Abrir menu principal
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde maio de 2013). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Ecchi ou Etchi (エッチ? em tradução livre, "obsceno") é um termo japonês que refere-se a relação sexual ou amostra de muita sensualidade.

No Ocidente, o termo é associado principalmente com animes, mangás, ou jogos que apresentem a sensualidade como principal tema, como obras softcore, em contraste com o termo hentai, usado para aqueles que apresentam sexo explícito ou censurado.[1]

A origem da palavra é incerta, porém, acredita-se que seja um acrônimo em japonês da própria palavra Hentai, pelo fato de que no japão a letra H tem som de Ecchi/Etchi (H, /ˈeɪtʃ/), sendo que muitas vezes se referem a mangás hentai como H-mangá (/ˈeɪtʃmɑːŋɡə/).

Os meios de comunicação japoneses tendem a usar outras palavras, por exemplo, ero mangá (エロ漫画?), 成人漫画 (seijin manga? "mangá adulto"), ou mangá/anime para maiores de 18 anos 18禁 (18-kin? "18-proibido").[2] Animes ecchi geralmente têm censura mas alguns não têm, porém, sem censura, desde que não haja relação sexual explícita, se torna ecchi.

Ver tambémEditar

Referências

  1. McCarthy, Helen (27 de outubro de 1997). The Anime Movie Guide. Overlook Press. p. 1987
  2. "A Short History of 'Hentai'", por Mark McLelland, Intersections: Gender, History and Culture in the Asian Context, por edição 12, versão de Janeiro de 2006. Nota de Rodapé HTML.
  Este artigo sobre mangá e anime é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
  Este artigo sobre banda desenhada é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.