Empurrão pélvico

O empurrão pélvico é o movimento propulsor da região pélvica, a qual é usada para muitas atividades, tais como a dança ou a atividade sexual.[1][2][3][4][5]

Atividade sexual e insinuaçãoEditar

O empurrão pélvico é usado durante o ato sexual por muitas espécies de mamíferos,[1][2][3] incluindo os humanos,[4] ou para outras atividades sexuais (como o sexo não-penetrativo). Em 2007 cientistas alemães notaram ca as fêmeas macaco podiam aumentar a força e a quantidade dos empurrões pélvicos do macho gemendo durante o ato.[5]

Referências

  1. a b R. D. Estes (1991). The Behavior Guide to African Mammals: Including Hoofed Mammals, Carnivores, Primates. [S.l.]: University of California Press. ISBN 978-0-520-08085-0. Consultado em 28 de julho de 2013 
  2. a b Bruce Bagemihl (15 de janeiro de 1999). Biological Exuberance: Animal Homosexuality and Natural Diversity. [S.l.]: Macmillan. ISBN 978-0-312-19239-6 
  3. a b A. F. Dixson (26 de janeiro de 2012). Primate Sexuality: Comparative Studies of the Prosimians, Monkeys, Apes, and Humans. [S.l.]: Oxford University Press. ISBN 978-0-19-954464-6 
  4. a b Nilamadhab Kar, Gopal Chandra Kar (2005). Comprehensive Textbook of Sexual Medicine. [S.l.]: Jaypee Brothers Publishers. pp. 107–112. ISBN 8180614050. Consultado em 10 de fevereiro de 2014 
  5. a b «Study Reveals Why Monkeys Shout During Sex». livescience.com. Charles Q. Choi 
  Este artigo sobre Biologia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.