Eclipse lunar de 18 de novembro de 1994

Eclipse Lunar Penumbral
18 de novembro de 1994
Lunar eclipse chart close-1994Nov18.png
A Lua cruza a metade sul da zona de penumbra da Terra, de oeste para leste (da direita para a esquerda), com o disco lunar um pouco menos brilhante e seu trecho norte levemente escurecido.
Gamma -1,1047
Saros (e membro) 145 (10 de 71)
Sequência de eclipses lunares
Anterior 25 de maio de 1994
Próximo 15 de abril de 1995
Duração (hr:mn:sc)
Penumbral 4:31:36
Fases e Horários do Eclipse (UTC)
P1 4:28:04
Máximo 6:43:53
P4 8:59:41

O eclipse lunar de 18 de novembro de 1994 foi um eclipse penumbral, o segundo e último de dois eclipses do ano, e único como penumbral. Teve magnitude penumbral de 0,8815 e umbral de -0,2189. Teve duração total de aproximadamente 271 minutos.[1]

A Lua cruzou a metade sul da zona penumbral da Terra, em nodo descendente, dentro da constelação de Touro.

Durante o momento máximo do eclipse, a faixa de penumbra da Terra cobriu grande parte do disco lunar, em cerca de 85% da superfície, fazendo com que a Lua perdesse gradualmente seu brilho normal, além de escurecer levemente o extremo norte lunar, o qual estava voltada para a região da umbra terrestre. Somente uma pequena parte do sul da Lua ficou de fora da área eclipsada.

Série SarosEditar

Eclipse pertencente ao ciclo lunar Saros de série 145, sendo este de número 10, com total de 71 eclipses da série. O último eclipse foi o eclipse penumbral de 6 de novembro de 1976, e o próximo será com o eclipse penumbral de 28 de novembro de 2012.

VisibilidadeEditar

Foi visível sobre as Américas, no Pacífico, Atlântico, Ártico, Europa, noroeste da África e no extremo leste da Ásia.

 
Região do planeta onde o eclipse foi visível durante o máximo do fenômeno - 6:44 UTC.
O litoral sul do México, no Oceano Pacífico, obteve a melhor observação do meio do eclipse, de onde foi visível à meia-noite.

Mapa de visibilidade do eclipse

Referências

  1. F. Espenak. «Penumbral Lunar Eclipse of 1994 November 18» (PDF). NASA Eclipse Website. Consultado em 4 de fevereiro de 2018 
  Este artigo sobre astronomia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.