Eleia, Elea ou Élea[1] (em grego clássico: Ελαία), denominada Vélia na época romana, é uma antiga cidade da Magna Grécia. O sítio arqueológico encontra-se na área da comuna de Ascea, dentro do Parque Nacional do Cilento e do Vale de Diano, província de Salerno, no sul da Itália. As ruínas compreendem muralhas, um teatro, partes de torres e portões e restos de habitações. Foi declarada Patrimônio Mundial pela UNESCO em 1998. Nas proximidades existe uma pequena vila ainda habitada.

Escavação na área de Vélia (Eleia), perto de Ascea, Campânia, Itália

HistóriaEditar

Quando a Fócida foi conquistada por Harpago, general de Ciro, o Grande, alguns fócios, sob a liderança de Creôntides, embarcaram com suas famílias e foram até Cirno e Messália, mas sendo derrotados nestes lugares fundaram Eleia[2].

A cidade foi fundada em torno de 538 a.C.[carece de fontes?], e lá nasceram Parmênides e Zenão[3], expoentes da chamada Escola eleata.

PolíticaEditar

Segundo Estrabão, a cidade sempre foi bem governada, inclusive com a influência dos filósofos Eleáticos Parmênides e Zenão, e por isso resistiu e triunfou sobre seus vizinhos Leucanos e Posidoníatas, mesmo tendo território e população menores.[3]

EconomiaEditar

Por ter um solo muito pobre, a economia de Eleia era baseada no mar, com fábricas para o salgamento de peixes e outras indústrias[3].

Referências

  1. «Elea». www.infopedia.pt. Consultado em 29 de março de 2014 
  2. Antíoco, citado por Estrabão, Geografia, Livro VI, Capítulo 1, 1
  3. a b c Estrabão, Geografia, Livro VI, Capítulo 1, 1
  • Este artigo foi inicialmente traduzido do artigo da Wikipédia em inglês, cujo título é «Velia», especificamente desta versão.

Ligações externasEditar

 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Eleia
  Este artigo sobre arqueologia ou arqueólogos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.