Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Emiliano (desambiguação).

Marco Emílio Emiliano (em latim Marcus Aemilius Aemilianus Augustus), imperador romano por um breve período em 253.

Emiliano
Augusto
Aemilian.jpg
Efígie de Emiliano numa moeda
Reinado 253
Consorte Cornélia Supera
Antecessor(a) Treboniano Galo
Sucessor(a) Valeriano
Nome completo Marco Aurélio Emiliano
Marcus Aemilius Aemilianus Augustus
Morte 253

Originário da África, era governador da Mésia quando os godos chefiados pelo rei Cniva invadiram esta província devido à recusa de Emiliano em pagar os tributos que o imperador Treboniano Galo lhes prometera. Emiliano derrotou os godos e partiu para a contra-ofensiva, atravessando o Danúbio e invadindo o território inimigo num ataque-relâmpago.

Esta vitória inesperada restaurou o ânimo e a confiança das tropas, desmoralizadas após desastres sucessivos, e cheias de si resolvem proclamar seu comandante como imperador. Emiliano invade a Itália a fim de combater Treboniano Galo, mas este e seu filho Volusiano são assassinados por seus próprios soldados, temerosos das forças adversárias, antes da batalha decisiva.

Entrementes, Valeriano, governador das províncias do Reno superior, parte para a Itália com um poderoso exército a fim de prestar socorro a Treboniano, e com a notícia da morte deste, seus soldados o proclamam imperador. Cientes da superioridade das forças de Valeriano, os soldados de Emiliano resolvem assassiná-lo, num estranho paralelo com o destino de seu antecessor.

Ver tambémEditar

O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Emiliano
Precedido por
Treboniano Galo
Imperador romano
253
Sucedido por
Valeriano


  Este artigo sobre Roma Antiga e o Império Romano é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.