Escola Básica D. Domingos Jardo

escola básica em Mira-Sintra

A Escola Básica D. Domingos Jardo, igualmente conhecida como Colégio Dom Domingos Jardo, é uma instituição de ensino básico no concelho de Sintra, na Área Metropolitana de Lisboa, em Portugal.

Escola Básica D. Domingos Jardo
Informação
Localização Cacém, Sintra
Portugal
Coordenadas 38° 46′ 53,9″ N, 9° 18′ 12″ O
Tipo de instituição Pública
Abertura 1979
Página oficial
Página oficial do Agrupamento de Escolas Agualva Mira-Sintra

Descrição e história editar

A instituição oferece os graus de ensino correspondentes ao segundo e terceiro ciclos, e está integrada no Agrupamento de Escolas Agualva Mira Sintra.[1] Situa-se na Rua Primeiro de Maio, no Cacém, fazendo parte de um bairro.[1]

Nos princípios da década de 2020, contava com um auditório, um bar, um refeitório, uma papelaria, uma reprografia, um pavilhão polivalente que também funciona como sala de convívio, uma biblioteca, um Gabinete de Apoio ao Aluno e à Família, um campo de jogos exterior e um pavilhão gimnodesportivo.[1] Em termos de salas de ensino, destacam-se as das tecnologias da informação e da comunicação, a Sala da Matemática, a Sala da Educação Especial, a Sala de Actividades Educativas Funcionais, e a Sala de Estudo e Ocupação de Turma.[1] Como parte do seu currículo educativo, implementou vários planos de estudo no sentido de fomentar o conhecimento, principalmente em termos culturais e sociais, incluindo várias iniciativas integradas no Plano Anual de Actividades e das Áreas Curriculares Não Disciplinares.[1] Destacam-se também os programas relativos à educação ambiental, no âmbito do programa Eco Escolas, do qual a instituição de ensino foi galardoada em todos os anos lectivos desde o período de 2008 a 2009.[1] Devido à sua situação numa área desfavorecida, a escola foi integrada no programa TEIP – Território Escolar de Acção Prioritária no ano lectivo de 2009 a 2010.[1]

A instituição de ensino foi inaugurada em 1979, tendo sido baptizada com o nome de Dom Domingos Jardo, uma importante figura da religião e da cultura nacional do século XIII, que nasceu perto de Agualva-Cacém.[2] Em Outubro de 2019 esteve envolta numa polémica sobre a presença de amianto nas coberturas do edifício, tendo o Sindicato de Todos Os Professores organizado uma greve para exigir a remoção do material cancerígeno.[3][4] Esta greve foi criticada pela Câmara Municipal de Sintra, que a classificou de «injustificável e irresponsável, baseada num falso problema», e alertou para os problemas que iria causar aos alunos e encarregados de educação.[5] Recordou igualmente que «apesar de a Câmara Municipal de Sintra só ter assumido a responsabilidade quanto ao respetivo edifício no passado mês de setembro, a antecipação do lançamento deste concurso público permitiu que a obra tenha início previsto até ao final da primeira quinzena de outubro».[5] Esta intervenção inseriu-se num programa de remoção de amianto no concelho de Sintra, que abrangeu a escola Domingos Jardo e outras duas instituições de ensino, e cujo concurso público foi lançado pela autarquia em Abril de 2019.[5] O Sindicato argumentou que apesar as obras estarem previstas durante o fim de semana, existiam a possibilidade que permanecessem fibras de amianto em suspensão no interior do edifício, e não existia tempo suficiente para serem removidas antes das aulas recomeçarem, na Segunda-Feira.[5]

Em Outubro de 2021, a autarquia estava a fazer obras na escola, que incluiu a requalificação do logradouro e do campo de jogos da escola.[6] A intervenção no campo de jogos custou cerca de 109 mil Euros, e incluiu a repavimentação do campo, a pintura com slurry, a marcação dos campos de jogos, a substituição das tabelas de basquete e balizas, a instalação de equipamentos de iluminação para permitir as práticas desportivas durante a noite, e a substituição das vedações, que se encontravam muito degradadas.[6]

Em Maio de 2022, o estabelecimento de ensino foi visitada pelo presidente da Câmara Municipal de Sintra, Basílio Horta, como parte do processo de presidência aberta, e para divulgar um programa de investimentos da autarquia para a realização de obras de conservação e reabilitação dos edifícios escolares do concelho, incluindo a D. Domingos Jardo.[7] No dia 17 desse mês, duas alunas da escola, Carolina Fernandes e Joana Trindade, apresentaram o programa Miúdos a Votos na Assembleia Municipal de Sintra.[8] Esta iniciativa, organizada pela revista Visão, Comissão Nacional de Eleições, e do Plano Nacional de Leitura 2027, tem com principal finalidade reduzir a abstenção e a iliteracia entre as comunidades escolares nacionais.[9] Igualmente como parte da iniciativa Miúdos a Votos, os alunos da Escola D. Domingos Jardo criaram o jogo Diário de Anne Frank Labirinto, alusivo à obra Diário de Anne Frank, que foi exibido durante um evento de apresentação dos trabalhos dos estudantes, na Fundação Calouste Gulbenkian, igualmente em Maio.[10]

Referências

  1. a b c d e f g «Escola EB D. Domingos Jardo». Eco-Escolas. Associação Bandeira Azul da Europa. Consultado em 2 de Junho de 2022 
  2. SANTOS, Alexandre Miguel Pinto Pereira dos (2015). (PDF) (Tese). Faculdade de Motricidade Humana da Universidade de Lisboa. p. 3 https://www.repository.utl.pt/bitstream/10400.5/10608/1/Relat%C3%B3rio%20final%20de%20est%C3%A1gio.pdf. Consultado em 2 de Junho de 2022  Em falta ou vazio |título= (ajuda)
  3. MadreMedia / Lusa (24 de Outubro de 2019). «Câmara garante todas as escolas básicas de Sintra livres de amianto até final de 2020». SAPO 24. Consultado em 2 de Junho de 2022 
  4. «EB 2,3 Ruy Belo em protesto "exige" retirada do amianto na escola». Sintra Notícias. 9 de Outubro de 2019. Consultado em 2 de Junho de 2022 
  5. a b c d «EB Domingos Jardo encerrada apesar de Câmara garantir remoção de amianto». Sintra Notícias. 3 de Outubro de 2019. Consultado em 2 de Junho de 2022 
  6. a b «Requalificação do Campo de Jogos da EB 2,3 D. Domingos Jardo». Câmara Municipal de Sintra. 25 de Outubro de 2021. Consultado em 2 de Junho de 2022 
  7. «Autarquia investe em escolas de Agualva e Mira Sintra». Câmara Municipal de Sintra. 9 de Maio de 2022. Consultado em 2 de Junho de 2022 
  8. BARROSO, Paula (23 de Maio de 2022). «Trabalhos de 'Miúdos a Votos' em exposição no Museu das Artes de Sintra». Visão. Consultado em 2 de Junho de 2022 
  9. «O que é 'Miúdos a Votos'?». Visão. 1 de Abril de 2022. Consultado em 2 de Junho de 2022 
  10. LOPES, Guilherme (20 de Maio de 2022). «"Leiam o que gostem": o conselho do ministro João Costa aos alunos». Jornal de Notícias. Consultado em 2 de Junho de 2022 

Ligações externas editar


  Este artigo sobre escolas ou colégios é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.