Ernst Johann von Biron

Ernst Johann von Biron (23 de novembro de 1690Jelgava, 29 de dezembro de 1772) foi Duque da Curlândia em dois períodos distintos: de 1737 a 1740 e de 1763 a 1769. Foi regente do Império Russo durante um curtíssimo governo de 20 dias, em 1740.[1]

Ernst Johann von Biron
Nascimento 13 de novembro de 1690
Tīreļi
Morte 17 de dezembro de 1772 (82 anos)
Jelgava
Sepultamento Jelgava Palace
Cidadania Ducado da Curlândia e Semigália, Império Russo
Progenitores
  • Karl von Biron
  • Catharina Hedwig von Raab gen. Thülen
Cônjuge Benigna Gottlieb von Trotha gt Treyden
Filho(s) Peter von Biron, Karl Ernst von Biron, Hedvig Elizabeth von Biron
Irmão(s) Gustav von Biron, Dorothea Elisabeth von Medem
Ocupação político
Prêmios
Título duque
Biron COA.png

Em 1740, a czarina Ana Ioanovna faleceu e Ernesto João de Biron tornou-se regente do Império Russo. No entanto, governou durante apenas 20 dias, sendo preso no dia 20 de Novembro, entregue à justiça e condenado à morte. Deste e modo, viu-se privado do seu regime e de todos os seus bens. A nova regente, Anna Leopoldovna, substituiu a condenação à morte pela expulsão para toda a vida. Inicialmente, foi enviado para a Sibéria e, depois, para Iaroslavl.

No início de 1762, a czarina Isabel Petrovna faleceu, e o novo imperador, Pedro III, restituiu a Biron todos os seus títulos. Pedro III havia planeado dar o Ducado da Curlândia ao seu tio Jorge, mas quando Catarina II subiu ao trono, em Julho desse mesmo ano, devolveu a Curlândia a Biron.

Durante o seu período de maior protagonismo, mandou erguer dois magníficos palácios barrocos na Letónia: o Rundāles Pils e o Jelgavas Pils, contando para ambos com o talento do arquitecto italiano Bartolomeo Rastrelli.

Referências

  1. «Ernst Johann Biren». Encyclopædia Britannica 1911. Consultado em 11 de março de 2012 
  Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.