Educador

Chama-se de educador[1] quem ensina o aluno a questionar, ter racínio lógico, senso crítico, dialogando para ampliar o conhecimento de ambos.

Provindo da mesma raiz etimológica de Educação, em latim educere, composto pelo prefixo ex que significa "fora" e o vocábulo ducere que significa "conduzir", o educātor, ōris era a pessoa designada para preparar as pessoas para o mundo e viver em sociedade. Literalmente, "conduzi-las para fora" de si mesmas e aprender sobre as diferenças.

O pensador Sócrates já usava o termo no período clássico da Grécia Antiga no livro A República [2], se referindo aos professores da educação particular ateniense, porém, sem elaborar uma distinção exata, como se educadores e professores possuissem a mesma função.

Mais recentemente, no século XX, o nome do professor brasileiro Paulo Freire é citado como exemplo de educador e filósofo da pedagogia, também não se predispôs a elaborar um conceito sólido de educador, mesmo que sua obra aponte para o perfil de um educador.

De acordo com o Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa[3], educador significa "o que cria, nutre; diretor, educador, pedagogo".

Enquanto profissional da Educação que pode atuar tanto como professor quanto como pesquisador pedagógico, administrador escolar, supervisor de ensino, orientador educacional, filósofo da educação ou como estudioso de questões educacionais de um modo geral. Embora, em princípio, entenda-se o educador como um pedagogo, nem sempre essa é a realidade, podendo um educador ter formação em outras áreas pedagógicas, como as Letras, a Psicopedagogia, entre outras.

Ver tambémEditar

  Este artigo sobre educação ou sobre um educador é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.


  A Wikipédia tem o portal:

ReferênciasEditar

  1. «Os princípios de um educador de sucesso - Mundo Educação». Mundo Educação. Consultado em 9 de novembro de 2017 
  2. PLATÃO. A República. São Paulo: Nova Cultural, 1997.
  3. «Grande Dicionario Houaiss». houaiss.uol.com.br. Consultado em 2 de outubro de 2020