Whale Rider

(Redirecionado de Encantadora de Baleias)

Whale Rider (bra: Encantadora de Baleias; prt: A Domadora de Baleias) é um filme de drama co produzido entre a Nova Zelândia e a Alemanha, dirigido por Niki Caro e estrelado por Keisha Castle-Hughes.[3] O filme seria lançado direto em DVD nos Estados Unidos, mas acabou sendo lançado nos cinemas devido ao enorme sucesso de crítica e por ter sido indicado a vários prêmios, incluindo o Óscar de melhor atriz para Keisha Castle-Hughes, que se tornou a mais jovem atriz a ser nomeada nessa categoria, com apenas 12 anos de idade (até a nomeação da também atriz Quvenzhané Wallis em 2013 pelo filme Beasts of the Southern Wild).[4]

Whale Rider
A Domadora de Baleias[1] (PRT)
Encantadora de Baleias[2] (BRA)
Nova Zelândia[1]
Alemanha[1][2]
Estados Unidos[2]
2003 •  cor •  105 min 
Direção Niki Caro
Roteiro Niki Caro
Witi Ihimaera
Elenco Keisha Castle-Hughes
Rawiri Paratene
Vicky Haughton
Cliff Curtis
Género filme de drama
Idioma língua inglesa

SinopseEditar

A tribo maori, que vive no leste da Nova Zelândia, acredita ser descendente de Paikea, o domador de baleia. Segundo a lenda, há milhares de anos a canoa de Paikea virou em cima de uma baleia e ele, cavalgando-a, liderou seu povo até um local para viver. A tradição da tribo Maori diz que o primeiro filho do chefe da tribo seria considerado descendente de Paikea e líder espiritual do povo. Porém, após a morte do atual líder, quem assume o posto é sua irmã, Pai (Keisha Castle-Hughes), uma garota de apenas 11 anos. Apesar de ser corajosa e amada por todos, Pai precisa ainda enfrentar a resistência de seu avô, Koro (Rawiri Paratene), que insiste na manutenção da antiga tradição de que o chefe da tribo deve ser um homem.

Prêmios e indicaçõesEditar


  A Wikipédia tem os portais:

Referências

  Este artigo sobre um filme é um esboço relacionado ao Projeto Entretenimento. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.