Abrir menu principal
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém fontes no fim do texto, mas que não são citadas no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações (desde junho de 2014). Ajude a melhorar este artigo inserindo fontes.

Duque (Porto Alegre, 1947 - São Bernardo do Campo, 1965), foi um cão ator brasileiro da raça pastor alemão que estrelou diversos filmes da produtora Vera Cruz.

BiografiaEditar

Duque foi adotado pelo caminhoneiro e adestrador de cães Jordano Martinelli para guardar cargas. Foi descoberto em 1950, quando a equipe da produtora Vera Cruz estava gravando as externas do filme Terra é Sempre Terra. Ele caiu nas graças da equipe , foi contratado e estreou no ano seguinte, no filme Ângela. Mas foi ao lado de Mazzaropi que Duque ganhou a fama, interpretando o cão Coronel no primeiro filme do ator, Sai da Frente. Depois desse filme, atuou em muitos outros (a maioria com Mazzaropi), se tornando o cão mais famoso do cinema nacional além de ser campeão de adestramento. Ele também teria chegado a ganhar mais que muitos artistas famosos da época. O dinheiro ganho por Jordano com o trabalho de Duque foi usado para a construção de uma escola para adestramento que ganhou o seu nome (Escola para Cães Duque), em 1955. Duque continuou atuando até 1962 e faleceu em 1965, aos dezoito anos, deixando muitos descendentes no canil de Martinelli, sendo que alguns também se tornaram atores, como o cão Lobo, que foi astro da série Vigilante Rodoviário.

FilmografiaEditar

Ver tambémEditar

FontesEditar

  Este artigo sobre cães é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.