Eclipse assírio

O eclipse assírio, também conhecido como eclipse de Bur-Sagale, é um eclipse solar registrado nas listas de epônimos assírios, provavelmente datando do nono ano do reinado do rei Assurdã III. O eclipse é identificado com o que ocorreu em 15 de junho de 763 a.C. (calendário juliano proléptico).

BurSagaleBC762-06-15.gif

A entrada é curta e diz:

"[ano de] Bur-Sagale de Guzana. Revolta na cidade de Assur. No mês de Simanu, ocorreu um eclipse do sol. "

A frase usada - shamash ("o sol") akallu ("dobrado", "torcido", "torto", "distorcido", "obscurecido") - foi interpretada como uma referência a um eclipse solar desde a primeira decifração do cuneiforme em meados do século XIX. O nome Bur-Sagale (também traduzido como Bur-Saggile, Pur-Sagale ou Par-Sagale ) é o nome do oficial limmu no ano de mesmo nome.

Em 1867, Henry Rawlinson identificou o eclipse quase total de 15 de junho de 763 a.C. como o candidato mais provável (o mês de Simanu correspondendo à lunação de maio / junho),[1] visível no norte da Assíria pouco antes do meio-dia. Esta data foi amplamente aceita desde então; a identificação também é substanciada por outras observações astronômicas do mesmo período.[2]

Este registro é uma das evidências cruciais que fornecem uma cronologia absoluta do Antigo Oriente Próximo para o período assírio.

Referências

  1. Rawlinson, Henry Creswicke, "The Assyrian Canon Verified by the Record of a Solar Eclipse, B.C. 763", The Athenaeum: Journal of Literature, Science and the Fine Arts, nr. 2064, 660-661 [18 May 1867].
  2. Hermann Hunger, "Zur Datierung der neuassyrischen Eponymenliste," Altorientalische Forschungen, Vol. 35:2, 2008, pp. 323-325. An English translation is available on the web:

Ligações externasEditar