em português). Portal Ego. Consultado em 13 de março de 2012 
  161. «RBD se despede do Brasil» (em português). 'M' de Mulher. Consultado em 9 de maio de 2012 
  162. a b c «SUPERMERCADO TEM CULPA EM MORTES NO SHOW DO RBD, DIZ CPI». 18 de dezembro de 2006 
  163. «Integrante do RBD fala sobre tragédia em show de São Paulo». UOL Música. Consultado em 7 de fevereiro de 2006 
  164. «Estacionamento onde foi realizado show do RBD é interditado». Estadão. Consultado em 14 de maio de 2021 
  165. «Após a tragédia no Brasil, RBD veste "luto" em CD». Portal Terra. Consultado em 14 de fevereiro de 2006 
  166. «Após tragédia, RBD cancela participação na TV». Portal Terra. Consultado em 5 de fevereiro de 2006 

BibliografiaEditar

  • DAWESAR, Abha. Rebelde: a Obra Completa Oficial. [S.l.]: Prestígio. ISBN 8577480186 .

Ligações externasEditar

 
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre RBD