Abrir menu principal

Editoriale Campi è uma editora italiana, conhecida principalmente como a editora do almanaque e calendário Barbanera.

HistóriaEditar

Foi fundada em 1892 em Foligno por Giuseppe Campi[1]. Desde o início da atividade especializa-se na produção de divulgações como os "planetas da sorte" (prognósticos impressos em folhetos coloridos) ou em folhas soltas que relatavam, em rima, os eventos miraculosos e as notícias, em edições distribuídas por algum tempo em feiras e mercador por vendedores ambulantes. Nos anos 30 do século XX, tornou-se o principal produtor italiano de folhetos musicais e avulsos, com letras das músicas em moda no rádio e na televisão[2]. Em 1952, sob a iniciativa de Agostino Campi, filho de Giuseppe, inicia a impressão da primeira revista de músicas italiana: "Sorrisi e Canzoni d’Italia", denominado sucessivamente "TV Sorrisi e Canzoni"[3]. Após a metade do século XX, possui a exclusividade dos direitos referentes à marca Barbanera[4] .

Referências

  1. Linda Gobbi, Giovanni Lanzone, Francesco Morace (sob a responsabilidade de), L’impresa del talento: i territori creativi delle aziende italiane, Nomos, 2012, pp. 57-64.
  2. Massimo Emanuelli, 50 Anni di storia della televisione attraverso la stampa settimanale, Milano, Greco&Greco, 2004.
  3. Ivan Roncalli, 60 anni di TV Sorrisi e Canzoni: una storia italiana, 1952-2012, Mondadori, 2012.
  4. Para uma história do almanaque e do calendário Barbanera, consulte: Fondazione Barbanera 1762 (sob a responsabilidade de), Barbanera 1762, Editoriale Campi, 2012.