Abrir menu principal
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém fontes no fim do texto, mas que não são citadas no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações (desde dezembro de 2009). Ajude a melhorar este artigo inserindo fontes.
Egídio Eccio
Nascimento 1929
São Paulo
Nacionalidade brasileiro
Morte 20 de novembro de 1977 (48 anos)
São Paulo
Ocupação Ator e cineasta
IMDb: (inglês)

Egídio Eccio (São Paulo, 1929 - São Paulo, 20 de novembro de 1977) foi um ator e diretor brasileiro.

BiografiaEditar

Começou no teatro, onde se destacou como ator em peças como "Panorama Visto da Ponte". Em seguida trabalhou como técnico e como ator no cinema, tendo estreado em "O Pão Que o Diabo Amassou" em 1958.

Ao mesmo tempo que desenvolvia sua carreira como ator ele começou a ir para trás das câmeras, estreando como diretor em 1968 com o filme "O Matador".

Participou de algumas das primeiras novelas diárias da TV como "Somos Todos Irmãos" e "O Morro dos Ventos Uivantes" e dirigiu filmes de grande bilheteria como "Paixão de um Homem" com Waldick Soriano; "O Sexualista"; "O Leito da Mulher Amada" e "Pintando o Sexo".

Ele também foi presidente da Associação Paulista de Cineastas e era casado com a atriz Maracy Mello e foi vítima de um enfarte.

  Este artigo sobre um cineasta é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.