Abrir menu principal

Wikipédia β

Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, comprometendo a sua verificabilidade (desde dezembro de 2013).
Por favor, adicione mais referências inserindo-as no texto. Material sem fontes poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Horário Unix chegando em 1.000.000.000 segundos em 2001-09-09T01:46:40Z. Celebrado em Copenhagen, Dinamarca em uma festa promovida pela DKUUG (às 03:46:40 no horário local).

A Era UNIX ou Posix Time ou Unix epoch ou Unix Timestamp teve início no dia a 1 de janeiro de 1970[1]. O nome se deve ao fato de esta data, dia 1 de janeiro de 1970 às 00:00:00 do Tempo Universal Coordenado (UTC) no calendário gregoriano proléptico, ser o marco zero do sistema de calendário usado pelo sistema operacional UNIX. Também pode ser chamada de era POSIX.

O horário Unix, definido como o número de segundos passados desde o epoch, não considerando segundos bissextos, é largamente utilizado em sistema operacionais do tipo Unix bem como em outros sistemas. Ele não é uma representação linear nem uma representação verdadeira do tempo UTC, por não considerar os segundos bissextos (e.g. 31-12-1998-12 23:59:60).

Exemplo: 1510353042 (2017-11-10 22:30:42Z)
(Acima, o horário Unix time quando esta página foi gerada pela última vez)

Índice

MotivaçãoEditar

Apesar do calendário gregoriano facilitar o raciocínio cronológico para os humanos, quando se deseja realizar comparações lógicas ou cálculos com datas em computadores, este tipo de calendário acaba dificultando o trabalho.

Por exemplo, para nós, saber o que aconteceu primeiro, se foi algo em 10/04/1977 12:45:15 ou algo em 10/03/1976 13:09:12 é algo quase automático mas para resolver isso em um computador todos os 6 campos teriam que ser analisados independentemente, apesar disso ser realizado quase que instantâneamente não deixa de ser um trabalho extra que o processador poderia evitar se fizesse uso de outro formato de data. Imaginemos um banco de dados com milhares de registros e o processador recebendo um comando para colocar tudo em ordem cronológica, se pudermos fazer as comparações com uma única operação por registro ao invés de 6 operações/registro o tempo final também tenderá a ser 6 vezes menor.

Outra situação seria: quanto dá a data 16/09/2004 23:59:58 UTC mais 12 dias, 10 horas e 40 minutos? A complicação neste tipo de cálculo está em corrigir o overflow conforme o processamento em etapas vai sendo feito. Ou seja, ao somar os 40 minutos na data teríamos 99 minutos, antes de somar as 10 horas precisaríamos corrigir este valor, portanto o minuto seria 39 e a hora somaria 1, porem 24 horas também precisa ser corrigido para 0 o que somaria 1 no dia, resultando em 17/09/2004 0:39:58, somente então somaríamos as 10 horas, faríamos as correções, somaríamos os dias e novamente faríamos correções. Vê-se facilmente que é um trabalho repetitivo que deveria ser evitado.

Marca temporal UNIXEditar

Para resolver problemas do tipo dos citados acima e para unificar um formato de data foi criada a marca temporal UNIX, que é uma forma de calendário amplamente utilizada em sistemas computacionais principalmente os baseados no sistema operacional UNIX.

Ela é simplesmente um contador que teve seu valor zero associado com a data 01/01/1970 00:00:00UTC[1], e que é incrementado a cada segundo, assim:

  • 01/01/1970 00:00:00 UTC → 0
  • 01/01/1970 00:00:25 UTC → 25
  • 01/01/1970 00:01:00 UTC → 60
  • 01/01/1970 01:00:00 UTC → 3 600
  • 02/01/1970 00:00:00 UTC → 86 400
  • 31/12/1998 23:59:58 UTC → 915 148 798
  • 01/01/1999 00:00:01 UTC → 915 148 801
  • 16/09/2004 23:59:58 UTC → 1 095 379 198

Uma vez representadas no formato acima, as datas se tornam um pouco complicadas para o raciocínio humano mas são manipuladas muito facilmente pelos computadores, por exemplo, no caso da comparação entre datas com uma única operação o processador sabe se a data 17658546778 é maior ou não que a data 1765223546, e no caso dos cálculo seria algo como (usando o mesmo exemplo: 16/09/2004 23:59:58 UTC mais 12 dias, 10 horas e 40 minutos):

 

que é uma operação facilmente realizada pelos processadores, também em etapas, mas em menor quantidade que no caso do calendário gregoriano.

ProblemasEditar

Assim como houve a previsão de problemas na passagem do milénio (o bug do milénio), já se espera um problema para o ano de 2038 desta vez associado à data no formato marca temporal UNIX.[2]

 
Exemplo mostrando o que irá acontecer em 2038.

O problema está no fato de que os computadores normalmente armazenam a marca temporal numa variável do tipo time t que é declarada como uma signed int32 este tipo de variável pode armazenar números de -2147483648 até 2147483647, sendo este último o valor do contador para a data de 19/02/2038 03:14:07 UTC. O que irá acontecer é que no próximo segundo o contador deveria avançar para 2147483648 mas como este número não cabe numa variável do tipo signed int32, o contador passará então a ser interpretado como sendo -2147483648 (negativo), o que fará com que o calendário dê um salto para a data de 13/12/1901 20:45:52 UTC.

A solução mais simples seria redefinir o tipo time_t para ser uma unsigned int32, mas isso tem o efeito colateral de complicar os cálculos e comparações com as datas, e de criar um novo problema semelhante no ano 2106, quando então o contador atingiria o valor máximo de 4294967296 passando em seguida para 0 o que retornaria para o ano de 1970 (um regresso de 136 anos).

A outra solução é redefinir o tipo time_t para signed int64 mas isso causa incompatibilidade com as datas já armazenadas no formato signed int32, porem se mostra a melhor opção por não ter mais problemas por cerca de 290 bilhões de anos.

Ver tambémEditar

Referências

  1. a b Misja Op de Coul. «Conversor Epoch». Epochconverter.com. Consultado em 28 de julho de 2012 
  2. L. Frank Baum. «Ntp era and era numbering». Universidade de Delaware. Consultado em 28 de julho de 2012 

Ligações externasEditar