Abrir menu principal

Erato ou Perato, na mitologia grega, foi um rei de Sicião.

Erato é o décimo rei de Sicião segundo Eusébio de Cesareia e Jerônimo de Estridão, sucessor de Messapo e antecessor de Plemneu[1][2]; Eusébio atribui esta lista a Castor de Rodes[3]. Pelos cálculos de Jerônimo, ele reinou de 1716 a 1670 a.C., e começou a reinar no mesmo ano que Spartus, filho de Foroneu, fundou Esparta[2].

Segundo Pausânias, o sucessor de Leucipo e antecessor de Plemneu se chamava Perato[4]. Leucipo não tinha filhos homens, mas apenas uma filha, Calchinia, que teve Perato com Posidão. Perato foi criado por Leucipo, e tornou-se o seu sucessor[4]. Perato foi sucedido por seu filho Plemneu[4].

Referências

  1. Eusébio de Cesareia, Crônica, 63, Os reis de Sicião
  2. a b Jerônimo de Estridão, Chronicon
  3. Eusébio de Cesareia, Crônica, 62, Cronologia grega
  4. a b c Pausânias (geógrafo), Descrição da Grécia, 2.5.7