Abrir menu principal
Enzio da Sardenha
Nascimento 1220
Cremona
Morte 14 de março de 1272 (52 anos)
Bolonha
Sepultamento Basílica de São Domingo
Progenitores Pai:Frederico II, Sacro Imperador Romano-Germânico
Cônjuge Adelásia de Torres
Irmão(s) Margarida da Sicília, Ana de Hohenstaufen, Conrado IV da Germânia, Henrique VII da Germânia, Manfredo da Sicília, Frederico de Antioquia, Frederico de Pettorano
Ocupação escritor, poeta
Título rei

Enzio da Sardenha (ou Enzo, 1220-1272) foi um filho ilegítimo do imperador Frederico II do Sacro Império Romano-Germânico e de Adelheid Enzio e teve os títulos de Rei da Sardenha e de Vigário Imperial para o norte da Itália.

Adelàsia de Torres

Enzio apoiou o seu pai contra o papa e as comunas do norte de Itália, onde o seu primeiro successfoi foi a reconquista de Jesi, em Marche, que era a cidade-natal de Frederico. Durante uma campanha para defender as cidades italianas gibelinas de Modena e Cremona contra Bolonha, que alinhava com os guelfos, Enzo foi derrotado e capturado a 26 de Maio de 1249 durante a Batalha de Fossalta, em Maio de mesmo ano. Com apenas 23 anos, Enzio é colocado numa prisão in Bologna in 1249 para o resto da vida, morrendo 24 anos depois, em, e o título de Rei da Sardenha é-lhe usurpado pelo marquês Palavicino. Depois da morte de Conradino, em 1268, ele foi o último representante dos Hohenstaufen.

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Enzio da Sardenha