Eleição parlamentar na Albânia em 2001

5ª eleição parlamentar da Albânia


A eleição parlamentar albanesa de 2001 foi realizada em 24 de junho e consistiu no 5º pleito eleitoral realizado no país desde sua redemocratização em 1991.

Eleição parlamentar na Albânia em 2001
Albânia
← 1997 24 de junho de 2001 2005 →

Todos os 140 assentos do Parlamento da Albânia
71 assentos necessários para maioria
Comparecimento 53.62% Baixa 18.94%
Partido Líder(es) % Ass. ±
PSSh Ilir Meta 42.27 73 -28
PDSh Sali Berisha 37.63 46 +22
PDR Genc Pollo 5.19 6 +6
PSD Skënder Gjinushi 3.72 4 -5
PBDNJ Ilir Meta 2.66 3 -1
PAD Genc Pollo 2.61 3 +3
PAA Lufter Xhuveli 2.61 3 +3
PDK Tahir Muhedini 0.93 0 -2
Independentes Desconhecido 2.38 2 -9
Lista com partidos que ganharam assentos. Confira o resultado abaixo.
Albania Parliament2001-2005.svg
Primeiro-ministro anterior Primeiro-ministro eleito
Ilir Meta detail, 000824-D-9880W-002.jpg Ilir Meta
PSSh
Fatos Nano
PSSh
Фатос Нано (20-01-2004).jpg

Resultados eleitoraisEditar

Partido Votos % Cadeiras +/–
Partido Socialista da Albânia 555 272 42.27 73   28
Partido Democrático da Albânia 494 272 37.63 46   22
Novo Partido Democrático (Albânia) 68 191 5.19 6 Novo
Partido Social-Democrata da Albânia 48 911 3.72 4   5
Partido da Unidade pelos Direitos Humanos 34 897 2.66 3   1
Partido da Aliança Democrática 34 262 2.61 3 Novo
Partido Ambientalista Agrário 34 247 2.61 3
Partido Democrata Cristão da Albânia 12 226 0.93 2   2
Independentes 31 214 2.38 2   9
Total de votos válidos 1 290 677 96.32
Votos inválidos (brancos e nulos) 49 310 3.68
Total de votos registrados 1 339 987 100
Eleitorado apto a votar 2 499 238 53.62

Repercussão e análiseEditar

O PSSh venceu o pleito pela segunda vez consecutiva ao obter 42,27% dos votos válidos, o que permitiu-lhe reafirmar a maioria absoluta conquistada em 1997, bem como a permanência de Ilir Meta no cargo de primeiro-ministro, embora o partido tenha sofrido uma diminuição substancial de sua bancada parlamentar de 101 para 73 deputados.[1]

Por sua vez, o PDSh conseguiu recuperar parte do eleitorado perdido em 1997 e obteve 37,63% dos votos, elegendo 46 deputados, um aumento de 21 assentos em sua bancada parlamentar em relação à 4 anos atrás. Ainda assim, o líder do partido e ex-Lista de presidentes da Albânia|presidente Sali Berisha contestou os resultados das urnas, classificou a eleição como fraudulenta e anunciou um boicote ao funcionamento do Parlamento da Albânia[2]. Tal boicote durou 6 meses e terminou após a renúncia de Ilir Meta ao cargo de primeiro-ministro, sendo sucedido por Fatos Nano, que governou até o final da legislatura em 2005.

Referências

  1. «Socialists claim Albania poll victory» (em inglês). 25 de junho de 2001. Consultado em 22 de maio de 2022 
  2. Tirana, Nicholas Wood in (26 de junho de 2001). «Albanian opposition alleges election fraud». the Guardian (em inglês). Consultado em 22 de maio de 2022 
  Este artigo sobre a Albânia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.