Abrir menu principal

Engelberga (esposa de Luís II)

(Redirecionado de Engelberga de Parma)
Engelberga
Imperatriz do Ocidente
Rainha da Itália
Consorte de Luís II da Itália (851 para 875)
Descendência Emengarda
Gisela
Morte Entre 896 e 901
Enterro Abadia de St. Emmeran

Engelberga († entre 896 e 901) foi uma imperatriz do Ocidente e rainha da Itália do século IX pelo seu casamento com Luis II, o Jovem.

BiografiaEditar

Casou-se por volta de 851 ou 852 com Luis II, o Jovem, que seu pai, Lotário I investiu com a dignidade imperial em 850. Lotário morreu em 855, e Luís herdou a Itália. Por volta de 868, ela organiza uma entrevista entre o papa Adriano II e seu cunhado Lotário II, que procura resolver a sua situação conjugal, na esperança de se divorciar de sua esposa Teutberga, para se casar com sua amante Valdrada , e legitimar seus filhos. Mas a entrevista for um fracasso, e Lotário II morreu a 8 de agosto de 869 sem filhos legítimos[1].

Parece que Engelberga acompanhada seu marido numa expedição contra Adalgis, príncipe de Benevento, quando este é capturado em agosto de 871. Ele é o bispo de Benevento, que era capaz de negociar e obter a libertação. Louis II, morreu a 12 de abril de 875.  · [2]

Viúva, ela se tornou freira, juntando-se à abadia de Saint-Sauveur de Brescia em 868[3], onde ela sucede a sua filha Gisela. Em 880, seu genro Bosão proclamou-se rei na Provença e o imperador Carlos, o Gordo suspeita de Engelberga o apoiar, assim faz fechá-la num convento na Alemanha, para lhe permitir voltar para Itália em 882, após a derrota do Bosão. Promove a ascensão do seu neto Luis ao reino, antes de retirar-se para a abadia de Saint Sixtus de Placencia em 896 · .

PosteridadeEditar

Engelberga deu à luz:[4]

Referências

  1. Riché 1983, p. 178.
  2. Riché 1983, p. 183.
  3. selon FMG et Settipani 1993, p. 269, mais cette date de 868 est antérieure de huit ans à son veuvage. Peut-être faut-il lire 878 ?
  4. Settipani 1993, p. 269-270.